DESTAQUE

Começam as observações de Plutão pela New Horizons

Por
16 de Janeiro de 2015
Pôster comemorativo da missão New Horizons; encontro com Plutão acontece em julho próximo
Créditos: Alex Parker

Em preparação para o histórico encontro do próximo 14 de julho, a nave New Horizons da NASA iniciou as sondagens científicas que durarão seis meses, até sua passagem pelo sistema de Plutão. Será a primeira vez que um engenho da Terra visitará o remoto planeta anão. Alan Stern, principal investigador da missão, comentou: "Estamos realmente quase diante da porta de Plutão".

A missão New Horizons, a um custo de 700 milhões de dólares, inicou-se em 19 de janeiro de 2006 com o lançamento em Cabo Canaveral. Acelerada a 16,26 quilômetros por segundo, ou 58.536 km/h, a mais alta velocidade em que foi lançada qualquer nave terrestre, a New Horizons passou a 2,3 milhões de quilômetros de Júpiter em 28 de fevereiro de 2007, a fim de incrementar sua velocidade com a assitência gravitacional proporcionada pelo mundo gigante.

A nave, do tamanho de um piano, percorreu 4,8 bilhões de quilômetros na longa odisseia espacial, e leva a bordo além de um CD com 434.738 nomes, um pedaço da fuselagem da Spaceship One, primeira nave construída por uma empresa privada a atingir o espaço, uma bandeira dos Estados Unidos, e uma pequena parte das cinzas de Clyde Tombaugh, o astrônomo que descobriu Plutão em 18 de fevereiro de 1930, e que faleceu em 17 de janeiro de 1997. Importante acrescentar que Tombaugh avistou UFOs próximo a Las Cruces, no Novo México, em 20 de agosto de 1949, tornando-se um interessado na questão.


ONDE NENHUMA NAVE JAMAIS ESTEVE

Plutão se aproxima do Sol a até 30 Unidades Astronômicas (AU) e seu afastamento máximo é de 49 AU, lembrando que 1 AU é a distância média da Terra ao Sol, de 150 milhões de km. De fato, ao longo de seu período orbital ou ano, equivalente a 247,68 anos terrestres, Plutão por vezes está mais próximo do Sol do que Netuno. Seu verdadeiro tamanho permaneceu um mistério, até que em 1978 a lua Caronte foi descoberta e sua massa pela primeira vez pôde ser medida. Revelada como sendo de somente 0,2% da massa da Terra, Plutão era pequeno demais para que fosse responsável pelos desvios verificados nas órbitas de Urano e Netuno. A nave Voyager 2, com suas passagens pelos dois gigantes gasosos, dirimiu as dúvidas sobre seus movimentos.

crédito: Wsmr-history.org
Clyde Tombaugh, interessado nos UFOs, e que nos anos 50 auxiliou as pesquisas de J. Allen Hynek
Clyde Tombaugh, interessado nos UFOs, e que nos anos 50 auxiliou as pesquisas de J. Allen Hynek

Com a descoberta de outros pequenos mundos nessa remota região do Sistema Solar, entre os quais os mais famosos são Sedna e Eris, Plutão foi finalmente reclassificado como planeta anão na reunião da União Astronômica Internacional (IAU), de 2006. Se Plutão foi rebaixado, aliás, o asteroide Ceres, situado no cinturão principal entre Marte e Júpiter, foi promovido à nova categoria, e também será visitado pela primeira vez nos próximos meses pela nave Dawn. A Nedw Horizons utilizará um total de sete instrumentos científicos para estudar Plutão e Caronte, e também as luas Syx, Nix, Kerberos e Hydra, descobertas entre 2005 e 2012.

A New Horizons está a aproximadamente 216 milhões de km de Plutão, no que é chamado de Fase de Aproximação 1. Boa parte das imagens que forem obtidas a partir de agora serão usadas para manter a nave no curso, realizando correções, se necessário, e verificando se no sistema do planeta anão não existem outros objetos que podem representar perigo para a missão. A partir de abril começarão a ser obtidas as melhores imagens já tiradas de Plutão e o grande momento chegará em 14 de julho, com a passagem próxima a somente 9.656 km da superfície do distante mundo. A nave prosseguirá mandando a imensa quantidade de informações obtidas por mais de um ano após o encontro. A seguir, se a NASA liberar verba, a New Horizons seguirá para seu segundo objetivo, um objeto no Cinturão Kuiper, que deverá encontrar por volta de 2019.

Visite o site oficial da missão New Horizons

Confira um vídeo da épica missão

Veja um infográfico sobre Plutão e suas luas

Fotos da missão New Horizons

Nave New Horizons a um ano de seu encontro com Plutão

NASA busca ideias para procurar vida alienígena em Europa

Nave Voyager 1 saiu do Sistema Solar

Saiba mais:

Livro: Dossiê Cometa

DVD: Pacote NASA: 50 Anos de Exploração Espacial

crédito: Revista UFO
Pacote NASA: 50 Anos de Exploração Espacial
Pacote NASA: 50 Anos de Exploração Espacial

Veja em 50 Anos de Exploração Espacial os momentos mais emocionantes da trajetória da NASA, desde o primeiro homem em órbita até as missões do ônibus espacial. Reveja o incrível vôo de John Glenn na missão Friendship 7, o sucesso da Apollo 11 e os primeiros passos de Neil Armstrong na Lua, as viagens seguintes ao satélite e as operações conjuntas com a nave soviética Soyuz. Conheça a verdadeira razão de não voltarmos mais à Lua e descubra que o destino agora é Marte, Vênus, Júpiter e mundos além do Sistema Solar, e quais são os planos da NASA para alcançá-los.

Já está no ar a Edição 218 da Revista UFO. Aproveite!

Dezembro de 2014

Frente a frente com eles