DESTAQUE

Projeto Contato aborda o Fenômeno UFO de maneira inédita

Por
02 de Dezembro de 2013
As autoras de Projeto Contato defendem que o enfoque universalista é essencial para a evolução da Ufologia
Créditos: Rafael Amorim

Uma das mais novas obras da Biblioteca UFO foi escrita a quatro mãos por duas das mais experimentadas pesquisadoras da Ufologia Brasileira. Margarete Áquila é psicanalista e desde 1999 dedica-se à Ufologia, estudando evidências físicas e manifestações psíquicas e espirituais. Usa a psicanálise para estudar casos de abduzidos e contatados, e graças a isso desenvolveu métodos para que as pessoas possam superar as dificuldades decorrentes dessas experiências. É também musicista e cantora com 8 CDs e 2 DVDs gravados.

Mônica de Medeiros é uma das mais conhecidas e requisitadas pesquisadoras da Ufologia Brasileira, médica formada na Unicamp com graduação na Universidade de Illinois, em Chicago, EUA. Ela é também médium e fundou há vários anos a Casa do Consolador, entidade filantrópica dedicada a trabalhos sociais em benefício de necessitados. Sua formação universitária permite que una de maneira muito bem-sucedida em suas pesquisas a ciência e a espiritualidade, analisando fatos relacionados a inúmeros casos que já pesquisou sob um ponto de vista abrangente. Observar auditórios lotados em suas conferências por todo o Brasil e exterior é algo muito comum, por conseguir apresentar assuntos complexos de maneira didática e acessível.

O livro Projeto Contato, lançado no II Encontro de Ufologia Avançada de São Paulo, realizado na já mencionada Casa do Consolador em 31 de agosto e 01 de setembro de 2013, já é um dos maiores sucessos da Biblioteca UFO. O que tem atraído um número cada vez maior de leitores é o fato de a obra conseguir harmonizar perfeitamente o que de melhor a espiritualidade e a ciência podem oferecer para um melhor entendimento do Fenômeno UFO. As duas autoras buscaram informações inclusive a respeito dos pontos de vista de outros pesquisadores, dedicados aos mais variados campos de estudo ufológicos, buscando reunir as vertentes científica e espiritualista da Ufologia para, nas palavras das duas pesquisadoras, apresentar muito mais perguntas do que respostas.

O entendimento de questões ufológicas leva a mais perguntas

Como disse o editor da Revista UFO e também da Biblioteca UFO, A. J. Gevaerd, no prefácio da obra: "A Ufologia sempre teve mais perguntas do que respostas e sempre terá. Aliás, parece até que, quanto mais perguntas conseguimos responder, mas questionamentos surgem derivados delas. Já dizia o grande pensador ufológico, astrofísico e matemático franco-americano que o Fenômeno UFO se oculta a si mesmo, deixando-se conhecer apenas a alguns poucos. Enquanto isso, o grande pioneiro na área e também astrônomo norte-americano J. A. Hynek dizia que as inteligências por trás do Fenômeno UFO parecem querer jogar dados conosco, mas em uma espécie de jogo interativo, que, quanto mais jogamos, mais necessitamos aprender para prosseguir".

crédito: Revista UFO
Projeto Contato
Projeto Contato

Mônica e Margarete propõem que, a partir dos anos seguintes à Segunda Guerra Mundial e a intensificação do Fenômeno UFO que tem sido documentada por mais de seis décadas de pesquisa ufológica, se pode propor que tais evidências apontam para um processo preparatório para o contato aberto e oficial com a humanidade terrestre. As autoras defendem que, antes mesmo da chegada desse momento histórico, a humanidade deve se preparar para as inevitáveis mudanças que ocorrerão, seguindo-se ao contato oficial com outras civilizações cósmicas. Ainda afirmam que a sociedade terrestre será então convidada a se integrar a uma comunidade cósmica, redescobrindo ao longo desse processo suas origens e destino.

Mônica de Medeiros concedeu uma entrevista para a Revista UFO, apresentando os pontos de vista que agora desenvolve com riqueza de detalhes em Projeto Contato, em parceria com Margarete Áquila, e que foi publicada na edição 145 da publicação. Confira alguns trechos:

- A senhora é considerada uma das precursoras da Ufologia Holística no Brasil por seu trabalho de cura. Mas alguns ufólogos mais ortodoxos ainda refutam para tal prática. O que tem a dizer sobre isso?
Sei que sou apenas uma parte infinitesimal num complexo programa de expansão de horizontes da atual raça humana para sua reintegração cósmica. Minha concepção de Ufologia vai além das evidências físicas, como fotografar naves, ir a lugares de pouso, etc. Já temos provas mais do que suficientes da presença de ETs entre nós. Sempre me fixei no contato com as inteligências que constroem essas naves fantásticas. Ainda mais lógico que suas aparições correspondam a um plano de estabelecerem contato.

- A senhora é daquelas que acredita que a raça humana tenha relevância para as espécies cósmicas que nos visitam?
Certamente. Temos, sim, relevância no contexto deles. Talvez, como crianças birrentas, mas, principalmente, como irmãos esquecidos de outros irmãos. É imprescindível fundamentarmos nossos conhecimentos sobre eles, mas não podemos limitar estes conhecimentos ao plano físico. Em planetas evoluídos, ciência e espiritualismo caminham juntos, somando-se. Aqui isso precisa começar e não há campo mais propício do que a Ufologia.

Leia a entrevista completa de Mônica Medeiros clicando aqui.

Adquira o novo livro de Mônica de Medeiros e Margarete Áquila aqui

Pacote Trabalhos de Mônica Medeiros

Já está no ar a Edição 202 da Revista UFO. Aproveite!

Julho de 2013

Ufologia, terreno das possibilidades infinitas