NOTÍCIA

Exoplaneta Proxima b pode realmente abrigar vida alienígena

Por Equipe UFO | 30 de Dezembro de 2016

Como pode ser a superfície de Proxima b, com Proxima Centauri em primeiro plano e Alpha Centauri A e B ao fundo
Créditos: ESO

Exoplaneta Proxima b pode realmente abrigar vida alienígena

A descoberta, em agosto passado, da existência de um mundo habitável na estrela mais próxima de nosso Sistema Solar é considerada uma das mais importantes da astronomia em todos os tempos. A existência de Proxima b, candidato a abrigar vida e situado a somente 4,25 anos-luz de distância, de acordo com diversos especialistas, pode ser um tremendo impulso para a ciência e a tecnologia espacial da sociedade terrestre. Sua estrela, Proxima Centauri, como o nome indica, é o sol mais próximo do nosso, uma anã-vermelha descoberta há um século, mas que tem sido um desafio desde então para os cientistas.

Isso porque não havia certeza de que Proxima Centauri realmente faz parte do sistema de Alpha Centauri, situado a 4,3 anos-luz e formado pelas estrelas amarelas A, um pouco maior que o Sol, e B, um pouco menor. Esses dois astros orbitam um ao redor do outro, e Próxima parecia circular as duas em uma órbita mais distante. A pesquisa sempre foi dificultada pelo fato de Proxima ser uma anã vermelha bem menor que o Sol, porém com a disponibilidade do Buscador de Planetas pela Velocidade Radial Altamente Acurado (HARPS), espectrógrafo instalado no telescópio do consórcio ESO de La Silla, no Chile, os astrônomos, que já haviam encontrado o planeta Proxima b, conseguiram também medir a velocidade radial de Proxima Centauri.

O HARPS pode medir alterações na velocidade radial de estrelas da orgem de 3,5 km/h. Tal precisão permitiu que, com seu uso, diversos exoplanetas fossem encontrados. Proxima b foi encontrado graças ao efeito que sua gravidade tem em Proxima Centauri, e por meio do espectrógrafo os astrônomos mediram a velocidade da estrela em relação a nós, e a compararam com a velocidade da dupla de Alpha Centauri. Descobriu-se que tais velocidades são praticamente idênticas, indicando que Proxima Centauri está ligada e de fato orbitando as estrelas maiores do sistema. Pode-se daí deduzir que as três estrelas se formaram juntas na mesma nebulosa há bilhões de anos e ao longo do tempo Proxima assumiu sua órbita atual.

ÁGUA NA SUPERFÍCIE DE PROXIMA B PODE INDICAR PRESENÇA DE VIDA ALIENÍGENA

crédito: Arquivo
Astrônomos do ESO calcularam com precisão a órbita de Proxima Centauri
Astrônomos do ESO calcularam com precisão a órbita de Proxima Centauri

Pierre Kervella, Frédéric Thévenin e Christophe Lovis, os três astrônomos responsáveis pelo estudo que será publicado no periódico Astronomy & Astrophysics, afirmam que o planeta Proxima b pode ter se formado em uma órbita mais distante e então migrado para mais perto de sua estrela. Anteriormente seria um mundo de gelo e, ao assumir a órbita mais curta na região habitável o gelo pode ter derretido e formado oceanos em sua superfície, se tornando assim um mundo estremamente favorável ao surgimento e evolução de vida. A possibilidade de uma abundância de água no exoplaneta habitável mais próximo de nosso Sistema Solar pode sem dúvida ser um imenso incentivo aos projetos que buscam encontrar mundos onde a vida pode existir.

Infográfico sobre o planeta Proxima b

Saiba mais sobre o HARPS

Confirmada a existência de planeta em órbita da estrela mais próxima do Sol

Intensifica-se a discussão sobre a existência de vida em Proxima b

Cometas são descobertos em outro sistema estelar

Encontrado exoplaneta próximo capaz de sustentar vida

Encontrado novo tipo de planeta alienígena

Planeta habitável é encontrado próximo a nosso Sistema Solar

Planetas habitáveis existem em estrelas próximas da Terra

Saiba mais:

Livro: Dossiê Cometa

DVD: Planetas Alienígenas

crédito: Revista UFO
Planetas Alienígenas
Planetas Alienígenas

A ciência tem comprovado, em um ritmo cada vez maior, que apenas em nossa galáxia existem bilhões de planetas com possibilidade de abrigar vida. Destes, é enorme a quantidade de mundos que podem conter vida inteligente em seus sistemas, sociedades que apenas esperam ser encontradas. Este DVD confirma que o cosmos está repleto de vida inteligente, fazendo ser apenas uma questão de tempo que nós, terrestres, conheçamos nossos semelhantes lá fora. E este conhecimento será transformador para a população mundial.

Compartilhe essa notícia:

Saiba mais sobre este assunto na edição 217 da revista

Comentários