DESTAQUE

Nave chinesa vai até a Lua e retorna à Terra

Por
01 de Novembro de 2014
A nave chinesa obteve várias imagens, entre elas esta da Terra e do lado oculto da Lua
Créditos: Agência Espacial Chinesa

Lançada em 23 de outubro, a mais recente missão lunar chinesa retornou no último dia 31 à Terra depois de contornar a Lua. Sua designação oficial não foi divulgada, porém tem sido chamada de Chang´e 5 T1. A viagem de oito dias foi lançada em uma órbita cujo perigeu, ponto de máxima aproximação com a Terra, era de 209 km, ao passo que o apogeu, ponto de máximo afastamento, foi de 380.000 km.

A nave passou pela Lua e conseguiu fotos em alta resolução, antes de retornar para a Terra a uma velocidade de 11,2 quilômetros por segundo (40.000 km/h). O voo se destinava ao teste de novas tecnologias para a próxima missão lunar chinesa, a Chang´e 5. Em 2017 essa sonda deverá pousar na Lua, colher amostras da superfície e então retornar à Terra.

A China já lançou os orbitadores Chang`e 1 e 2 em 2007 e 2010, e em dezembro de 2013 a chang´e 3 levou até a superfície o Yutu, primeiro rover lunar chinês. O pouso bem-sucedido ocorreu na Mongólia, a cerca de 500 km de Pequim. Além disso, a Chang´e 5 T1 foi indiscutivelmente construída como uma miniatura da nave tripulada chinesa, Shenzhou, com o que a missão agora concluída também serviu como demonstrador tecnológico para as futuras expedições tripuladas chinesas ao satélite, planejadas para a década de 2020.

Site da agência espacial chinesa

Infográfico das missões à Lua de várias nações

Sonda chinesa Chang´e 3 pousa na Lua

China avança nos planos para construção de uma base lunar

China recupera contato com rover Yutu

Filme Apollo 18 trará mais teorias fantasiosas

Saiba mais:

Livro: UFOs na Rússia

DVD: Pacote NASA: 50 Anos de Exploração Espacial

crédito: Revista UFO
Pacote NASA: 50 Anos de Exploração Espacial
Pacote NASA: 50 Anos de Exploração Espacial

Veja em 50 Anos de Exploração Espacial os momentos mais emocionantes da trajetória da NASA, desde o primeiro homem em órbita até as missões do ônibus espacial. Reveja o incrível vôo de John Glenn na missão Friendship 7, o sucesso da Apollo 11 e os primeiros passos de Neil Armstrong na Lua, as viagens seguintes ao satélite e as operações conjuntas com a nave soviética Soyuz. Conheça a verdadeira razão de não voltarmos mais à Lua e descubra que o destino agora é Marte, Vênus, Júpiter e mundos além do Sistema Solar, e quais são os planos da NASA para alcançá-los.

Já está no ar a Edição 217 da Revista UFO. Aproveite!

Novembro de 2014

A descoberta de novos mundos

UPDATED CACHE