DESTAQUE

Área 51 tem experimentado mudanças nos últimos anos

Por
11 de Maio de 2017
Um dos novos e imensos hangares da Área 51
Créditos: Arquivo

A Área 51, no estado norte-americano de Nevada, permanece sendo a instalação militar secreta mais conhecida e estudada do mundo, mas também uma sobre a qual menos se sabe. No início das operações, ainda em 1955, as operações eram comandadas pela Agência Central de Inteligência (CIA), onde eram testados os protótipos do avião espião Lockheed U-2. Na década seguinte a base foi utilizada para testar a família A-12 e SR-71 Blackbird, também da Lockheed e ainda detentores do recorde mundial de velocidade para aeronaves convencionais.

O Departamento de Energia era o responsável pela Área 51, mas hoje o controle pertence à Força Aérea norte-americana (USAF). A existência da base secreta só se tornou conhecida com a publicação de fotos de satélite obtidas pela Rússia, significando que por trinta anos ninguém soube nada sobre a base e as atividades ali desenvolvidas. Isso, naturalmente, comprova a capacidade dos militares e do governo em guardar segredos. O assentamento mais próximo da base permanece sendo Rachel, Nevada, com 98 habitantes e onde se situa ainda o famoso bar Little A’Le’Inn. Dali, através de uma estrada sem asfalto de pouco mais de 22 quilômetros se chegava a uma cerca de arame com avisos para evitar a entrada, pois o uso de força letal estava autorizado. No topo da elevação próxima era habitual para os visitantes filmarem e fotografarem guardas com roupas camufladas em picapes acompanhando tudo.

Nas proximidades de Rachel havia outra entrada, onde o barracão de guarda se situava ao lado da cerca, junto às mesmas ameaçadoras placas com avisos. Porém, recentemente os avisos foram substituídos alertando que a invasão pode render prisões e multas elevadas, e o aviso sobre o uso de força letal não é mais usado. Agora chama a atenção placas proibindo o uso de drones nas proximidades da base. Observadores nas elevações que cercam a Área 51 têm percebido um incremento nas instalações da base, com dois hangares enormes sendo adicionados nos últimos tempos. Um mede 65 metros de cada lado e quase 26 m de altura, enquanto outra construção mede quase 78m por 56 m. Ainda a respeito da segurança nos portões da base, os especialistas são unânimes em afirmar que sensores e detectores de última geração são utilizados, portanto os guardas de segurança são alertados com muita antecedência quanto à aproximação de qualquer potencial intruso.

crédito: Arquivo
As novas placas não trazem mais a ameaça do uso de força letal
As novas placas não trazem mais a ameaça do uso de força letal

TRABALHADORES CHEGAM À BASE POR AVIÕES E ÔNIBUS

crédito: Arquivo
Placa alertando para a proibição do uso de drones
Placa alertando para a proibição do uso de drones

A linha aérea chamada Janet Airlines, com seus aviões brancos marcados por uma faixa horizontal vermelha, prossegue operando no aeroporto McCarran em Las Vegas em um terminal próprio de elevada segurança. São seis Boeing 737-600 recentemente comprados da Air China, que substituíram o mesmo número de aeronaves 737-200, agora acomodados em um cemitério de aviões em Tucson, Arizona. Os aviões possuem apenas seu código individual na cauda e partem em voos diários transportando funcionários de e para a Área 51. Outro meio de transporte são ônibus brancos sem outra identificação além de placas governamentais, que igualmente fazem o transporte de funcionários para a base secreta. A Área 51 permanece assim sua rotina e entre as aeronaves que já foram testadas ali estão o F-117 (primeiro avião stealth ou "invisível"), os bombardeiros B-1 e B-2 e o recente caça F-22. Quanto ao que está atualmente sendo testado , ninguém pode afirmar com certeza.

crédito: Arquivo
Uma das aprimoradas entradas da Área 51
Uma das aprimoradas entradas da Área 51

Visite o site Dreamland Resort

A linha aérea da Área 51

Obtidos vídeos da Área 51 com a utilização de drones

Área 52, a base secreta em paralelo à Área 51

Funcionários da CIA falam sobre a Área 51 em evento

Ex-engenheiro aeroespacial alega ter trabalhado na Área 51

Bill Clinton fala sobre alienígenas e Área 51 em entrevista

Novos documentos sobre a Área 51 são liberados

CIA desenvolveu VANTs na Área 51

Saiba mais:

Livro: Guia da Tipologia dos UFOs

DVD: Revelando os Segredos da Área 51

crédito: Revista UFO
Revelando os Segredos da Área 51
Revelando os Segredos da Área 51

A instalação militar mais secreta e protegida do mundo é, reconhecidamente, a Área 51, que fica no Deserto do Nevada, Estados Unidos. É nela que o governo norte-americano esconde naves extraterrestres acidentadas que consegue resgatar, assim como seus tripulantes, vivos ou mortos. A Área 51 guarda segredos inconfessáveis em prédios subterrâneos com centenas de metros, como a desmontagem e reconstrução das naves resgatadas após acidentes. Este documentário é uma mega produção com filmagens e depoimentos impressionantes sobre o local.

Já está no ar a Edição 161 da Revista UFO. Aproveite!

Janeiro de 2010

Eles estão de volta, e ainda mais desafiadores

UPDATED CACHE