DESTAQUE

A farsa de Marte tão grande quanto a Lua se repete

Por
28 de Agosto de 2013
A Lua, com Vênus abaixo e Marte à direita, em conjunção em 01/12/2002; apesar da mentira que sempre retorna, Marte jamais aparecerá tão grande quanto a Lua
Créditos: Astrofoto.ca

Em 27 de agosto de 2003, Marte e Terra estiveram muito próximos, separados por meros 56 milhões de quilômetros, a maior aproximação em 60.000 anos. A olho nu, o Planeta Vermelho brilhava como uma estrela de magnitude -2,9. Esse evento é conhecido como oposição e acontece quando uma órbita exterior à da Terra atinge um ponto que é o exato oposto da posição do Sol em relação a nosso planeta. No caso de Marte, esse fenômeno acontece a cada 2,13 anos.

Infelizmente, na era da Internet, aparentemente a velocidade das fraudes e mentiras é muito superior àquela da verdade e na mesma época surgiu a absurda alegação de que Marte iria surgir tão grande no céu quanto a Lua cheia. Foi comunicado na oposição de 2003 que o planeta vizinho ofereceria de fato uma visão espetacular, mas para quem o observasse por um telescópio. Os mistificadores evidentemente omitem tal detalhe.

Assim, o mito de que Marte aparecerá tão grande quanto a Lua retorna a cada ano e nem sequer os esforços da comunidade científica e do jornalismo sério consegue impedir a circulação da mentira. Mesmo que, após 2003, Marte tenha atingido oposição somente em 07 de novembro de 2005, a cada mês de agosto a fraude marciana retorna de maneira quase infalível. Neste ano de 2013 a mentira tornou a surgir, desta vez no Facebook, e seu texto diz: "Atenção, em 27 de agosto a 00h30 olhe para o céu. O planeta Marte passará a apenas 55,8 milhões de km da Terra. A olho nu, se parecerá com a Lua cheia, por isso divida esta notícia com seus amigos, pois ninguém hoje vivo já viu isso!"

A fraude marciana repetiu-se até 2010 e felizmente tem perdido força desde então, mas neste retorno mais de 600.000 pessoas no Facebook já tomaram contato com ela, tendo em vista que a imagem mostra a Lua lado a lado com Marte, cuja fonte aparentemente é o site russo Dream Worlds. O impressionante é que a informação verdadeira é extremamente fácil de encontrar, como por exemplo sua distância com relação à Terra. Atualmente esta é de cerca de 320 milhões de km e o planeta aparece na constelação de Gemini, e Marte está se aproximando da Terra. Em 14 de abril de 2014, os dois planetas estarão separados por 57,4 milhões de km.

crédito: NASA
A sonda MAVEN, que deve chegar a Marte em setembro de 2014
A sonda MAVEN, que deve chegar a Marte em setembro de 2014

O período de aproximação entre os planetas, aliás, é o ideal para lançamentos espaciais, como o que ocorrerá entre 18 de novembro a 07 de dezembro próximo, do Cabo Canaveral. Na data a ser estipulada nesse intervalo, a NASA lançará a nave MAVEN, sigla de Missão a Marte de Evolução e Volatilidade Atmosférica. É uma sonda orbital que se dedicará a analisar a atmosfera do planeta vizinho, para ajudar a determinar em qual período de sua história Marte foi habitável. Lançar uma nave para Marte enquanto a Terra se aproxima dele auxilia a utilizar menos combustível para a viagem.

Mas fatos parecem não importar para os mistificadores e os ingênuos ou ignorantes que preferem acreditar neles. O fato de termos sondas em órbita de Marte, e rovers buscando sinais de vida em sua superfície, pouco importa para os que veem "sinais de civilização marciana antiga" atrás de cada foto da superfície obtida por Opportunity ou Curiosity. Também parece ser inútil explicar que, mesmo a máxima aproximação, Marte nunca aparecerá com um tamanho maior que 1/72 da Lua cheia.

Outro fato para mostrar os estragos que o incentivo à ignorância tão em voga fazem ocorreu em 2007, quanto houve um eclipse lunar total em 27 de agosto. No Planetário Hayden, em Nova York, o número de telefonemas atentidos perguntando a respeito da mentira marciana superou o de pessoas questionando a respeito do fenômeno real de eclipse em uma razão de 20 para 1. Um alerta que vale inclusive para a Ufologia, que se quiser ser uma disciplina de credibilidade precisa eliminar certas fantasias também teimosamente duradouras em seu meio.

Refutada alegação de vida alienígena em meteorito

Sai resultado das análises da filmagem de suposto UFO no interior do Rio de Janeiro

Parafuso de 300 milhões de anos é fóssil

Possível origem do meteoro de Chelyabinsk encontrada

Saiba mais:

Livro: Contatados

crédito: Revista UFO
Contatados
Contatados

Um dos mais fascinantes e polêmicos aspectos do Fenômeno UFO é agora dissecado por um dos mais produtivos ufólogos brasileiros. O historiador Cláudio Tsuyoshi Suenaga, consultor da Revista UFO por mais de 12 anos, apresenta em seu primeiro livro uma retrospectiva de todos os mais importantes casos de contatados da Ufologia Moderna, de George Adamski a Sixto Paz, de Billy Méier a Plínio Bragatto, de Aladino Félix a Claude Vorillon Rael. Dezenas de casos de alegados encontros entre humanos e seres extraterrestres ocorridos em todo o mundo são descritos e analisados por Suenaga, que ainda apresenta um panorama dos contatos mediúnicos com aliens, examinando as mensagens recebidas por “porta-vozes cósmicos”.

DVD: I Contatados 2013 - Conferência de Marco Petit

Já está no ar a Edição 66 da Revista UFO. Aproveite!

Agosto de 2012

Um sinal de alerta?