DESTAQUE

Guia da Tipologia Extraterrestre é um sucesso

Por
20 de Junho de 2015
O Guia da Tipologia Extraterrestre é um dos grandes sucessos da Biblioteca UFO
Créditos: Revista UFO

O coeditor da Revista UFO, Thiago Luiz Ticchetti, lançou ao final de 2014, pela Coleção Biblioteca UFO, o Guia da Tipologia Extraterrestre. Em suas 278 páginas, o livro apresenta um novo sistema de classificação das entidades alienígenas que nos visitam, mais simples e fácil de atualizar do que os propostos anteriormente. Ticchetti baseou-se na aparência dos seres para a classificação destes, conforme explica:

"Busquei criar um sistema simples, mas ao mesmo tempo contendo as informações necessárias e esse sistema pode ser alterado a qualquer momento. As classes são abrangentes e dentro delas temos os tipos e suas variações, que podem receber novas informações à medida que surgirem novos relatos.

Este sistema de classificação é baseado estritamente na aparência dos seres. Pensei que dessa forma seria mais simples mantê-la atualizada, pois é só acrescentar novos tipos que porventura sejam relatados. Foram definidas quatro classes de alienígenas, e dentro de cada uma dessas descobri muitos tipos de entidades, e em cada um desses tipos há muitas variantes. Por isso subdividi os tipos alienígenas em variáveis, que são obtidas por meio de casos específicos e constituem a descrição do evento".

MILHARES DE CASOS ANALISADOS

Thiago Ticchetti estudou mais de 8.000 casos ao longo de três anos, e separou 1.477 destes para uma análise detalhada. O resultado é o Guia da Tipologia Extraterrestre, que também contém descrições e comentários a respeito de vários relatos de avistamentos de estranhas criaturas, alguns ocorridos muito antes da Era Moderna dos Discos Voadores. O caso mais antigo é de 1896, e a obra traz ainda outros, ocorridos entre 1901 e 1925 em vários países. Também é traçado um panorama do fenômeno dos contatados, na década de 50 do século XX, cujo principal expoente é o controverso George Adamski. Interessante a constatação de que, nessa época, enquanto nos Estados Unidos os alienígenas mais comumente descritos eram os nórdicos, altos, loiros e de olhos azuis, na Europa e América do Sul outros tipos surgiam nos relatos, principalmente os grays.

crédito: Revista UFO
Guia da Tipologia Extraterrestre
Guia da Tipologia Extraterrestre

Há séculos a espécie humana assiste à chegada de estranhos seres geralmente bípedes e semelhantes a nós, que descem de curiosos veículos voadores sem rodas, asas ou qualquer indício de forma de navegação. Quase sempre estas criaturas têm formato humanoide e não raro se parecem com uma pessoa comum, mas com um problema: elas não são daqui, não são da Terra. O que pouca gente sabe é que existem dezenas de tipos deles vindo até nós, alguns com o curioso aspecto de robôs, outros se assemelhando a animais e há os que se parecem muito com entidades do nosso folclore. O Guia da Tipologia Extraterrestre faz uma ampla catalogação de todos os tipos de entidades já relatadas, classificando-as conforme sua aparência e características físicas diante de suas testemunhas, resultando num esforço inédito para se entender quem são nossos visitantes.

Saiba mais sobre o Guia da Tipologia Extraterrestre clicando aqui

Clique aqui para conferir uma degustação

Participe da comunidade do Guia da Tipologia Extraterrestre no Facebook

Já está no ar a Edição 222 da Revista UFO. Aproveite!

Abril de 2015

Reabrindo o Caso Varginha