DESTAQUE

Ufólogos recebem Inquérito Policial Militar sobre Varginha produzido em 1997

Por
19 de Outubro de 2010
Evidentemente, o IPM nega o episódio, com hipótese fartamente \'batida\'
Créditos: Jorge Roriz

Depois de 14 anos, o caso do ET de Varginha ainda é cercado de polêmicas e desperta a curiosidade de muita gente. Um relatório do Exército Brasileiro, feito em 1997 e divulgado só agora, mostraria que um ser extraterrestre nunca apareceu no sul de Minas.

A revista Isto É publicou uma reportagem sobre o inquérito policial que apurou a participação do Exército, da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros no Caso Varginha. O resultado deixaria claro, conforme a matéria, que não houve nenhuma captura de ser extraterrestre no dia 20 de janeiro de 1996 [O mesmo contexto foi seguido pela Band, nesta terça-feira, que deu como encerrado o caso e transmitiu "a conclusão" de que "o ET jamais existiu"].

O artigo, com título A história oficial do ET de Varginha mostra o que, segundo a revista, são os dois únicos documentos produzidos pelo governo para apurar as ocorrências e as acusações feitas contra militares que teriam participado do caso. O Inquérito Policial Militar (IPM) aberto e concluído em 1997 tem 357 páginas e detalha depoimentos.

Segundo a reportagem, o encarregado pelo inquérito, tenente-coronel Lúcio Carlos Pereira, concluiu que o que houve, na verdade, foi uma confusão. O texto diz que um cidadão, provavelmente sujo por causa da chuva e visto agachado junto a um muro, teria sido confundido com uma criatura do espaço por três meninas. Um estudo fotográfico teria simulado a semelhança entre um homem e o suposto ET. Um morador da cidade chamado Luiz Antônio, hoje com 46 anos, que possuiria desvios mentais e é conhecido popularmente como "mudinho" [e não "mundinho", como narrado pela Band nesta terça-feira], seria o homem visto no terreno baldio naquela época. O resultado de uma sindicância realizada na Escola de Sargento das Armas, em Três Corações, em maio de 1996 foi anexada ao inquérito.

crédito: STM/Isto É
Para o IPM, um morador teria sido confundido com um ser alienígena
Para o IPM, um morador teria sido confundido com um ser alienígena

O advogado e um dos principais envolvidos no caso naquele tempo, Ubirajara Rodrigues, de Varginha, foi ouvido na investigação. Segundo ele, o inquérito deve ser levado em conta, mas os pesquisadores não podem descartar hipóteses. “Todo fenômeno ufológico hoje tem todo um aspecto de mito, ele é mítico vamos dizer assim. Mas eu não posso hoje em dia, depois da evolução das pesquisas, afirmar nem negar absolutamente nada em torno do caso Varginha. Nós estamos revisitando o caso desde alguns anos e isso ainda vai durar muito tempo”, disse Rodrigues.

Assista reportagem da EPTV MG:

[Nota da Redação UFO: Esta suposta "nova versão final" militar, na verdade, já é bem conhecida dos ufólogos e foi completamente desmontada em 1999, por Vitório Pacaccini, também um dos principais investigadores envolvidos na pesquisa in loco dos fatos. A Comissão Brasileira de Ufólogos (CBU) vai analisar as mais de 350 páginas do Inquérito e avaliar como, através da liberação deste documento, pode requerer outros, baseados no Dossiê UFO Brasil e na Lei de Liberdade de Informações 11.111/2005.

Parece óbvio que a CBU - e qualquer ufólogo bem informado - não concorda com esta "nova" velha versão - afinal, para começar, teriam de existir, no mínimo, dois "mudinhos" -, o que trataremos em breve.

Se desejar ler a versão traduzida para português, do relatório de Pacaccini, clique aqui. Como forma de comparação e reflexão, oferecemos, de imediato, um documentário produzido pelo canal
Infinito, com as principais testemunhas do Caso Varginha, bem na época dos acontecimentos, basta clicar sobre as partes. Tire suas conclusões]:

Caso Varginha:

Parte 1 - Documentário histórico;

Parte 2 - União de pesquisadores na investigação;

Parte 3 - As criaturas capturadas;

Parte 4 - Marco Eli Cheresi;

Parte 5 - Opiniões definitivas.

Já está no ar a Edição 156 da Revista UFO. Aproveite!

Agosto de 2009

Depois da liberação de documentos, mais apoio à Ufologia