DESTAQUE

Nave Dragon retorna à Terra após missão

Por
30 de Outubro de 2012
A Dragon no começo da missão, aproximando-se da ISS
Créditos: NASA

Terminou de forma bem sucedida a primeira missão comercial de uma nave construída por uma empresa privada à ISS [Estação Espacial Internacional]. A cápsula Dragon desceu no Oceano Pacífico próximo a costa sul da Califórnia, auxiliada por paraquedas, encerrando a visita de três semanas ao complexo orbital. O lançamento havia sido em 07 de outubro.

A tripulação da estação utilizou o braço robótico para liberar a Dragon, que retornou para a Terra com 758 kg de experimentos, além de amostras de sangue e urina dos astronautas. O material será entregue à NASA, a fim de auxiliar estudos sobre os efeitos da falta de gravidade no corpo humano. A nave da SpaceX é a única em operação atualmente que tem a capacidade de trazer carga desde a órbita.

Os veículos de carga russos, europeus ou japoneses são descartáveis, queimando na atmosfera ao final da missão. Os Estados Unidos, sem veículos próprios desde o fim das operações com os ônibus espaciais em julho de 2011, comemoraram o sucesso da missão e as inéditas capacidades da Dragon. Foi o primeiro de 12 voos que a SpaceX deve realizar sob o contrato de 1,6 bilhões de dólares com a NASA.

A empresa foi fundada pelo bilionário Elon Musk em 2002, e em maio já havia realizado um primeiro voo experimental da Dragon até a ISS. A próxima missão comercial deve acontecer na metade de janeiro. Além da SpaceX, também possui contrato com a NASA a Orbital Sciences Corp para realizar 8 missões, a cargo do foguete Antares e da nave Cygnus. Brevemente deverão também começar os testes com a versão tripulada da Dragon, capaz de levar até 7 astronautas.

Vídeo da partida da Dragon da ISS

Vídeo do pouso no Pacífico

Confira o site da NASA dedicado à ISS

A NASA e as missões comerciais

Saiba mais:

Livro: UFOs na Rússia

DVD: 50 Anos de Exploração Espacial – Parte 3

Já está no ar a Edição 193 da Revista UFO. Aproveite!

Outubro de 2012

Velhos casos, novas perguntas