DESTAQUE

A farsa do UFO de Jerusalém chega ao Brasil

Por
19 de Fevereiro de 2011
No \'5º vídeo\', trata-se de um ponto iluminado, fixo e nada extraordinário, permanentemente visível durantes as noites pela câmera B da Estação de Previsão do Tempo
Créditos: Jerusalem Weather Forecast Station

Novamente, mais uma falsificação rondou os computadores de todas as classes sociais, culturas e credos, causando estardalhaço e sendo espalhada mundialmente através da Internet - mais precisamente no famigerado Youtube.

Três vídeos simultâneos foram lançados - agora estamos na casa dos seis, confirmando a modalidade conhecida como série viral ou marketing viral -, supostamente captados de ângulos e pessoas diferentes no dia 28 de janeiro, contando a história de um UFO que teria pairado sobre um importante e singular santuário, o Dome of the Rock [Domo da Rocha], localizado em Jerusalém (Israel). Tais imagens envolveriam turistas que ali estariam videografando a paisagem.

Desde o princípio, achávamos que se tratava de um novo trote virtual [Fake ou hoax], inclusive alertando diversas comunidades no meio ufológico, principalmente devido às falhas amadoras nas montagens, perfeitamente perceptíveis. Parecia claro o engodo engenhosamente disparado em todas as direções. No entanto, mesmo com os avisos, ninguém segura os boatos e ocorreu o efeito almejado por seus autores, o big-boom na rede, a partir do dia 29 de janeiro.

No Google, digitando "UFO jerusalem", este autor se defrontou na tarde do dia 05 de fevereiro com 2.340.000 (isto mesmo, dois milhões, trezentos e quarenta mil) resultados. Tornando a teclar o mesmo no dia 18, já estamos na casa de 8.900.000 (quase nove milhões de resultados)! Em 21 de fevereiro, em mais um teste, surgiram 9.270.000. Parte deste "acervo digital" envolve o Brasil, que foi surpreendido pelas agências de notícias nacionais no dia 14, que aparentemente descobriram a notícia - após mais de duas semanas do lançamento da série viral - e ajudaram a reespalhar o boato, agora em terras tupiniquins. Ora, o caso já estava devidamente desmistificado e desmontado desde o dia 02 de fevereiro, exatamente a partir do nosso país.

Deixando de lado as cerimônias e indo direto ao ponto, um resumo dos vídeos pode ser assistido clicando-se aqui e a investigação detalhada sobre a farsa, acessível aqui. A estória, para quem ainda não ficou sabendo, será facilmente encontrada por todos os lados e fontes variadas.

Recentes detalhes

Um suposto "porta-voz de uma associação israelense de pesquisas ufológicas" surgiu, anônimo, defendendo duas das gravações, mas também sem respaldo algum e baseado em sua crença individual, já que as evidências desmoronam qualquer hipótese de realidade nas imagens. Uma alegada testemunha em Tel Aviv, que seria autor de um dos vídeos, chamado de Eligael Gedalyovich - e coincidentemente falando inglês - trouxe uma declaração em seu canal do Youtube, dizendo aproximadamente o seguinte:

"Olá pessoal, meu nome é Eligael e eu filmei o vídeo de UFO no meu canal. Tenho muitos comentários e respostas e agradeço a todos. Sinto muito eu não poder responder até hoje. Desde aquele evento que eu não conseguia dormir e não sabia como reagir até que cheguei à conclusão de que não posso fugir dele e devo reagir e fazer investigação sobre o que está acontecendo sobre este ponto específico do Domo da Rocha. Especialmente porque esta não é minha primeira vez que vi um UFO lá e eu vivo em Tel Aviv, então realmente acredito que alguma coisa está acontecendo. Todo mundo que passa por lá conhece a \'síndrome de Jerusalém\', fenômeno que envolve a atmosfera diferente e religiosa que ocorre ao visitar a região. Eu acredito que há algo além de conflitos religiosos ou políticos neste ponto específico.

Então, por enquanto, de acordo com as observações que tenho e os pedidos, a primeira coisa que pretendo fazer é ir a Jerusalém para filmar a partir dos locais que o UFO foi gravado e trazer-lhes os vídeos dos locais. Eu não sei se preferem diurno ou noturno, por isso, vocês podem me dizer. Vou fazer contato com as outras testemunhas e pedir-lhes para se juntarem a mim. E todas as conclusões publicarei no meu canal do Youtube. E cada passo que eu pretendo fazer no futuro eu vou publicar no meu Twitter. Então, enquanto isso, muito obrigado e em breve vou fazer o
upload do vídeo. Obrigado e adeus."

Assista a postagem: Pesquisando sobre o homem, descobrimos que esta única pessoa que veio à frente para afirmar ter visto pessoalmente o UFO é exatamente a que postou o vídeo original! Possui o canal no site de vídeos desde 14 de outubro de 2007, no entanto, suas únicas postagens são justa e tão somente as três supostas filmagens envolvendo todo o drama e, agora, a tal "declaração". Eligael Gedalyovich surge sob diversos nomes parecidos, como Eligael Gidlovitch de Tel Aviv, Aligal Gidliovic, ou Eli Gael.

O consultor da Revista UFO Atílio Coelho, que possui contatos naquela região, tentou apurar alguma informação que pudesse ao menos sugerir o mínimo de crédito ao suspeito evento. "Entramos em contato com amigos que residem em Tel Aviv e não confirmaram o acontecimento. Ao contrário, nos informaram ainda que nenhum jornal, rádio ou TV havia feito qualquer comunicado a respeito", declarou Coelho.

Também surgiram, de outra fonte, supostas imagens captadas por uma câmera de meteorologia, que comprovaria (?) a presença do UFO no local em 28 de janeiro. Vamos a elas: Novamente, mais um engodo detectado, porque divulgaram a "filmagem" (apelidado de "5º") e cometeram o deslize de exibirem o site de onde teriam sido retiradas. Trata-se do Jerusalem Weather Forecast Station [Estação de Previsão do Tempo de Jerusalém]. Adentrando ao endereço, no http://www.02ws.com/station.php, primeiramente notamos que está em língua árabe. Então, decidimos vertê-lo ao inglês, em ferramenta disponível na própria página. Na visualização em tempo real, existem duas câmeras (1 e 2, ou A e B) em pontos distintos da capital israelense. Logo de cara, a partir da câmera 2, notamos o "UFO", ao vivo, no local:

crédito: Jerusalem Weather Forecast Station
O
O "UFO" está constantemente na câmera 2 (ou B), no período noturno, é um tipo de iluminação no local. Este frame foi obtido no dia 21 de fevereiro de 2011, às 21h38 de Jerusalém

Notavelmente, o inventor do novo melodrama é ainda mais amador do que o anterior, das "filmagens".

crédito: Jerusalem Weather Forecast Station
Detalhe circundado de amarelo. Trata-se de um ponto fixo e nada extraordinário
Detalhe circundado de amarelo. Trata-se de um ponto fixo e nada extraordinário

Após mais de uma hora, retornamos ao endereço e lá esta o foco luminoso, imóvel:

crédito: Jerusalem Weather Forecast Station
Frame de 23h10, horário de Jerusalém
Frame da câmera B, às 23h10 de 21 de fevereiro, horário de Jerusalém

Concluindo, não houve UFO algum, mesmo nas supostas imagens da Estação de Previsão do Tempo. Muito menos foi realizada alguma investigação e verificação dos possíveis arquivos das mesmas nas câmeras de vigilância climática sobre a noite do dia 28 de janeiro. Foi simplesmente mais uma montagem!

Há uma grande diferença, incomensurável, entre imagens que possuem fontes, autores detectáveis, endereços de contato disponíveis, a disponibilização das filmagens originais - direto da câmera, imprescindíveis - e conteúdos de sites de vídeos ufológicos, onde vale tudo e absolutamente nada se informa. O que custa, afinal, realizar uma pequena investigação antes de simplesmente crer e passar adiante essas coisas?

Assista a desmontagem completa, no texto UFO de Jerusalém - Mais uma farsa virtual desvendada.

Já está no ar a Edição 57 da Revista UFO. Aproveite!

Janeiro de 2011

ETs: venham de onde vierem, que venham em paz