DESTAQUE

UFOs reaparecem em Santo Antonio do Tauá no Pará

Por
04 de Novembro de 2010
Fenômeno UFO torna a ocorrer no Pará. Imagem ilustrativa
Créditos: Ufodigest

Dois homens que estavam caçando na mata de uma fazenda situada entre as localidades Vila dos Remédios e Tracuateua da Ponta, no município de Santo Antonio do Tauá, são as mais novas testemunhas do aparecimento de supostos UFOs no Pará.

Na noite anterior à visita, no último sábado (30), de um grupo de ufólogos aos lugares onde foram avistados dois UFOs, Francinaldo Leal Barbosa e um amigo identificado como Franco foram surpreendidos pelo fenômeno que vem assustando os moradores do município. A localidade de Buralho também foi visitada pelas aeronaves e causou temor aos habitantes.

Barbosa relatou que na noite de sexta-feira (29), três dias depois do avistamento massivo de objetos voadores não identificados em Santa Rita, Vila dos Remédios e Tracuateua da Ponta, testemunharam mais um fato estranho entre os que vôm ocorrendo ultimamente nas três localidades.

Estava caçando junto com Franco numa mata próxima a Vila dos Remédios, se encontrando em um mutá - espécie de madeirado improvisado em uma árvore, onde o caçador se coloca à espera da caça. “Eu estava no mutá quando o Franco atirou em uma caça e errou. Aí vi uma luz ainda fraca atrás de mim. Pensei que era um vaga-lume, mas a luz era mais forte. Ainda estava no mutá quando pude ver minha sombra, assobiei para o Franco e a luz aumentou”, recordou Barbosa.

Ele descreveu o local onde estava como uma área de cobertura das árvores bastante aberta, o que permitiu ver o foco luminoso com clareza. “Foi quando a luz ficou mais forte, tanto que o Franco pôde me ver de onde estava. Ele pensou que era eu quem estava usando uma lanterna. Mas era mais alto, uns oito a 10 metros de altura. Pedi para o Franco atirar nela porque fiquei com medo. Mas ele não quis. Nunca tinha visto isso. Estou acostumado a caçar no mato. Vou voltar para caçar, mas agora vou com receio”, afirmou o rapaz.

O caçador disse que alguém poderia imaginar ter sido um relâmpago, mas que sabe como é presenciar um destes no meio da mata. “Não foi relâmpago porque você vê clarear tudo. Mas o foco era só em mim”, afirmou. “Não ouvi barulho nenhum, apenas a luz, depois apagou e sumiu. Depois disse por Franco: ‘Vamos embora que hoje não é dia de caça’. E viemos embora”, contou.

A notícia de mais este inexplicado fenômeno só foi informada na segunda-feira (01) pela manhã, pois Francinaldo Barbosa não estava na localidade. Por essa razão, este novo fato não chegou ao conhecimento dos pesquisadores que estiveram no município.

Para o biomédico e ufólogo Daniel Rebisso Giese [Entrevistado por A. J. Gevaerd na Edição UFO 114 e autor do livro Vampiros Extraterrestres na Amazônia (Edição particular, 1991)], o caso é muito semelhante aos registrados na época do fenômeno "Chupa-Chupa". “Nos tempos do Chupa-Chupa, em 1977, ocorreu um caso semelhante na área do rio Maguari. Vários caçadores, por estarem em locais afastados, presenciaram esses fenômenos. Um caçador viu uma entidade humanóide flutuando na mata e saia um feixe de luz da mão dele. A criatura foi se aproximando do caçador e ele fugiu com medo. Na época a Aeronáutica chegou a fazer vários filmes no local. Até uma espécie de nave-mãe foi filmada”, discorreu Giese.

O biomédico acredita que estes fatos ocorridos na semana passada em Santo Antonio do Tauá podem indicar um início de uma onda de aparições. “Vai acontecer muito isso. Naves em vôos rasantes, focos de luz, aparições. Isso acaba causando comoção entre as pessoas, pois elas conhecem o que é um avião e sabem que isso não é um. É bom ficar atento, pois podem mudar as incidências dos UFOs para áreas marítimas, como a Baia do Sol, Vigia etc. Serão necessárias pesquisas mais demoradas e vigílias em regiões mais afastadas”, defendeu Giese.

Nota da Redação UFO: A Rodovia PA-140, onde se localizam as comunidades afetadas, dá acesso à PA-241, que vai até a cidade de Colares, como também fornece acessibilidade à PA-412, terminando no município de Vigia [Mapa disponível clicando aqui], duas localidades marcadas na década de 70 pelo Fenômeno Chupa-Chupa, que desencadeou e culminou com a Operação Prato [Veja edições UFO 114, 115, 116 e 117, como também os documentos oficias da OP, prontos para baixar em http://ufo.com.br/documentos/]

Já está no ar a Edição 171 da Revista UFO. Aproveite!

Novembro de 2010

Há humanos escolhidos por extraterrestres?