DESTAQUE

Arquivos do Projeto Livro Azul foram reclassificados

Por
06 de Junho de 2010
Nenhum caso de ataque por UFOs em humanos foi encontrado no arquivo
Créditos: ufo sightings

Arquivos contendo o famoso Projeto Livro Azul [Blue Book] foram novamente classificados há algum tempo. O famoso cosmonauta soviético Pavel Popovich conseguiu o livro da KGB em 1991. Naquele tempo o Sr. Popovich ocupava a posição de presidente honorário da Academia Aplicada de Ufologia Informacional. Os arquivos contém numerosas descrições de vôos ufológicos e relatórios de algumas tentativas, a maioria sem sucesso, feitas pelos militares para capturar os alienígenas.

Os alienígenas foram reconhecidos em 1968 - Em 1968, 13 renomados engenheiros e desenhistas aeronáuticos que trabalhavam em um novo projeto de avião no Setor de Tecnologia Espacial e Exploração encaminharam uma carta ao primeiro-ministro soviético Alexei Kosygin. Era um pedido para preparar uma organização especial para estudos de UFOs. A resposta para a carta foi assinada pelo acadêmico Shchukin. Era um documento espantoso por si só:

“Várias organizações do Comitê da Academia de Ciências da URSS em cooperação com a Chefia do Serviço Metereológico, Ministro da Defesa, e algumas outras organizações estão atentas para o assunto de natureza do chamado objetos voadores. As organizações envolvidas no estudo da atmosfera e espaço foram instruídas a registrar e pesquisar qualquer caso de UFO para que sejam identificadas. A Academia de Ciências da URSS é a encarregada do monitoramento geral do fenômeno, e por isso mesmo uma organização especial para o estudo dos UFOs não é necessária”.

“Isso foi um avanço e tanto”, diz Vladimir Azhazha, presidente da academia acima e detentor do Livro Azul. “As autoridades não somente admitiram a existência dos UFOs pela primeira vez, como também mostraram um enorme interesse no assunto”, acrescentou. “Nós conseguimos o Livro Azul somente em 1991”, diz o Sr. Azhazha. “Pavel Popovich deu o arquivo após solicitar relatórios dos casos ufológicos. Eu recebi o arquivo dele, era uma compilação dos relatórios de 124 páginas sobre os encontros com UFOs. Os relatórios arquivados pelas autoridades, unidades militares e testemunhas oculares. Gastamos muito tempo para esclarecer algumas dúvidas antes de tornar o arquivo público”, diz ele. O Sr. Popovich viu um UFO somente uma vez quando voava em um avião de passageiro de Washington para Moscou. De acordo com ele, o objeto parecia um triângulo brilhante que apareceu do nada, voou por um tempo perto do avião a cerca de mil quilômetros por hora antes de desaparecer sem deixar rastro.

Apesar da capa da carta que efetivamente negava qualquer programa especial pela KGB para monitorar as atividades ufológicas, o conteúdo do arquivo indicava o oposto. É óbvio que a polícia secreta soviética iniciou profundas investigações em vários casos em especial uma anomalia observada perto da vila de Burkhala da região de Magadan no dia 21 de outubro de 1989. O relatório do incidente dizia: “As testemunhas dizem ter visto uma esfera vermelha brilhante circulando acima da vila por meia hora”. As luzes do lado norte diziam ter brilhado fortemente a noite toda acompanhando o incidente.

Os discos voadores desapareceram no ar após explosão - Os agentes da KGB olharam para todos os lados tentando descobrir o que aconteceu no aeroporto da cidade de Mineralnye Vody no dia 15 de dezembro de 1987. De acordo com os funcionários do aeroporto, às 23h15 o vôo número 65798 relatou um “objeto semelhante a uma aeronave com as luzes acesas”. No entanto os radares não detectaram nenhuma aeronave. Três minutos depois, o UFO se foi conforme relatado. A tripulação de outro avião também observou um UFO voando na mesma área. O relógio apontava aproximadamente 23h20. De acordo com a tripulação, o UFO deixou um rastro de fumaça no ar. As tripulações dos aviões relataram que o UFO sumiu após um flash e o soar de uma explosão. Um morador da vila relatou um avião queimando voando sobre a vila às 23h30. As testemunhas disseram que então o avião desapareceu. As testemunhas não encontraram destroços ou qualquer outra evidência de queda de avião.

Nenhuma entrada foi encontrada na aeronave “marciana” - De tempos em tempos os militares são chamados para lidar com UFOs independentemente. Em agosto de 1987, os funcionários de uma aeronave baseado na península de Tiksi tentaram “saber mais” sobre um UFO que apareceu na tela do radar. O relato do coronel Lobanov, um oficial encarregado da unidade militar número 45038, disse: “Um alvo não identificado foi detectado pela estação de radar de uma unidade antiaérea no escritório do comandante às 05h45 horário de Moscou”. O alvo se moveu a uma velocidade variando de 0 a 400 km/h. Às 06h55 um helicóptero MI-8 decolou para um exame mais detalhado do objeto. De repente, o objeto se tornou invisível. Outra aeronave, o AN-12, estava voando nos arredores no mesmo horário. A 3600 metros a tripulação relatou uma nuvem esmeralda com algumas poucas faces de púrpura e pontos pretos visíveis no meio. Duas trilhas inversas foram relatadas atrás das nuvens.

Um incidente ocorreu na região militar de Leningrado no início de agosto de 1987. Cinco oficiais foram despachados para a parte norte de Karelia para acompanhar um objeto de origem desconhecida que fora localizado perto da cidade de Vyborg. O objeto tinha 14 metros de comprimento, 4 metros de largura e 2,5 m de altura. Os militares falharam ao abrir a “lata extraterrestre”. Depois o objeto desapareceu do hangar no fim de setembro. Em 28 de julho de 1989, a chegada de um UFO espalhou pânico na unidade militar baseado aos redores de Kapustin Yar, na região de Astrakhan. O cabo Valery Voloshin estava em serviço no centro de comunicação nesta hora. Ele arquivou o primeiro relato do caso. Os pesquisadores acreditam que o Projeto Livro Azul é uma inestimável fonte de informações. De acordo com o Sr. Azhazha, todos os relatos e evidências gravadas indicavam forma inteligente de vida controlando os objetos que significa que não é perigosa para os seres humanos. Pelo menos não há nenhum caso de ataque por UFOs em humanos fora encontrado no arquivo.

Já está no ar a Edição 132 da Revista UFO. Aproveite!

Abril de 2007

Militar chileno agita a Comunidade Ufológica