ARTIGO

Os números oficiais do Programa Norte-Americano de Pesquisa Ufológica

Por Equipe UFO | Edição 1 | 01 de Março de 1988


Créditos:

Os números oficiais do Programa Norte-Americano de Pesquisa Ufológica

Recentemente recebemos um resumo sobre as atividades norte-americanas de pesquisas ufológicas, desde o Projeto Sign até o chamado Comitê Condon, da Universidade do Colorado. Abaixo transcrevemos as informações mais importantes contidas na documentação recebida do Departamento da Força Aérea dos Estados Unidos (USAF), através de sua Secretaria de Relações Públicas.

"A investigação sobre UFOs conduzida pela Força Aérea dos Estados Unidos começou em 1948 e foi conhecida como Projeto Sign (sinal). Posteriormente o nome foi alterado para Projeto Grudge e, em 1953, transformou-se no famoso Projeto Blue Book (livro azul). Entre 1948 e 1969a Força Aérea investigou 12.618 relatório de observações de UFOs.

Abaixo é apresentada uma listagem estatística de relatórios de observações de UFOs durante as investigações conduzidas pela Força Aérea:

Total de observações de UFOs de 1947 a 1969:

crédito:

Do total de observações analisadas, 11.917 foram dadas como provocadas por objetos materiais (balões, satélites e aviões), objetos não materiais (reflexos solares e lunares e outros fenômenos atmosféricos), objetos astronômicos (estrelas, planetas, sole lua), condições meteorológicas especiais e até mesmo fraudes . Como está indicado na tabela acima, somente 701 casos permaneceram sem uma identificação positiva, permaneceram como não identificados.

Em 17 de dezembro de 1969, a Secretaria da Força Aérea dos Estados Unidos anunciou publicamente o fechamento do Projeto Blue Book. Tal decisão foi baseada na análise efetuada por um painel de professores da Universidade do Colorado, conhecida como Comité Condon. Os resultados dessas análises ainda foram checados por um novo estabelecimento, a Academia Nacional de Ciências - órgão máximo da comunidade científica norte-americana.

A Academia avaliou da seguinte maneira os resultados do Projeto Blue Book: ( 1) nenhum UFO relatado, analisado ou investigado pela Força Aérea demonstrou qualquer sinal de ameaça à segurança nacional dos EUA; ( 2 ) não há qualquer evidência de que os objetos classificados como UFOs, simplesmente por serem "não identificados", representem qualquer objeto tecnológico em nível de desenvolvimento superior ao conhecimento cientifico atual; e( 3 ) não existe qualquer evidência de que os UFOs sejam veículos extraterrestres."

Com estes resultados, a Força Aérea dos EUA eliminam qualquer possibilidade de os UFOs existirem, como expressou o próprio Dr. Hynek na entrevista. Entretanto, nestes dados e números "fabricados" pelo governo norte-americano, faltam á verdade, a seriedade e o respeito devido não só ao cidadão norte-americano, como a todos os habitantes do planeta, visto Ser o problema dos UFOs um assunto mundial. Para se ter idéia da fabricação de dados, basta dizer que, ao contrário de tudo o que se informou na \'release\' da USAF, desde 1946os EUA admitiram internacionalmente, aos principais lideres das nações desenvolvidas, seu interesse no assunto UFO, por "ser um fenômeno de magna importância para os destinos da Humanidade" (opinião expressada pelo próprio presidente Roosevelt); ou ainda, basta comparar os dados da release acima com cerca de 6 mil páginas de documentos extraídos através de lei do interior dos arquivos secretos dos diversos departamentos de estado norte-americanos. Entre eles uma carta enviada pela mesma USAF que redigiu as informações publicadas na release, à multinacional Henry & Holt Company, influente empresa de Nova Iorque:

"...a conclusão de que os discos voadores são, de fato, reais, nunca foi negada pela Força Aérea... e se estão corretas as informações prestadas por testemunhas de observações de UFOs aos nossos investigadores, então a ÚNICA explicação para os UFOs é a origem interplanetária."

Para continuar lendo este artigo, você deve se cadastrar no Portal UFO. O cadastramento é gratuito e dá acesso a todo o conteúdo do site.

Login

Compartilhe esse artigo:

Sobre o Autor

Equipe UFO

Comentários