DESTAQUE

Módulo Philae deve entrar em hibernação

Por
15 de Novembro de 2014
Local de pouso do Philae, fotografado pelo módulo; uma de suas traves de apoio é visível
Créditos: ESA

Conforme já havíamos noticiado no último dia 13, o módulo de pouso Philae permanece na superfície do cometa 67P/Churyumov-Gerasimenko. Infelizmente, após uma série de dois toques com subsequentes saltos, o robô fixou-se em uma região na sombra de uma colina do cometa, onde recebe somente cerca de uma hora e meia de luz solar. Isso é insuficiente para que seus painéis solares recarreguem as baterias a bordo e os cientistas da Agência Espacial Europeia (ESA) optaram por colocar Philae em modo de hibernação.

A histórica e bem-sucedida missão já enviou muitas informações para a Terra, porém o diferente método de trabalho da ESA, em comparação ao da NASA, causará certo atraso na divulgação dos resultados. Enquanto as missões norte-americanas têm seus instrumentos totalmente controlados pela agência, no caso europeu cada pacote científico é propriedade de uma instituição ou equipe, que mantém acesso exclusivo na análise das informações por seis meses. A ESA tem sido criticada pela demora na divulgação dos dados científicos, mas trata-se de filosofias de trabalho diferentes.

A Rosetta seguirá investigando o cometa e conseguiu localizar o local do primeiro toque do Philae em sua superfície. Antes de hibernar o robô ativou todos os seus instrumentos científicos, incluindo uma broca, e em um contato bem-sucedido com a nave-mãe, enviou os dados obtidos. Os cientistas mantém a esperança de que, conforme o 67P/Churyumov-Gerasimenko se aproxime do Sol, o local onde o módulo pousou receba mais luz e este possa despertar para novas análises. Rosetta, enquanto isso, seguirá sua missão, ainda procurando Philae na superfície, e realizando uma detalhada análise do cometa.

MISSÃO PROSSEGUIRÁ ATÉ PELO MENOS DEZEMBRO DE 2015

"Esta máquina teve uma performance magnífica sob difíceis condições, e estamos muito orgulhosos do incrível sucesso científico obtido por Philae", disse o chefe da equipe do módulo, Stephan Ulamec da Agência Espacial Alemã, que acrescentou: "Apesar da série de toques antes do pouso, todos os instrumentos funcionaram a contento, e agora iremos verificar o que obtivemos". Ao longo dos próximos meses, até o periélio em agosto de 2015, a Rosetta irá progressivamente se aproximando do corpo celeste, até chegar a 20 km de distância em 06 de dezembro próximo. A histórica odisseia no espaço prosseguirá ao menos até dezembro de 2015.

Assista abaixo ao curta de ficção científica Ambition, inspirado na missão Rosetta:



Visite o site da missão Rosetta-Philae

Blog da missão

Confira fotos do cometa 67P/Churyumov-Gerasimenko

Infográfico da missão Rosetta

Infográfico do módulo Philae

Infográfico do conturbado pouso de Philae

Sonda europeia realiza histórico pouso em cometa

Saiba mais:

Livro: Dossiê Cometa

DVD: Pacote NASA: 50 Anos de Exploração Espacial

crédito: Revista UFO
Pacote NASA: 50 Anos de Exploração Espacial
Pacote NASA: 50 Anos de Exploração Espacial

Veja em 50 Anos de Exploração Espacial os momentos mais emocionantes da trajetória da NASA, desde o primeiro homem em órbita até as missões do ônibus espacial. A série contém ainda detalhes do funcionamento de satélites espiões, do desenvolvimento da Estação Espacial Internacional e da implantação do telescópio Hubble. Conheça a verdadeira razão de não voltarmos mais à Lua e descubra que o destino agora é Marte, Vênus, Júpiter e mundos além do Sistema Solar, e quais são os planos da NASA para alcançá-los.

Já está no ar a Edição 212 da Revista UFO. Aproveite!

Junho de 2014

Não é somente aqui na Terra