DESTAQUE

Curiosity completa um ano marciano em missão

Por
11 de Julho de 2014
O Curiosity no dia marciano 613 da missão; problemas nas rodas não devem impedir seu prosseguimento, de acordo com a NASA
Créditos: NASA

O veículo mais caro e sofisticado já enviado a outro mundo, o rover Curiosity da NASA, completou no último 24 de junho um ano marciano desde sua chegada ao planeta, em 05 de agosto de 2012. A missão principal do robô era explorar a imensa Cratera Gale, em Marte, um local onde as sondas orbitais identificaram a presença de água no passado marciano. A missão entrou definitivamente para a história da ciência com a descoberta de elementos essenciais à vida, como carbono, oxigênio, hidrogênio e outros, anunciada em 12 de março de 2013.

Essa descoberta comprovou que Marte teve condições de abrigar vida há bilhões de anos, antes mesmo que esta surgisse na Terra. O veículo investigou outros locais em sua rota, além de medir os níveis de radiação para determinar a viabilidade de uma missão tripulada ao Planeta Vermelho. Prossegue, entretanto, o mistério da presença de metano em Marte, detectado pela sonda orbital europeia Mars Express, mas não pelo Curiosity. Em julho de 2013, finalmente, o rover deixou o local batizado Yellowknife Bay, próximo a seu ponto de pouso, e inicou a jornada até o Monte Sharp, de 5,5 km de altura, em cujas encostas encontram-se várias camadas expostas de terreno que podem contar muito a respeito do passado de Marte.

Um problema que a missão tem enfrentado, entretando, são os inesperados danos às rodas de alumínio do robô. As rochas na Cratera Gale são de um tipo que as sondas anteriores, como o Opportunity também da NASA, nunca havia encontrado. E devido à sua dureza existem rachaduras e até buracos em algumas das seis rodas do Curiosity, e os técnicos da NASA têm experimentado no duplo do rover aqui na Terra a fim de minimizar os danos. Eles têm usado imagens da sonda Mars Reconnaissance Orbiter para escolher caminhos menos acidentados, e feito o rover andar de ré por alguns trechos, na tentativa de não aumentar o problema. A NASA igualmente tem feito uploads de novas rotinas nos computadores de bordo do Curiosity, para que exista um controle maior sobre as rodas. Os cientistas da missão estão confiantes que apesar dos problemas a missão seguirá sendo um grande sucesso.

Assista abaixo a um vídeo condensando o primeiro ano do Curiosity em Marte:



Um vídeo explicando como o Curiosity tira um "selfie":



NASA testa veículo no formato de disco voador para pouso em Marte

Objeto brilhante em imagem do rover Curiosity

Mistério da rocha marciana desvendado

Marte teve condições de abrigar vida

Saiba mais:

Livro: Dossiê Cometa

DVD: Pacote NASA: 50 Anos de Exploração Espacial


crédito: Revista UFO
Pacote NASA: 50 Anos de Exploração Espacial
Pacote NASA: 50 Anos de Exploração Espacial

Veja em 50 Anos de Exploração Espacial os momentos mais emocionantes da trajetória da NASA, desde o primeiro homem em órbita até as missões do ônibus espacial. Reveja o incrível vôo de John Glenn na missão Friendship 7, o sucesso da Apollo 11 e os primeiros passos de Neil Armstrong na Lua, as viagens seguintes ao satélite e as operações conjuntas com a nave soviética Soyuz. Conheça a verdadeira razão de não voltarmos mais à Lua e descubra que o destino agora é Marte, Vênus, Júpiter e mundos além do Sistema Solar, e quais são os planos da NASA para alcançá-los.

Já está no ar a Edição 212 da Revista UFO. Aproveite!

Junho de 2014

Não é somente aqui na Terra