DESTAQUE

V Fórum Mundial de Ufologia almeja levar discussão sobre os UFOs para a ONU

Por
10 de Outubro de 2013
A ONU, o melhor fórum para a discussão dos UFOs no interesse de toda a humanidade
Créditos: Arquivo Revista UFO

A Ufologia Mundial passa por momentos de grande mobilização atualmente, aproveitando a liberação de documentação antes classificada por vários governos, que tem ocorrido regularmente desde 2008. Um dos países de maior destaque nesse movimento tem sido o Brasil, que graças à campanha UFOs: Liberdade de Informação Já, movida pela Revista UFO, já têm publicadas no Arquivo Nacional e no site da Revista UFO milhares de páginas de documentos, comprovando inequivocamente a presença de estranhos objetos em nossos céus.

Contudo, os pesquisadores da Ufologia Brasileira e Mundial sabem que isso é apenas a ponta do iceberg e que muito esforço ainda terá de ser despendido, pois as páginas mais contundentes permanecem guardadas sob o manto de segredos oficiais. Evidentemente esse fato não se restringe ao Brasil, um dos exemplos sendo a Inglaterra. Lá, a recente liberação de vários arquivos foi apontada por Nick Pope, que está no II UFOZ 2013, como cortina de fumaça, no intuito de fazer arrefecer o interesse nos UFOs por parte da sociedade e do Parlamento britânicos.

Cultura de segredos

O país que certamente possui mais segredos quanto às evidências das visitas alienígenas a nosso planeta, os Estados Unidos, sequer participou das recentes fases de abertura e apoio à pesquisa ufológica. Natural, portanto, que surja lá um importante movimento, comandado pelo ativista e ufólogo Stephen Bassett, e que neste ano organizou as Audiências Públicas sobre Abertura. Esse grande evento, realizado em Washington entre o final de abril e começo de maio de 2013, contou com a participação de políticos, jornalistas e pesquisadores, repetindo o mesmo formato de uma audiência pública no Congresso norte-americano.

Com decisiva participação do ex-senador norte-americano Mike Gravel, que criticou duramente a política de acobertamento do governo dos Estados Unidos, o evento teve ainda a presença que se revelou fundamental da Ufologia da América do Sul, liderada por A. J. Gevaerd, editor da Revista UFO, e Wilson Picler, educador e suplente de deputado. Foram apresentados fatos que surpreenderam todos os presentes, e Gevaerd e Picler participaram a seguir de uma reunião, com Bassett, Gravel e outras personalidades, a fim de estabelecer quais seriam os próximos passos do movimento para liberdade de informações ufológicas.

Com sugestões fundamentais dos brasileiros, o grupo de trabalho chegou à conclusão que o assunto dos discos voadores precisa ser debatido abertamente, diante de todos e para benefício da população mundial. O fórum mais adequado para tanto é a Organização das Nações Unidas (ONU), e foi finalmente estabelecida a meta de organizar e colher apoios nos países participantes das Audiências Públicas sobre Abertura, a fim de que a discussão sobre os UFOs seja feita.


Traçando o futuro da Ufologia

A meta é ambiciosa, mas também era o pedido de abertura de arquivos do governo brasileiro e a colaboração entre militares e ufólogos em nosso país. Para atingir essa meta, foi assinada no IV Fórum Mundial de Ufologia, ou I UFOZ 2012, a Carta de Foz do Iguaçu. O resultado assombrou a audiência norte-americana, quando apresentado nas Audiências Públicas sobre Abertura, concretizando-se na forma de uma reunião com representantes das Forças Armadas no Ministério da Defesa, em Brasília, no histórico dia 18 de abril de 2013. Os norte-americanos compararam o feito da Ufologia Brasileira a eles próprios serem recebidos no Pentágono, sede do Departamento de Defesa daquele país, para tratar de UFOs.

crédito: Arquivo Revista UFO
Bassett, Pope, Friedman, Ramalho
Bassett, Pope, Friedman, Ramalho

A discussão sobre Ufologia e vida extraterrestre em fóruns de debate de nível mundial não é novidade. Em novembro de 1978, na ONU, aconteceu uma conferência após um pedido do primeiro-ministro de Granada, Sir Eric Gairy, para o estabelecimento de uma organização de pesquisa ufológica no órgão. Infelizmente o pedido não foi aceito pela Assembleia-Geral, mas ainda naquele mês ocorreu uma reunião na Comissão de Política Espacial, com participação de notáveis como J. Allen Hynek, Stanton Friedman e Jacques Vallée, além de militares e políticos. Infelizmente, também nessa ocasião não houve resultados concretos.


Entretanto, recentemente diversos organismos têm se mostrado mais abertos para discutir a questão ufológica. Em 2011 a Royal Society publicou em sua revista Philosofical Transactions uma série de artigos discutindo as repercussões da confirmação da existência de vida extraterrestre para a sociedade mundial. Neste ano, em janeiro, foi realizado em Riad, na Arábia Saudita, o Fórum Global de Competitividade, que no dia 23 presenciou um debate sobre UFOs e vida alienígena com participação de Jacques Vallée, Stanton Friedman, Michio Kaku, Nick Pope e Zaghloul el Naggar, professor de ciências terrestres. Algumas das mais extraordinárias declarações vieram do físico Michio Kaku, para quem não resta qualquer dúvida de que iremos futuramente encontrar nossos vizinhos cósmicos.

V Fórum Mundial de Ufologia e uma nova proposta

De todos os mencionados, Stanton Friedman, Nick Pope e Stephen Bassett estarão no V Fórum Mundial de Ufologia, que acontecerá em Foz do Iguaçu entre 21 e 24 de novembro próximos, nas instalações do Hotel Golden Tulip. E como aconteceu na edição anterior, será apresentada para ser assinada por todos os presentes uma nova Carta de Foz do Iguaçu, que terá como ponto central a proposta da Ufologia Mundial de levar o assunto UFO para a Organização das Nações Unidas. O coeditor Fernando Ramalho irá apresentar os resultados da versão anterior da Carta e quando o novo documento estiver pronto e assinado, será encaminhado por Stephen Bassett e sua organização, o Paradigm Research Group, bem como pela Revista UFO, aos canais competentes para que esse grande objetivo seja cumprido.

As inscrições para o II UFOZ 2013, ou V Fórum Mundial de Ufologia, estão se esgotando, portanto recomendamos a todos que desejarem participar de mais esse evento histórico que se apressem, acessando o site oficial do evento, onde todas as informações como inscrição, programação e outras estão disponíveis. A recente participação do editor da Revista UFO e organizador do evento, A. J. Gevaerd, no programa Mais Você da Rede Globo aumentou ainda mais o interesse pelo congresso, que será o maior do ano. Participe também da comunidade do II UFOZ 2013 no Facebook e confira o trailer do evento, clicando nos links abaixo.

V Fórum Mundial de Ufologia (II UFOZ 2013), de 21 a 24 de novembro de 2013

Assista ao trailer do II UFOZ 2013 abaixo:





Visite o site oficial do II UFOZ 2013 clicando aqui.

Visite o site oficial da agência Frontur Eventos clicando aqui.

Conheça a comunidade II UFOZ 2013 no Facebook clicando aqui.

ETs estariam passando uma mensagem à humanidade por meio das abduções alienígenas.

Saiba mais:

Livro: UFOs: Arquivo Confidencial

DVD: Pacote DVDs UFOZ 2012


crédito: Revista UFO
Pacote DVDs UFOZ 2012
Pacote DVDs UFOZ 2012

Este pacote com 17 DVDs e um total de 16 horas contém algumas das principais conferências apresentadas por ufólogos de variados países no IV Fórum Mundial de Ufologia, promovido pela Revista UFO em Foz do Iguaçu, em dezembro de 2012. O evento foi a maior discussão sobre discos voadores já ocorrida no Brasil em todos os tempos, com mais de 30 expositores de renome mundial. O IV Fórum Mundial de Ufologia resultou na emissão da Carta de Foz do Iguaçu, que levou o Ministério da Defesa a se declarar positivo quanto à abertura de novos documentos ufológicos das Forças Armadas brasileiras.

Já está no ar a Edição 203 da Revista UFO. Aproveite!

Agosto de 2013

O todo é maior do que a soma das partes