DESTAQUE

Astrônomo Real afirma que alienígenas provavelmente serão máquinas

Por
10 de Junho de 2015
Cientistas como Martin Rees têm defendido que civilizações extraterrestres avançadas seriam formadas por seres artificiais e não biológicos
Créditos: Arquivo

O Astrônomo Real Lorde Martin Rees afirmou no Festival da Ciência de Cheltenham que não está prendendo a respiração enquanto aguarda um sinal de vida extraterrestre, mas defendeu que é provável que essa prova, quando for captada, não virá de formas de vida orgânicas, como os humanos. Rees disse: "Acredito ser muito provável que, dentro de poucos séculos, a inteligência dominante será formada por máquinas, pois para elas será muito mais fácil viajar além da Terra. Elas não são orgânicas, e muito da exploração será feita por máquinas, e não humanos".

Lorde Rees prossegue: "Se detectarmos um sinal do SETI (sigla para Busca por Inteligência Extraterrestre), será muito mais provável que tenha sido enviado por uma máquina, e não por uma criatura orgânica. Seres orgãnicos inteligentes podem existir por pouco tempo, enquanto uma civilização de máquinas poderá durar por milhões ou bilhões de anos, então é provável que elas sejam o futuro". O Astrônomo Real afirma que nas próximas décadas humanos irão visitar e se estabelecer em vários mundos de nosso Sistema Solar, e utilizarão a tecnologia e a engenharia genética para se adaptar. Isso levará a uma era pós humana, o surgimento de novas espécies, de acordo com ele.

Martin Rees também acrescenta que as explorações lunares do Projeto Apollo ocorreram em um ambiente de corrida espacial, uma forte competição entre Estados Unidos e União Soviética. Ele acredita que as próximas excursões além da órbita terrestre, para a Lua e além, serão feitas por aventureiros e empresas, como a Space Adventures e a SpaceX, que já declararam sua pretensão de investir pesado no turismo espacial. "Prevejo que nos próximos 50 anos todos os mundos de nosso Sistema Solar estarão mapeados por nossas máquinas, e alguns deles já terão habitantes humanos".

A PRÓXIMA EVOLUÇÃO

crédito: Arquivo
O Astrônomo Real, Lorde Martin Rees
O Astrônomo Real, Lorde Martin Rees

O Professor Rees afirma temer a má utilização dos avanços em biotecnologia, e alerta que computadores e robôs em breve se tornarão tão avançados que conseguirão criar por si próprios a próxima geração de máquinas, sem intervenção humana. Ele diz: "Algumas pessoas acham que deveríamos ter regulamentos a respeito, enquanto outras dizem que não devemos nos preocupar. Claro que me preocupo com robôs militares semi-autônomos, que podem atirar nas pessoas". Stephen Hawking recentemente afirmou que avanços na inteligência artificial podem significar o fim da humanidade, mas Rees não é tão alarmista: "Stephen Hawking se pronunciou a respeito de maneira muito dogmática, e isso causou um alarme muito maior do que o assuto merece".

Sondas alienígenas poderiam estar explorando a galáxia

Localizando sondas alienígenas no Sistema Solar

Minissérie do canal SyFy sobre nave norte-americana dos anos 60

Completam-se 45 anos do pouso lunar da Apollo 11

É questão de tempo até a descoberta de alienígenas, diz astrônomo do Vaticano

Civilizações alienígenas avançadas, como procurar?

Saiba mais:

Livro: Dossiê Cometa

crédito: Revista UFO
Dossiê Cometa
Dossiê Cometa

Este é o documento ufológico mais explosivo dos últimos tempos. O Dossiê Cometa é o relatório da entidade homônima francesa – o Comitê Cometa – que analisou as evidências mais marcantes da atuação de ETs em nosso planeta, através de avistamentos e aterrissagens de UFOs que se prolongam há milênios e dos contatos com seus tripulantes. O documento foi entregue ao primeiro ministro francês e a outras autoridades mundiais, com uma séria advertência: devemos estar preparados para grandes transformações em nossa cultura, ciência e religião, pois em pouco tempo os UFOs causarão grande impacto em nossas vidas.

DVD: Buscando Vida Fora da Terra

Já está no ar a Edição 217 da Revista UFO. Aproveite!

Novembro de 2014

A descoberta de novos mundos