NOTÍCIA

Luto: a Ufologia Nacional perde Claudeir Covo

Por Equipe UFO | 05 de Maio de 2012

Claudeir Covo (1950-2012)
Créditos: Rede Globo/Arquivos Revista UFO

Luto: a Ufologia Nacional perde Claudeir Covo

"É com extremo pesar e muita dor no coração que lhes passo a notícia de que nosso querido companheiro, o engenheiro e presidente do Instituto Nacional de Investigação de Fenômenos Aeroespaciais (INFA) Claudeir Covo, ufólogo ímpar e coeditor da Revista UFO desde seus primórdios, faleceu hoje (05) às 04h00 em São Paulo", lamentou logo pela manhã de sábado (05) o editor A. J. Gevaerd. A informação veio através do Dr. Luciano Stancka e Silva, amigo pessoal e também ufólogo das antigas, que o acompanhou desde a sexta-feira, quando precisou ser internado às pressas em decorrência de um problema inesperado.

"Que nosso amigo esteja com o Grande Arquiteto. Foram 35 anos juntos na Ufologia e na parte familiar tive o prazer de estar ao seu lado nos momentos bons e ruins. Na área ufológica todos sabem quem ele foi, então quero enaltecer seu lado amigo e companheiro nessas décadas. Fiel, leal, grande parceiro de pesquisas e companheiro de INFA desde a sua fundação, nunca sonegou informações a ninguém, sempre se dispôs a ajudar e partilhar suas pesquisas, o que estimulou muitos colegas a entrar e seguir sua linha ufológica. É uma perda que realmente me machucou... doeu mesmo... Cada dia mais observamos que estamos aqui de passagem e nos faz pensar se vale a pena guardar rancores, mágoas e inimizades que tanto rondam o nosso meio. Vale repensar o que deixamos de dizer e fazer por orgulho, brigas etc. Paz profunda ao nosso amigo, que encontre nossos tão procurados Irmãos Maiores", discorreu Stancka, que é coordenador da área médica do INFA e conselheiro especial da UFO.

Claudeir Covo foi sepultado neste domingo (06), no Cemitério do Araçá, em São Paulo. "A Ufologia Brasileira perde um de seus maiores nomes, um dos homens que a ajudou a chegar aonde chegou, a atingir a credibilidade que alcançou e o respeito que ele sempre lutou para que ela tivesse. A Equipe UFO, a família que produz a Revista UFO, que recebeu tanto apoio de Covo em todas estas três décadas de sua existência, se une em dor com a família e prestará suas últimas homenagens a este grande homem", disse Gevaerd. "Hoje está um dia sombrio e o mundo ficou mais feio".

Leia abaixo algumas homenagens que recebemos prontamente, prestadas por leitores, amigos e fãs do insubstituível ufólogo.


"Lamento profundamente, porque ele era uma das caras da nossa Ufologia. Desde quando comecei a acompanhar a UFO em seu número 06, o nome
"Claudeir Covo" tornou-se familiar para mim. E também por suas participações na TV, nos eventos a que compareci e na revista. A passagem do filho dele no ano passado já me impressionou muito. Que ele vá em paz compartilhar de todas as verdades que nós aqui continuaremos buscando. Até um dia, Claudeir!" --Eduardo Rado, tradutor voluntário da Equipe UFO

"Ainda estou sem acreditar, trocava e-mails com ele quase todos os dias. O que está acontecendo? Estamos perdendo nossos melhores ufólogos a cada dia! Hoje é um dia triste para mim, perdi um amigo, uma pessoa em que eu me espelhava na Ufologia. Fica aqui meus sentimentos a toda família Covo." --José Ricardo Q. Dutra, consultor da Revista UFO

"Foi com imensa surpresa que recebi esta notícia e que me deixou deveras chocado. Claudeir foi um dos grandes nomes da Ufologia Brasileira e Mundial. Sempre me dei bem com ele, sempre prestativo, atencioso, pronto a esclarecer dúvidas que eu viesse a ter em algum caso ufológico em especial. Uma imensa perda para todos nós." --Augusto Arantes, consultor da UFO

"Notícia absolutamente devastadora, o Claudeir foi um grande professor que tive na Ufologia, e estava lembrando esses dias como eram legais no passado as reuniões do INFA em Moema, toda última sexta do mês. Perda irreparável para a Ufologia Brasileira e deixo meus profundos sentimentos para a família e os amigos. Vamos prestar as últimas homenagens a nosso querido amigo." --Renato A. Azevedo, consultor da UFO

"Con mucho pesar he leído la nota acerca del fallecimiento de Claudeir Covo, coeditor de la Revista UFO. Años atrás tuve oportunidad de comunicarme con él por el famoso y misterioso Caso Guarapiranga, una persona seria y gentil en su atención. Sin duda la Ufología Brasileña ha perdido uno de sus grandes hombres. Mi pesar y condolencias para toda su familia." Guillermo Giménez (Necochea, Argentina), consultor da UFO

"Foi com tristeza e perplexidade que infelizmente recebi agora a pouco a notícia. Estava agora relembrando todos os momentos especiais de minha vida com nosso grande e estimado companheiro. A convivência em eventos, incluindo as vezes em que ele foi meu conferencista nas conferências realizadas no Rio, as pesquisas em Varginha, e a nossa luta comum pela abertura dos arquivos militares no Brasil. O país perde, sem dúvida, um dos maiores e mais atuantes ufólogos da história da Ufologia Mundial. Que nosso amigo esteja em paz nesse momento." --Marco A. Petit, coeditor da UFO

"Também recebi a ligação do Luciano Stancka me passando essa triste notícia. O Claudeir foi, além de um grande amigo, minha grande inspiração para também seguir esses passos da pesquisa ufológica. Com ele tive o prazer de compartilhar e aprender com as dezenas de pesquisas que fizemos juntos durante toda a decada de 90 e começo dos anos 2000. Claudeir era uma pessoa muito simples e de um grande coração, sempre disposto a abrir as portas da sua casa no bairro Ipiranga em São Paulo para qualquer um que quisesse aprender e se aprofundar mais na Ufologia. Só lamento que não tenha tido tempo de deixar um pouco do seu vasto conhecimento imortalizado em um livro, do qual sempre teve em projeto como o "Manual do Ufólogo" e "A Noite Oficial dos OVNIs no Brasil", mas soube muito bem deixar a sua trilha que foi seguida por muitos na Ufologia Brasileira, de sempre pesquisar com critério e muita seriedade. Fica a tristeza e a grande saudade, mas também ficarão comigo muitas lembranças de inúmeras histórias vividas junto, nas pesquisas de campo, nas reuniões do INFA, nos bastidores de congressos e das incontáveis vezes que fomos juntos para Varginha durante as pesquisas do caso. Que descanse em paz, o bom e velho Claudeco, como era chamado pelos amigos mais próximos." --Wallacy Albino, consultor da UFO


"Realmente é uma notícia muito, muito triste. Claudeir foi uma das primeiras referências que eu tive quando comecei a ler sobre Ufologia, no final dos anos 80. Sempre admirei muito o seu trabalho, e lembro com carinho da única vez que conversei pessoalmente com ele. Pelo menos quem é de São Paulo tem o dever de comparecer para prestar suas últimas homenagens." --Fábio Gomes, consultor da UFO

"Lamentável, muito triste esta informação. De repente, uma grande e valorosa pessoa vai embora para sempre, fica a lembrança, as recordações, suas palestras, suas reuniões, seu eventos, seus extraordinários ensinamentos (pois ele foi meu professor), suas pesquisas, seu legado. Gevaerd tem razão, o dia de hoje fica muito triste, permanece um vazio estranho e inexplicável. Estava há pouco fazendo minhas pesquisas em meus livros e na internet, como todo sábado, mas vou parar agora mesmo em homenagem e este grande homem, grande pensador da Ufologia Brasileira. Como nenhum de nós é eterno, e a cada dia vivido, ganhamos um dia (na vida) e também perdemos um dia (de vida), vamos nos despedir dele, com um \'até um dia...\' Claudeir, agora, livre da matéria que o prendia e o limitava, por certo, com esta liberdade sem limites, terá sua merecida expansão espiritual exponencial realizada. Deus o tenha à sua direita." --Gener Silva, conselheiro especial da UFO

"Mi mas sentido pesame a sus amigos y familiares. "En el arcano de vuestras esperanzas y deseos reposa vuestro conocimiento silencioso del más allá. Y, como las semillas soñando bajo la nieve, vuestro corazón sueña con la primavera. Confiad en los sueños, porque en ellos el camino a la eternidad está escondido" (Khalil Gibran)" --Patrício Díaz Montecinos (La Serena, Chile), consultor da UFO

"Recebi uma ligação pela manhã do amigo Jamil Vila Nova, comunicando esta irreparável perda para a Ufologia Brasileira. Hoje é um dia muito triste, pois considerava o Claudeir como um pai, porque nos meus primeiros passos na Ufologia, na década de 80, foi ele quem me ensinou a Ufologia séria e científica. Fizemos muitos trabalhos juntos no litoral paulista, em Iporanga (SP), em Minas Gerais e principalmente no Caso Varginha. Ele participou de vários eventos no Guarujá, realizados pelo Grupo Ufológico do Guarujá (GUG). Claudeir era uma pessoa de grande coração e obstinado pela moralização da Ufologia e certamente deixa um vazio para todos nós. Que Deus o tenha em um bom lugar! Meus pêsames à toda a sua família." --Edison Boaventura Jr.

"Levei um tempo para entender... até cair a ficha. É muita tristeza. Lembro-me da primeira vez que fui à casa dele, com uma foto que tinha tirado no Pantanal, para que olhasse e desse seu parecer. Lembro-me das fitas que ele gravou para mim, das traduções que fiz para ele. E das palestras brilhantes que vi dele em São Paulo, Guarujá, Curitiba etc. Que encontre a paz que merece." --Marcos Malvezzi Leal, consultor da UFO

"Estou aqui na USP, mas totalmente entristecido. Definitivamente a Ufologia Brasileira perde seu maior ícone. Lamentável e irreparável. Conheci o Claudeir (Claudeco, para os próximos) nos fim da década de 60, quando ele foi engenheiro do grupo que meu pai liderava na Villarres (Elev. Atlas). Meus profundos sentimentos aos familiares. Paz profunda e excelente acolhimento no oriente, caro amigo." --Dino Nascimento, consultor da UFO

"Isso me deixou muito triste mesmo. Não só a mim, mas a todos da Ufologia Brasileira e Mundial. O grande amigo Claudeir Covo me ajudou muito no meu TCC sobre Ufologia em 2007, vários telefonemas e uma entrevista exclusiva para mim, participou da gravação de um programa de rádio, que guardo a gravação com muito carinho. Sempre que podia ligava para ele. Como me disse uma vez, "Renato, se quiser estar entre os nomes da Ufologia, organize eventos, faça pesquisa de campo de forma séria", e desde 2006 venho sempre fazendo isso, o que acabou me rendendo no início desse ano o "título" de consultor da Revista UFO, da qual o Claudeir é coeditor, um sonho de muitos anos. Fica aí minha singela homenagem a um homem que sempre admirei, uns dos maiores nomes da Ufologia Mundial." --Renato Mota, consultor da UFO

"A Ufologia Brasileira perdeu hoje um de seus grandes nomes, Claudeir Covo, uma pessoa amável, simpática, alegre e amiga de todos. Senti muito com essa notícia pois era um companheiro inseparável nos congressos que já participei. Que sua alma viaje em paz por esse universo misterioso e povoado." --Antonio Faleiro, consultor da UFO

"Me lembro da mesma tristeza quando soube da morte do Roberto Beck, outro grande ícone da nossa Ufologia. Eu adorava ver os vídeos da TV INFA e o Claudeir levava isso muito a sério, procurando fazer boas matérias externas e alguma produção em estúdio. A Ufologia Brasileira e Mundial está de luto!" --Antonio Fontenele, consultor da UFO

"Bem, estragou meu final de semana. A Ufologia Mundial tem perdido nos últimos anos seus principais colaboradores, e o Claudeco foi um deles. Muito já disseram sobre este grande pesquisador que foi o Claudeir Covo, um dos mais sérios, aprendi muito com ele, estivemos juntos em diversos trabalhos e lugares, mas minha última contribuição ao trabalho dele foi o acesso a um promotor de justiça que atuou como perito no caso Guarapiranga. Descanse em paz mestre..." -- Atilio Coelho, consultor da UFO

"Não tive o prazer de conhecer o Claudeir Covo, porém o meu saudoso amigo Baranoff, que também se foi, falava muito a seu respeito, no que tange a sua seriedade para com a pesquisa ufológica. A mim me cabe a cerrar fileiras com todos vocês e orar para que seu espírito alcance novos patamares de luz. Com meus sentimentos a todos." --coronel Antonio Celente Videira, conselheiro especial da UFO

"Perda inestimável para Ufologia Brasileira e Internacional. Ele fez Ufologia com um agudo senso científico e racional. Esta modalidade de ufólogo é muito rara, infelizmente, pois as pessoas não valorizam o quanto se deve a metodologia científica, principalmente na parte de óptica na qual ele foi o número um. Meus sentimentos a todos." --Paulo Pilon, consultor da UFO

"Viajei muito com o Claudeir, pesquisamos vários casos, inclusive Varginha. Aprendi muito, discutimos muito, mas sempre procurando a verdade. Nunca utilizou a Ufologia para se promover, foi uma daquelas pessoas que apenas queria saber o porquê, quem são, de onde vêm e o que querem, nada mais. Uma pena que alguém tão sério vá embora, lamentável. Claudeir, meu amigo, vá em paz, agora você tem uma realidade maior para aprender, pesquisar e evoluir. Muito obrigado por tudo!"-- Jamil Vila Nova, consultor da UFO

"Desde que iniciei minhas atividades junto ao Grupo de Análises de Imagens da Revista UFO, mantive um contato frequente com o Claudeir, com quem aprendi muito do que hoje sei. Ele foi, para mim, um grande professor e um grande colega, sendo o mais ativo membro do Grupo de Análises. Sua passagem para o \'outro lado\' deixa um enorme vácuo, que difícilmente será preenchido. Sentirei muitíssimo sua falta, e desde já me sinto meio órfão de nossas conversas sobre alguns dos casos que analisávamos. Alías, foram nestas conversas de maior informalidade que aprendi a admirar e respeitar todo o vasto conhecimento em Ufologia que nosso amigo possuia. A Ufologia perde um ícone, mas ganha um anjo." --Inajar "Toni" Kurowski, conselheiro especial da UFO e coordenador da Equipe de análise de imagens

"Muito triste com a morte do Claudeir Covo. Tive a oportunidade de assistir a dezenas de suas palestras e estar ao seu lado em reuniões particulares, alguém por quem eu nutria profundo respeito e admiração devido a sua maneira de abordar o tema, sempre buscando esclarecer os fatos a luz da Ciência, com isenção e conhecimento técnico. Perdemos um amigo, mas perde ainda mais a busca pelo conhecimento, pela evolução humana. Que descanse em paz." --Rodrigo Branco, consultor da UFO

"Desculpem-me, mas foi um choque pra mim quando topei com essa notícia. Qualquer coisa que eu diga do Claudeir seria pouco pelo tanto que ele fez pela Ufologia Brasileira. Estamos de luto, todos nós, é uma perda irreparável. Deixo aqui meus pêsames à família, e vou guardar silêncio." --Nelson Pescara, consultor da UFO

"O Centro de Investigação e Pesquisa de Fenômenos Aéreos Não Identificados (Cipfani), em nome de seu presidente, lamenta a ausência deste grande pesquisador no cenário nacional. Ele agora desvendará os mistérios que sempre pesquisou. Que sua obra seja sempre lembrada, e que a UFO faça uma justa homenagem." --Paulo B. Werner, consultor de arte da Equipe UFO e investigador de campo

"Muy lamentable y triste la noticia del fallecimiento de nuestro querido amigo Claudeir. Un gran maestro y gran investigador. Su legado lo sobrevivirá en todos nosotros. Con profunda pena le doy mi más sentido pésame a sus familiares y amigos. La Ufología Internacional está de luto." --Leopoldo Zambrano Enríquez (Monterrey, México), consultor da UFO

"Nós da UFOBahia irmanamo-nos com a dor da perda da Comunidade Ufológica, juntamo-nos aos familiares e amigos." --Emanuel Paranhos Correia

"Não conheci Claudeir Covo pessoalmente mas a notícia é forte pra mim. Vi ele centenas de vezes em vídeos sobre o tema. Luto!" --Alessandro da Rosa Curvello

"Que notícia triste essa. Ele sempre foi muito atencioso quando solicitado seus conhecimentos. Que Deus o receba em bênçãos." --Cassyah Faria

"Meus pêsames para toda a sua família. A Ufologia está de luto." --Osiris Bonato

"O que se pode dizer nestas horas? Nunca conheci o Claudeir pessoalmente mas era como se o conhecesse só de ler o que escrevia e ver as entrevistas. Espero que o céu faça festa pra ele, porque merece. Que a família tenha força pra superar a separação (temporária tenho certeza)." --Andrea Baule

"É de grande pesar para toda a Ufologia Brasileira sua morte no dia de hoje, Claudeir além de um grande amigo, para muitos de nós era também o exemplo, não só na pesquisa ufológica mas também na vida profissional. Siga em paz em sua evolução." --Paulo F. I. Giordano

"Lá se vai mais um grande ufólogo brasileiro, que durante sua existência ajudou no surgimento de vários outros, e não vai parar por aí, pois seus feitos foram muitos e seu legado permanecerá para sempre." --Hamilton Stefani

"Não conhecia o Claudeir pessoalmente, mas conhecia uma pequena fração do seu trabalho. Tenho certeza que os ufólogos que conviveram com ele ao longo dessas décadas devem ter uma grande dificuldade de juntar mentalmente todos esses momentos que passaram junto dele. Acho que a partida prematura do seu filho bateu mais profundo em seu ser do que possamos imaginar. Fica o seu trabalho pioneiro e responsável e seu exemplo de seriedade, companheirismo e seu respeito à Ufologia. Um dia de tristeza para sua família, mas com certeza um dia de júbilo no seu encontro com seu filho." -- Roger C.

"O cenário ufológico brasileiro perdeu dos grandes nomes da Ufologia. Ao que tudo indica nossos saudosos amigos Claudeir Covo e Roberto Beck fora abduzidos pela grande nave-mãe capitaneada por Deus em direção ao planeta paraíso." -- Vital, Grupo GUBF

"É com muita tristeza que recebi a mensagem do falecimento do insubstituível Claudeir. Lamento muito a perda e tenham certeza que a Ufologia Mundial perde riqueza nesse dia. Aos entes da Família Covo, transmito meus sentimentos e toda admiração, que como ufólogo eu tenho desse grandioso ícone da nossa Ufologia. Muita força para a Ufologia, nesse momento tão difícil." -- Leonardo Albuquerque Malta

"Obrigado Covo por ter dedicado sua vida ao estudo do Fenômeno UFO, sempre com isenção e estudo científico do tema. Nós, pesquisadores e entusiastas dos OVNIs, estamos órfãos a partir de hoje. Obrigado pelo legado e exemplo para as gerações." --Weslem Andrade, blog ETs&Etc

"Consternado com tão inestimável perda, solidarizo-me à dor dos que tanto o estimavam. O legado de Claudeir compõe um dos maiores acervos da Ufologia e jamais, jamais será esquecido. Obrigado companheiro... Pela tua passagem aqui a clarear nossas mentes. Teu espírito agora, se eleva e se regozija entre os justos." --Luiz Alberto Seleme

"Fui completamente apanhado de surpresa com esta triste noticia. Não sei o que dizer. Somente as minhas recomendações a familiares e amigos de Claudeir. Troquei palavras e opiniões com este grande investigador, do qual sempre tive uma grande admiração e estima. Ao nosso querido e amigo Claudeir Covo, só lhe posso desejar uma ótima passagem para o outro lado." --Nuno Alves (Portugal)

"The death of Claudeir Covo is very sad news indeed. Claudeir and I corresponded on numerous occasions over the years and I know that he was a highly respected member of the uap community. I too respected his analytic mind and approach to the serious study of UAP. I will miss him." --Richard F. Haines (NARCAP)

crédito: Atilio Coelho
Final dos anos 70. Claudeir Covo [D], Carlos A. Millan, Atilio Coelho, a sensitiva Bete, Corina e um membro do Núcleo Tron
Final dos anos 70. Claudeir Covo [D], Carlos A. Millan, Atilio Coelho, a sensitiva Bete, Corina e um membro do Núcleo Tron


crédito: Paulo Pilon
Claudeir Covo [E] e A. J. Gevaerd
Claudeir Covo [E] e A. J. Gevaerd, início dos anos 80


Leia também a homenagem especial prestada pela Equipe UFO:

O legado de Claudeir Covo à Ufologia

Compartilhe essa notícia:

Saiba mais sobre este assunto na edição 188 da revista

Comentários