DESTAQUE

Documento da CIA reconhece a existência da Área 51

Por
16 de Agosto de 2013
Pela primeira vez documentos liberados pelo governo norte-americano reconhecem a existência da Área 51
Créditos: Arquivo UFO

A Área 51, instalação ultrassecreta situada no estado norte-americano de Nevada, tem ocupado o imaginário popular e sido alvo de investigações e incontáveis artigos da Ufologia por décadas. Agora, documentos oficiais da Agência Central de Inteligência (CIA), publicados no Arquivo de Segurança Nacional da Universidade George Washington confirmam de forma oficial que de fato a Área 51 existe.

Os documentos foram obtidos graças a um requerimento feito em 2005 com base na Lei de Liberdade de Informações norte-americana, e entre várias outras bombásticas informações está um mapa do estado de Nevada, fazendo fronteiras com Oregon, Califórnia e Arizona, e no setor onde está assinalado o Deserto de Mojave estão destacados não apenas a Área de Testes de Nevada, como também o Lago Groom e a Área 51, pela primeira vez com essa designação em um documento oficial.

O documento narra a realização do projeto que resultou no avião espião U-2, e também o posterior desenvolvimento do Projeto Oxcart, que deu origem ao SR-71 Blackbird. No começo dos anos 1950 os Estados Unidos necessitavam de um local de testes remoto a fim de testar aeronaves secretas como o próprio U-2, capaz de voar a altitudes superiores a 25.000 m. Em 12 de abril de 1955 o deserto de Nevada foi sobrevoado em uma ocasião, quando avistaram o Lago Groom. A bordo da aeronave Beechcraft conduzida pelo piloto chefe da Lockheed, Tony LeVier, além do coronel Osmund Ritland, oficial da Força Aérea para o projeto U-2, estava o legendário projetista e líder da Lockheed, Kelly Johnson.

Aquele local pertencia à Comissão de Energia Atômica (AEC) e fazia parte do Campo de Provas de Nevada, onde eram realizados testes nucleares. Todos concordaram que Groom Lake era o local perfeito para uma nova base ultrassecreta. O presidente Dwight Eisenhower aprovou a utilização do local, já chamado de Área 51, consistindo em uma enorme região retangular na parte noroeste do vasto campo de provas. Kelly Johnson apelidou o lugar de Paradise Ranch (Rancho do Paraíso), mais tarde abreviado para somente The Ranch (O Rancho).

crédito: The National Secutiry Archive
Mapa de Nevada onde pela primeira vez é oficialmente assinalada a Área 51
Mapa de Nevada onde pela primeira vez é oficialmente assinalada a Área 51

Os primeiros aviões chegaram à Área 51 em 25 de julho e o primeiro teste documentado ocorreu em 04 de agosto de 1955. Em 1957 a Força Aérea assumiu a base após a CIA considerar seus testes encerrados, continuando a utilizá-lo até hoje. Inúmeros outros programas ocorreram ali, como o desenvolvimento da já mencionada família do SR-71 Blackbird e também do F-117, o primeiro avião com tecnologia stealth ou furtiva, para aparecer pouco em radares, todos da Lockheed. A Área 51 igualmente serviu para testar com bastante discrição aeronaves de nações inimigas, como um Mig 21 russo conforme mostra este vídeo e esta reportagem da revista Airforcemag. Quanto à conexão alienígena defendida pela Ufologia, muitos dos veículos da imprensa a darem esta mesma notícia afirmam que continuará a fazer parte do folclore em torno da base, cabendo à Ufologia continuar reunindo evidências a respeito.

Leia o documento A História Secreta do U-2, que confirma a existência da Área 51

Documento da CIA narrando os projetos U-2 e Oxcart, com referências à Área 51

VANT utilizado por jornal confundido com UFO durante protesto

Liberação de arquivos é cortina de fumaça, diz Nick Pope

VANT X-47B realiza primeiro pouso em porta-aviões

Saiba mais:

Livro: Quedas de UFOs

DVD: Revelando os Segredos da Área 51

crédito: Revista UFO
Revelando os Segredos da Área 51
Revelando os Segredos da Área 51

A instalação militar mais secreta e protegida do mundo é, reconhecidamente, a Área 51, que fica no Deserto do Nevada, Estados Unidos. É nela que o governo norte-americano esconde naves extraterrestres acidentadas que consegue resgatar, assim como seus tripulantes, vivos ou mortos. Cientistas das mais diversas especialidades trabalham nos projetos secretos da base, até mesmo naqueles que tentam aproveitar de alguma forma a tecnologia alienígena.

Já está no ar a Edição 161 da Revista UFO. Aproveite!

Janeiro de 2010

Eles estão de volta, e ainda mais desafiadores

UPDATED CACHE