DESTAQUE

PRG discorre sobre resposta da Casa Branca ao pedido de desacobertamento

Por
14 de Novembro de 2011
Comunicado do OSTP pode surtir efeito inverso ao esperado pela Casa Branca
Créditos: philipgarcia

64 anos após os discos voadores se tornarem um fenômeno mundial, pela primeira vez uma posição formal sobre ele foi emitida pelo departamento executivo do governo dos Estados Unidos [Veja Casa Branca nega possuir evidências da presença alienígena na Terra]. Na sexta-feira, 04 de novembro, o Escritório de Política Científica e Tecnológica da Casa Branca (OSTP) respondeu às duas petições submetidas ao site We The People. Uma delas foi realizada pelo Paradigm Research Group (PRG) [Veja Petição na Casa Branca exige desacobertamento da presença alienígena na Terra]

[Como resposta à petição] O pesquisador Phil Larson, do OSTP, escreveu: "O fato é que nós não temos evidência credível da presença extraterrestre aqui na Terra."

Infelizmente, para o OSTP e para a administração Obama, esta afirmação é falsa. Além disso, considerando-se que aproximadamente 50% da população dos EUA está convencida sobre a presença extraterrestre, e mais de 80% acredita que o governo não está dizendo a verdade sobre o Fenômeno UFO, este fato é embaraçoso. Há somente quatro explicações possíveis para esta declaração:

1) É uma mentira política. Seja lá o que for que a equipe executiva possa saber sobre a evidência extraterrestre, a administração não pode reconhecer que está ciente disto, para assim proteger as prospecções políticas presidenciais das próximas eleições.

2) É uma mentira para a segurança nacional. A administração não pode reconhecer que está ciente sobre a evidência deste fenômeno, pois se trata de um caso de segurança nacional. O que significa que as pessoas não podem enfrentar a verdade.

3) Demonstra que a atual equipe executiva do governo dos Estados Unidos, inclusive uma parte substancial dos militares e conselheiros de ciência e inteligência, desconhece o grande volume de evidências de uma presença extraterrestre que tem se acumulado, em seis décadas, por um extraordinário movimento de cidadãos para o conhecimento da verdade. O que significa que a administração é tanto ignorante, quanto incompetente.

4) A declaração está correta e a acumulação de evidências mencionada acima é simplesmente um mal entendido mundial que vem ocorrendo há 60 anos.

Não há outras possíveis explicações, e em seu devido tempo as autoridades administrativas terão que defender sua declaração formal baseadas em uma das alternativas supracitadas.

O PRG convida a imprensa política para examinar modestamente a matriz de evidências por trás da realidade extraterrestre e considerar um desafio à posição da administração Obama, naquilo que é facilmente o mais importante assunto no mundo hoje.

Tais ações poderão incluir:

1) Examinar o que foi dito por pessoas de alto escalão e posições, durante muitas décadas. Clique aqui.

2) Examinar um banco de dados de milhares de avistamentos por pilotos em pleno vôo. Este banco de dados é gerenciado pela National Aviation Reporting Center on Anomalous Phenomena [Central Nacional para a Informação de Fenômenos Anômalos, NARCAP].

3) Examinar os seguinte livros: UFOs and the National Security StateVol. 1 e Vol. 2 (Dolan), UFOs and Nukes (Hastings), Witness to Roswell (Carey/Schmitt), UFOs: Generals, Pilots and Government Officials Go On the Record (Kean), Missing Times: News Media Complicity in the UFO Cover-up (Hansen), Above Top Secret (Good), Abduction: Human Encounters with Aliens (Mack), Top Secret/Majic (Friedman).

4) Examinar os seguintes documentários: Out of the Blue (Fox/Coleman), UFOs: 50 Years of Denial (Fox), The Day Before Disclosure (Toftenes) [Veja Destino Terra 1 e 2, A Um Passo da Revelação Final, UFOs: Evidências Definitivas e UFOs Aqui, Agora].

5) Examinar as declarações públicas de dois astronautas que são lendas vivas: coronel Gordon Cooper e Dr. Edgar Mitchell.

6) Examinar as testemunhas governamentais que foram agregadas pelo Disclosure Project.

O que foi mencionado acima representa somente uma pequena fração da evidência que a Casa Branca agora formalmente alega que não é credível, ou que não existe; e há mais uma área de pesquisa que a imprensa política poderá comprometer — com um aspecto irônico.

Desde o início de 1993 até o final de 1996, o bilionário Laurance Rockefeller engajou a administração Clinton, por intermédio do OSTP, para convencer o então presidente Clinton a liberar todos os arquivos relacionados aos assuntos sobre UFOs e ETs e finalizar o embargo à verdade. Por que este fato é relevante à administração atual?

O grupo de pessoas que, na época, ou estavam diretamente envolvidos, ou sabiam sobre o que ficou sendo chamado de "A Iniciativa Rockfeller", incluia: Bill Clinton, Hillary Clinton (Secretária de Estado), John Podesta (co-diretor da transição Obama), Webster Hubbell, Leon Panetta (Diretor da CIA/Secretário da Defesa), Dr. John Gibbons – envolvidos; Albert Gore, Bill Richardson (governador do Novo México) – sabiam.

Nenhuma destas autoridades de alto nível jamais falou publicamente sobre a Inciativa Rockefeller, ou foi perguntada sobre ela em público pela imprensa política.

Talvez tenha chegado a hora da mudança.

Em breve, o diretor executivo do PRG, Stephen Bassett, irá submeter aos apropriados jornais para consideração, um extenso comentário quanto a posição tomada pelo OSTP.
Leia também:


México também quer liberação oficial de documentos ufológicos

O movimento global de abertura para a realidade ufológica precisa de ações firmes


PRG lançou o projeto "Dia Mundial do Desacobertamento"

Céticos estariam revelando fatos sobre a existência dos extraterrestres


Comando da Aeronáutica cumpre Portaria e desclassifica pastas ufológicas inéditas

Resposta do Ministério da Defesa ao segundo RIC da Câmara dos Deputados


Algumas das mais fortes evidências ufológicas sob atenção mundial

Jornalistas que desviam da Ufologia falham com seus leitores

UFOs causam preocupação imediata à aviação civil e militar de todo o mundo

Todas as palestras e depoimentos do National Press Club já estão disponíveis

Políticos, pilotos e militares dizem o que sabem sobre UFOs em livro

A abertura ufológica é um fato, mas nunca se saberá toda a verdade sobre os UFOs


Os governos têm muita informação sobre os UFOs, mas não revelam à sociedade


A verdade é mantida longe do conhecimento da humanidade por interesses e conveniências

A manipulação de informações ufológicas é feita por uma elite econômica mundial

Michio Kaku fala sobre provável origem extraterrestre de alguns UFOs


Conheça os novos lançamentos da Videoteca UFO, clique sobre os títulos, acesse as descrições e detalhes:

crédito: Videoteca UFO
Documentários exclusivos e legendados
Documentários exclusivos e legendados

UFOs: Evidências Definitivas

Vai muito além do básico e apresenta revelações inéditas sobre o avistamento múltiplo de naves alienígenas sobre a Base de Lançamento de Mísseis de Malmstrom, em Montana, onde danificaram as ogivas nucleares ali instaladas. Além de fantásticas ocorrências de objetos submarinos não identificados (OSNIs) na costa americana e casos que mudaram a história da humanidade

No Rastro dos Deuses - Coleção Descobrindo o Peru (II)

É o segundo episódio da referida e premiada coleção, um documentário fascinante que mostra a aventura de pesquisadores italianos que mergulharam na complexa história do Império Inca para confirmar se sua sabedoria realmente tem origem alienígena, e chegam a espantosas conclusões.

UFOs Aqui, Agora

Reúne testemunhas ufológicas de inquestionável credibilidade, como o coronel Charles Halt, que viu um UFO aterrissado na Base Aérea de Bentwaters; o governador do Arizona Fife Symington; o piloto de caça Oscar Santa Maria, que perseguiu um disco voador no Peru; o general da Força Aérea Francesa Denis Letty; e o porta-voz da Casa Branca nos governos Clinton e Obama John Podesta. Além de pesquisadores, astronautas, pilotos e celebridades.
Veja o pacote promocional com grande desconto

Já está no ar a Edição 183 da Revista UFO. Aproveite!

Novembro de 2011

Estaríamos mais próximos de realizar viagens espaciais?