DESTAQUE

Faleceu Edgar Mitchell

Por
06 de Fevereiro de 2016
Edgar Mitchell manifestou-se em várias ocasiões contra o acobertamento ufológico
Créditos: Collect Space

Edgar Mitchell, piloto do módulo lunar da Apollo 14, faleceu na última quinta-feira, 04 de fevereiro, aos 85 anos de idade. O triste fato se deu na véspera da comemoração dos 45 anos da missão lunar da qual tomou parte, a Apollo 14. O voo teve início com o lançamento, em 31 de janeiro de 1971, seguido pelo pouso em 05 de fevereiro, com o retorno à Terra em 09 de fevereiro de 1971, pousando no Oceano Pacífico. A exploração lunar ocorreu na Formação Fra Mauro, objetivo da Apollo 13 que, entretanto, teve que abortar a missão e retornar à Terra devido a um defeito.

A missão Apollo 14, entretanto, não foi livre de problemas. Antes de separar-se ainda em órbita lunar, o Módulo Lunar exibiu a luz de abortar, o que poderia significar um problema caso acionassem o motor de descida. Mitchel precisou corrigir o programa do computador por meio de 80 toques em teclas, o que fez faltando 30 segundos para abortar. Depois, a 6.100 m da superfície, o radar de pouso não funcionou, e a 3.050 m de altitude precisariam desistir e regressar. Comandos enviados desde o Controle da Missão corrigiram a falha, e Edgar Mitchell e o comandante Alan Shepard pousaram em segurança. Eles permaneceram 33 horas e 31 minutos na Lua, instalando instrumentos científicos e colhendo 43 kg de rochas utilizando um pequeno carro que puxavam, que somente sua missão usou. Eles se aproximaram a 30 m da Cratera Cone, porém precisaram voltar pois as câmeras do Módulo Lunar não os captavam claramente, dificultando a orientação pelo Controle da Missão.

A missão tornou-se famosa pelas tacadas de golfe de Alan Shepard, o único golfista na Lua até hoje, e após se reunirem ao piloto Stuart Roosa regressaram à Terra. No caminho de volta, por sua conta, Edgar Mitchell realizou experimentos de percepção extrassensorial, que revelou publicamente após o regresso. Ele foi selecionado como astronauta pela NASA em 1966, e foi tripulante reserva das Apollo 9 e 10. Quando a Apollo 13 teve seu problema no caminho da Lua, Edgar Mitchell trabalhou no simulador para descobrir como pilotar o Módulo Lunar ainda acoplado à nave principal, o que auxiliou na operação de salvamento. Depois ele foi condecorado com a Medalha Presidencial da Liberdade, a mais alta condecoração civil dos Estados Unidos.

DEFENDENDO A PESQUISA UFOLÓGICA

crédito: NASA
Edgar Mitchell na Lua, durante a missão Apollo 14
Edgar Mitchell na Lua, durante a missão Apollo 14

Nascido em 17 de setembro de 1930, Edgar Mitchell era bacharel em planejamento industrial e engenharia aeronáutica, e doutor em aeronáutica e astronáutica. Entrou na Marinha norte-americana em 1952, sevindo a bordo dos porta-aviões USS Bon Homme Richard e USS Ticonderoga, e após decidir se tornar astronauta com o lançamento do Sputnik 1 em 1957 trabalhou em projetos de pesquisa incluindo o Laboratório Orbital Tripulado (MOL). Mitchel ainda foi reserva da tripulação da Apollo 16 antes de deixar a NASA e a Marinha em 1972. Fundou o Instituto de Ciências Noéticas em 1973, para patrocinar pesquisas sobre a natureza da consciência e outros fenômenos, e tornou-se ativo defensor do estudo ufológico, embora afirmasse nunca ter tido um avistamento.


Edgar Mitchell foi cofundador da Associação dos Exploradores Espaciais, uma instituição que reúne todos os homens e mulheres que voaram no espaço, e foi diretor da Associação Escolar dos Astronautas, que incentiva e premia estudantes que seguem carreiras na ciência e engenharia. Escreveu vários livros, incluindo The Way of Explorer e um livro infantil, Earthrise: My Adventures as an Apollo 14 Astronaut. Em 2014 o astronauta foi convidado para participar do VI Fórum Mundial de Ufologia (III UFOZ 2014), porém problemas de saúde impediram sua vinda. Edgar Mitchell faleceu em uma instituição de cuidados médicos durante o sono, deixando duas filhas, três filhos adotivos, nove netos e um bisneto. Agora restam vivos somente sete dos doze astronautas que andaram na Lua, mas seu legado estará sempre presente.

Site da Associação dos Exoploradores Espaciais

Site da Fundação Escolar dos Astronautas

Galeria de imagens da Apollo 14

Confira como funcionava uma missão Apollo neste infográfico

Site do Instituto de Ciências Noéticas

Astronauta da Apollo 14 afirma que incidente de Roswell foi real

Edgar Mitchell não confirma matéria de jornal

Completam-se 45 anos do pouso lunar da Apollo 11

Encontrado local de impacto de foguete na superfície lunar

Acobertamento ufológico precisa acabar, diz ex-astronauta

Saiba mais:

Livro: Dossiê Cometa

DVD: Pacote NASA: 50 Anos de Exploração Espacial

crédito: Revista UFO
Pacote NASA: 50 Anos de Exploração Espacial
Pacote NASA: 50 Anos de Exploração Espacial

Veja em 50 Anos de Exploração Espacial os momentos mais emocionantes da trajetória da NASA, desde o primeiro homem em órbita até as missões do ônibus espacial. A série contém ainda detalhes do funcionamento de satélites espiões, do desenvolvimento da Estação Espacial Internacional e da implantação do telescópio Hubble. Conheça a verdadeira razão de não voltarmos mais à Lua e descubra que o destino agora é Marte, Vênus, Júpiter e mundos além do Sistema Solar, e quais são os planos da NASA para alcançá-los.

Já está no ar a Edição 212 da Revista UFO. Aproveite!

Junho de 2014

Não é somente aqui na Terra