DESTAQUE

Objeto brilhante em imagem do rover Curiosity

Por
11 de Abril de 2014
No lado esquerdo superior, um suposto objeto brilhante fotografado em Marte pelo rover Curiosity
Créditos: NASA

O rover Curiosity da NASA continua ganhando as manchetes mundiais, enquanto começa a analisar um local batizado como Kimberley, que os cientistas da missão consideram ser de grande interesse geológico. As discussões agora se concentram em fotos obtidas pelas câmeras de navegação, montadas no mastro do robô, em 03 de abril. A imagem, obtida pela câmera de navegação (Navcam) do lado direito, exibe um objeto brilhante a distância.

Um indivíduo chamado de Scott Waring escreveu um texto para o site UFO Sightings Daily alegando ser uma fonte de luz artificial em Marte. Contudo, aparentemente o objeto brilhante está distante demais para que se tire qualquer conclusão a respeito. E Waring é conhecido também pela alegação refutada de o rover haver fotografado um suposto rato na superfície de Marte. Entretanto, está claro ser impossível a existência ali de qualquer criatura mais complexa, devido à atmosfera extremamente rarefeita e às radiações solares.

Os cientistas da missão buscam explicar a imagem como sendo talvez a superfície reflexiva de uma rocha, atingida pelos raios solares e produzindo o brilho visto na foto. Um raio solar também poderia ter atingido a câmera do rover e produzido um reflexo. Porém, uma imagem do mesmo dia e do mesmo local, tomada pela Navcam esquerda, não exibe nada de anormal. Isto indica, de acordo com especialistas, que o pretenso UFO pode ser na verdade produto de raios cósmicos. Uma partícula subatômica carregada pode ter atingido a câmera no momento da foto e produzido o brilho, que sequer estava no ambiente fotografado.

FENÔMENO É RECORRENTE EM IMAGENS DOS ROVER EM MARTE

Existem exemplos, como este, de um pequeno ponto brilhante produzido por uma dessas partículas sobre uma rocha na superfície de Marte. O astrônomo e divulgador científico Phill Plait chegou inclusive a produzir uma imagem GIF animada, que pode ser vista clicando aqui, sobrepondo as imagens das Navcam direita (que flagrou o brilho) e esquerda (em cuja imagem nada aparece). A atmosfera da Terra filtra esses raios cósmicos, que não produzem esse tipo de efeito em fotos, mas no espaço e na superfície de Marte, onde a atmosfera é rarefeita, essas partículas não são freadas. Um reflexo em uma pedra distante ou uma fonte artificial deveria ser captada por ambas as câmeras. As evidências portanto acabam sendo favoráveis à explicação dos raios cósmicos.

Imagens da missão no site oficial

Fotografias da superfície de Marte obtidas pelo Curiosity

Marte teve condições de abrigar vida

Coeditor da UFO lança mais um livro, agora abordando os mistérios de Marte

Mistério da rocha marciana desvendado

Mais um meteorito marciano pode conter provas da existência de vida

Saiba mais:

Livro: Dossiê Cometa

crédito: Revista UFO
Dossiê Cometa
Dossiê Cometa

O Dossiê Cometa é o relatório da entidade homônima francesa – o Comitê Cometa – que analisou as evidências mais marcantes da atuação de ETs em nosso planeta, através de avistamentos e aterrissagens de UFOs que se prolongam há milênios e dos contatos com seus tripulantes. O livro apresenta casos ufológicos marcantes ocorridos na França e em todo o mundo, incluindo pousos de UFOs com marcas físicas, perseguições a aviões civis e militares com depoimentos dos pilotos, interferências em redes elétricas e casos em que ETs abordaram seres humanos.

DVD: Pacote NASA: 50 Anos de Exploração Espacial

Já está no ar a Edição 77 da Revista UFO. Aproveite!

Abril de 2014

O primeiro de muitos passos