DESTAQUE

I Fórum Mundial de Contatados termina como marco da Ufologia Mundial

Por
19 de Junho de 2013
A. J. Gevaerd na abertura do I Fórum Mundial de Contatados
Créditos: Jovanir Medeiros/Equipe UFO

O I Fórum Mundial de Contatados, realizado nas instalações do Hotel SESC Cacupé, em Florianópolis, entre 14 e 16 de junho, foi um sucesso estrondoso e um marco para a Ufologia Brasileira e Mundial. Pela primeira vez reuniram-se no mesmo congresso pesquisadores, abduzidos, contatados e entusiastas em um grande e sério debate sobre os mais intrigantes aspectos da Ufologia.

O psicólogo Leonardo Martins foi um dos destaques do Fórum, apresentando diversas descobertas realizadas pela psicologia acadêmica com relação a casos ufológicos, especialmente quanto a abduzidos. Leonardo defendeu em 2012, de maneira absolutamente inédita, uma dissertação de mestrado sobre abduzidos, comprovando que essas pessoas não possuem problemas mentais em incidência maior que o restante da população. O psicólogo, com isso, tornou inválido um dos maiores argumentos dos negadores sistemáticos, o de que abduzidos são pessoas atormentadas, e ainda afirma: "Várias pesquisas sobre contatos com ETS têm sido realizadas em universidades. Leonardo assinou um artigo sobre suas descobertas em UFO 198 e a revista Galileu também apresentou suas conclusões.

Eduardo e Liliana Grosso apresentaram um elogiado trabalho a respeito do que chamam de visitas de dormitório, as abduções cujo palco é o próprio quarto da vítima. Apresentaram as evidências físicas que encontraram em centenas de casos pesquisados, como eletrodomésticos queimados pela presença de um suposto campo magnético utilizado pelos ETs, marcas na pele dos abduzidos e vestígios encontrados em suas camas e no dormitório. De acordo com o casal de pesquisadores argentinos, os aienígenas estão realizando um projeto destinado a produzir híbridos entre eles e os humanos.

A apresentação do casal Grosso foi muito elogiada, inclusive pelo próprio David Jacobs, um dos líderes mundiais em termos de pesquisa de abdução. Jacobs apresentou os resultados de sua pesquisa de décadas para um auditório lotado, comprovando a realidade inquestionável das abduções alienígenas. Um dos aspectos mais elogiados do I Fórum Mundial de Contatados, além da qualidade das apresentações, foi a acessibilidade de todos os palestrantes. Nos bastidores e espaços comuns do evento eram frequentes as rodas de conversa, em que os participantes conseguiam conversar com as grandes estrelas do evento e obter ainda mais informações a respeito de suas atividades.

Essa interação foi um dos aspectos mais comentados e elogiados pelo público do Fórum e muitos foram os participantes que aproveitaram para descrever suas próprias experiências. Um dos exemplos é o estudante de história Renê Castro, de Pouso Redondo, interior de Santa Catarina. Ele conta que quando era criança avistou um estranho ser não identificado durante um acampamento. Na adolescência conheceu a Ufologia e passou a acompanhar o tema por meio de publicações e documentários, e disse durante o Fórum: "Eu precisava ver que outras pessoas tiveram experiências parecidas e que também estão levando isso a sério. Com os relatos, vi que existe uma investigação, que tem muita gente pesquisando o assunto".

crédito: Jovanir Medeiros/Equipe UFO
Apresentação dos conferencistas do I Fórum Mundial de Contatados
Apresentação dos conferencistas do I Fórum Mundial de Contatados

Em termos de experiências pessoais, um dos destaques foi o italiano Antonio Urzi, que há anos vem filmando UFOs que costumam surgir sempre em locais onde ele está presente. Suas polêmicas imagens são motivo de acirrado debate na Ufologia Mundial, mas em Florianópolis Urzi mostrou-se acessível, participando de inúmeras conversas nos bastidores e apresentando-se para um auditório lotado. Ele afirma que viu a primeira nave quando criança, que os UFOs se mostram para ele a altitudes variáveis, algumas vezes a 3.000 m, outras a somente 300 m. Descreveu os seres que já contatou como similares a humanos, mas mais altos, medindo 1,8 m a 2,5 m, e que muitos de seus contatos são em nível astral ou espiritual. Urzi disse que a humanidade tem uma ligação com uma civilização extraterrestre.

O peruano Asis Univers igualmente encantou o público do I Fórum Mundial de Contatados apresentando vários de seus também polêmicos vídeos e mostrando-se muito acessível nos bastidores, revelando um grande interesse nas experiências pessoais dos que iam procurá-lo. Afirma ter contados desde a infância, como um aos quatro anos de idade, quando um UFO surgiu à noite e iluminou a casa de sua família. Asis diz manter contato com seres por meios telepáticos, que o teriam alertado para que a humanidade deve cuidar mais de seu planeta. Também afirma que os visitantes provêm de várias civilizações extraterrestres.

Outra importante testemunha a se apresentar foi Haroldo Westendorff, piloto gaúcho que em 05 de outubro de 1996, realizando um voo panorâmico sobre a Lagoa dos Patos, avistou um gigantesco UFO de formato cônico, com 100 m de diâmetro e cerca de 60 m de altura. Westendorff conseguiu contorná-lo com sua aeronave, antes de o objeto subitamente arrancar na vertical. O piloto temeu que o colossal deslocamento de ar derrubasse seu pequeno avião, mas isso não ocorreu. Westendorff, que não estava escalado para se apresentar, foi convidado após um problema na obtenção do visto impedir a vinda do abduzido Travis Walton.

Robert Salas, em sua apresentação “20 Anos de Experiência com UFOs”, apresentou impressionantes relatos de militares que estavam de serviço em diversas bases aéreas dos Estados Unidos quando tiveram extraordinários casos de contatos com UFOs. Salas decreveu também a própria experiência, ocorrida enquanto servia na Base da Força Aérea de Malmstrom. Em 24 de março de 1967, na instalação chamada de Oscar Flight, os mísseis balísticos ali estacionados foram desativados simultaneamente à aparição de UFOs sobre a área. O coronel Frederick Meiwald, antigo comandante de Salas, confirmou esse fato. Outro acontecimento similar ocorreu na instalação Echo, cujos mísseis igualmente ficaram inoperantes diante da presença de UFOs no local. Salas diz: “Os extraterrestres sabem de nossa capacidade bélica e estão prontos para impedir uma guerra nuclear”.

Wellaide Cecin, a médica responsável pela Unidade Sanitária de Colares no final de 1977, durante a onda ufológica chamada de fenômeno chupa-chupa, que deu origem à Operação Prato da Força Aérea Brasileira, apresentou uma das mais concorridas palestras do evento. Ela relatou os impressionantes acontecimentos daqueles dias, incluindo as pressões que sofreu dos militares, comandados pelo então capitão Uyrangê Hollanda, para que ocultasse dos moradores a verdade a respeito do que estava se sucedendo. Assim, o I Fórum Mundial de Contatados terminou com um saldo extremamente positivo, gerando inúmeras matérias na imprensa, em veículos como O Estado de São Paulo, Diário Catarinense e a RBS TV, afiliada local da Rede Globo. Os participantes presenciaram um debate do mais alto nível e o pioneirismo do evento seguramente será um exemplo para a Ufologia Brasileira, que vive um momento especial com a prometida abertura ufológica aguardada para as próximas semanas.

Site oficial do I Fórum Mundial de Contatados

Trailer oficial do I Fórum Mundial de Contatados

Página do I Fórum Mundial de Contatados no Facebook

Site do Hotel SESC Cacupé

Matéria do programa Estúdio SC

Reportagem da RBS TV com entrevista de A. J. Gevaerd

Reportagem da RBS TV com entrevista de Wellaide Cecin

Militar que denunciou que UFOs vigiam nossos arsenais atômicos virá ao Brasil

Maior especialista do mundo em abduções estará em Florianópolis

Ufólogos e contatados se reunirão em evento inédito

Pesquisas de abduções no Fórum Mundial de Contatados

Estudos sobre abduções serão destaque no I Fórum Mundial de Contatados

A Operação Prato no I Fórum Mundial de Contatados

I Fórum Mundial de Contatados é um sucesso

Saiba mais:

Livro: Perigo Alienígena no Brasil


crédito: Revista UFO
Perigo Alienígena no Brasil
Perigo Alienígena no Brasil

A ideia angelical e benevolente que muita gente tem dos seres extraplanetários que nos visitam em seus fantásticos veículos espaciais cai por terra quando se olha com atenção a casuística ufológica nordestina. A situação é alarmante e vem sendo estudada por ufólogos locais e estrangeiros há décadas. Entre esses, o maior conhecedor do assunto é o veterano jornalista norte-americano Bob Pratt, que esteve dezenas de vezes na região. Perigo Alienígena no Brasil é a versão nacional da obra UFO Danger Zone, que lançou nos EUA, onde é sucesso há vários anos.

DVD: Abduções: Desvendando a Mente Alienígena

Já está no ar a Edição 72 da Revista UFO. Aproveite!

Junho de 2013

O encontro dos mistérios