ARTIGO

Os seres que participam do programa alienígena de hibridização

Por David E. Jacobs, Ph.D. | Edição 244 | 01 de Março de 2017


Créditos: ALEXANDRE JUBRAN

Os seres que participam do programa alienígena de hibridização

Os seres que participam do programa alienígena de hibridização

Insectalinos

* Características: São do tipo do inseto louva-a-deus. Tem acima de 2 m de altura e corpo esguio. Possuem um forte engajamento neural e comunicam-se apenas telepaticamente. Sua cabeça é ligeiramente triangular e sem cabelos. Os olhos são amendoados, muito grandes e completamente negros, apontando diagonalmente para baixo na direção do ângulo inferior da própria cabeça. Seu sexo é desconhecido ou não observável.

* Funções: Supervisionam as operações de abdução. Parecem estar no comando destes procedimentos. Algumas vezes realizam exames preliminares nos abduzidos. Alguns usam trajes interessantes de gola muito alta, talvez um sinal de hierarquia entre outros insectalinos. Podem travar algumas conversações substantivas.

Pequenos grays

* Características: Sua altura está entre 90 e 106 cm e são magros. Têm uma forte capacidade neural e sua forma de comunicação é exclusivamente telepática. Têm cabeça grande e sem cabelos. Seus grandes olhos negros são amendoados e apontam para as narinas. Sexo não identificável, mas presumivelmente masculino. Forma de ingestão de alimentos desconhecida e é provável que absorvam nutrientes líquidos pela pele. São muito eficientes nas abduções.


* Funções: São ajudantes em muitas atividades. Abduzem os humanos e levam-nos para dentro dos UFOs, e auxiliam os abduzidos a tirarem suas roupas e voltarem a vesti-las. Acompanham os abduzidos pelo UFO para os procedimentos agendados e realizam funções servis, como a limpeza de vômito e urina de humanos, a assepsia dentro das naves.

Grays altos

* Características: Sua altura está entre 120 e 137 cm e são magros. Têm forte engajamento neural e sua comunicação é exclusivamente telepática. Têm cabeça grande e sem cabelos. Têm grandes olhos negros amendoados apontando para as narinas. Aparente ausência de coração ou pulmões, além de órgãos reprodutivos ou excretores. Seu sexo identificável, masculino ou feminino. Ingestão de alimentos por meio de absorção cutânea de nutrientes.

* Funções: Abduzem humanos e levam-nos a bordo dos UFOs. Realizam tarefas mais complexas, como coleta de óvulos e esperma, implantação de embriões e remoção de fetos.

Híbridos reptalinos

* Características: Sua altura está entre 150 e 180 cm. Têm cabeça que lembra uma cobra. Suas descrições são variadas. Sua pele parece ter escamas ou ser malhada. Seu poder de engajamento neural é desconhecido, mas sua comunicação é exclusivamente telepática. Olhos felinos ou mais humanoides, não inteiramente negros. Narinas e ouvidos raramente citados. Aparente ausência de órgãos reprodutivos ou excretores.

* Funções: Realizam procedimentos físicos mais complexos e interrogam os abduzidos sobre eventos em suas vidas.

Híbridos humanoides (Estágio precoce)

* Características: Aparência de alien gray, porém de forma humana. Rosto com pequenos órgãos. Sua altura está entre 150 e 165 cm, com corpos esguios. Seus cabelos são sensíveis e finos. Bocas e narizes pequenos, ouvidos pequenos ou ausentes. Área branca dos grandes olhos pequena. São dos sexos masculino e feminino. Presença desconhecida de órgãos reprodutores ou excretores.


* Funções: São cuidadores de bebês e crianças híbridos. Desempenham papéis variados igualmente.

Híbridos humanoides (Estágio intermediário)

* Características: Seus rostos são meio alienígenas, meio humanos. Sua altura está entre 150 e 175 cm. Seus cabelos são medianamente grossos. Possuem uma pequena boca e nariz. Pequeno queixo, quase sempre pontudo. Seus olhos têm maior área branca, porém ainda pequena comparada a de humanos normais. São dos sexos masculino e feminino e só se comunicam telepaticamente.

* Funções: São cuidadores de bebês e crianças híbridos e realizam procedimentos em humanos. Auxiliam pequenos grays nos processos a bordo do UFO e acompanham os abduzidos dentro das naves. Tendem a ser mais comunicativos do que os grays ou humanoides em estágio precoce.

Humanoides híbridos (Estágio avançado)

* Características: Parecem humanos, exceto pela ausência de pelos pubianos ou em outras partes do corpo. Sua altura está entre 165 e 175 cm e podem facilmente se passar por humanos, masculinos ou femininos. Possuem íris de aparência muito grande. Seus cabelos são descritos pelas testemunhas como normais. Funções reprodutivas e excretoras normais. Comunicação principalmente telepática, podendo ser também verbal.

* Funções: Realizam procedimentos diversos. Deixam os UFOs para levar os abduzidos a bordo e podem desenvolver relações especiais com eles, sempre se ligando a abduzidas desde idades precoces como híbridos de projeto pessoal. Muitas vezes impõem regras, garantindo que os abduzidos obedeçam ao programa. Não vivem no planeta Terra. Podem ser comunicativos e auxiliam húbridos a se integrarem.

Humanoides híbridos (Estágio humano, híbridos avançados e de segurança)

* Características: São fisicamente indistinguíveis dos humanos. Sua altura está entre 165 e 175 cm. Estão sempre concentrados em suas funções. Os híbridos de segurança são do sexo masculino. Os híbridos avançados são do sexo masculino e feminino. Alimentam-se pela boca e têm engajamento neural médio. Comunicam-se tanto telepática quanto verbalmente.

* Funções: Ajudam os húbridos a se integrarem. São responsáveis pela segurança, protegem os húbridos que vivem na Terra e se certificam de que não existem riscos de vazamento de suas identidades. Asseguram-se de que os abduzidos sejam desconhecidos. Híbridos avançados vêm ao planeta Terra a fim de obter alojamento para húbridos e dependentes. Podem viver na Terra.

Seres húbridos (Independentes e de grupos)

* Características: São como seres humanos em praticamente todos os aspectos, exceto em certas funções neurais específicas. Sua altura está entre 165 e 175 cm. Sua comunicação é telepática e verbal e pode-se dizer que têm a mente aberta. São masculinos e femininos e podem aprender a se tornar cidadãos. Seu engajamento é médio ou fraco.

* Funções: Vivem no planeta Terra e misturam-se à sociedade de modo relativamente fácil. Os húbridos de grupos aprendem o máximo que podem sobre a sociedade terrestre. Os húbridos independentes aprendem o máximo possível sobre a vida humana. Vivem sozinhos, mas mantêm contatos com seus UFOs. Já os independentes ajudam os húbridos de grupo a integrar-se. Vivem juntos em duplas ou trios.

Para continuar lendo este artigo, você deve se cadastrar no Portal UFO. O cadastramento é gratuito e dá acesso a todo o conteúdo do site.

Login

Compartilhe esse artigo:

Sobre o Autor

David E. Jacobs, Ph.D.

Professor da História Americana na prestigiada Universidade de Temple, Filadélfia, David Jacobs é considerado um dos mais bem informados estudiosos do fenômeno de abduções em todo o mundo. Após ter trabalhado pessoalmente com mais de mil abduzidos, muitos dos quais tratou sob hipnose, Jacobs considera ter descoberto a razão pela qual os extraterrestres nos visitam tão insistentemente.

Em sua visão - polêmica porém respeitada em todo o mundo - os alienígenas buscam nos terrestres algo que lhes é muito precioso: material genético para ser usado em processos de criação de novas espécies. Sua teoria tem procedência. " Em 99% dos casos de abdução de humanos para bordo de UFOs, os raptadores os submetem a exames médicos e extraem de suas vítimas material genético", explica.

Comentários