Edição 167
DESTAQUE

Aos poucos, o mundo desperta para a realidade extraterrestre

Por
01 de Jul de 2010
Roberto Pinotti comanda um dos muitos debates ocorridos em San Marino
Créditos: ARQUIVO UFO

Os últimos meses foram extremamente agitados para a Ufologia Mundial. E também muito produtivos. Uma série de eventos internacionais com grande repercussão foi realizada em vários países, buscando, além de expor a crescente e cada vez mais evidente casuística ufológica, debater a abertura de arquivos militares secretos sobre a ação na Terra de outras espécies cósmicas. O ano começou com um grande congresso no México, organizado pelo jornalista Jaime Maussán e abordado em nossa edição UFO 165. Foi a Primeira Cúpula Ufológica Mundial, que teve uma platéia que chegou a 1.600 pessoas. A idéia de se realizar eventos nesses moldes, com expoentes de várias partes do mundo e numerosas audiências, tem sido uma constante e foi colocada em prática também em Santiago, no Chile, no dia 29 de maio, embora com números mais modestos, cerca de 500 pessoas.

Acordando agora para a realidade

Entre um evento e outro, o planeta tem observado um significativo aumento nos debates em torno da presença alienígena na Terra. “É como se a humanidade estivesse acordando agora para esta realidade”, disse em San Marino o sociólogo Roberto Pinotti, correspondente internacional da Revista UFO e organizador da série Simpósio Mundial Sobre Objetos Voadores Não Identificados e Fenômenos Conexos, que se realiza naquele país há quase 20 anos — com patrocínio governamental e coordenação de Pinotti. Na edição deste ano compareceram, entre outros estudiosos, o cientista russo Alexander Zaitsev, novo consultor de UFO, o militar norte-americano William Brophy, a psicóloga suíça Cândida Mammoliti, o brasileiro A. J. Gevaerd e uma constelação de ufólogos italianos, com destaque para Stefano Breccia, que apresentou o Caso Amizicia, segundo o qual um grupo de amigos teria mantido contatos duradouros com seres de outros planetas.

crédito: ARQUIVO UFO
Ao lado, o russo Zaitsev em San Marino, seguido por Gevaerd e Stonehill em Washington
Ao lado, o russo Zaitsev em San Marino, seguido por Gevaerd e Stonehill em Washington

O Simpósio de San Marino tem inúmeras atrações e em suas diversas edições sempre se deu muita atenção à casuística ufológica brasileira. Desta vez, no entanto, o interesse da platéia era outro, assim como o dos próprios conferencistas: conhecer os mecanismos utilizados pela campanha UFOs: Liberdade de Informação Já para obter do Governo mais de 5 mil páginas de documentos antes secretos sobre UFOs no país.

Gevaerd discorreu sobre o tema apresentando detalhes do movimento e expondo seus resultados, considerados mundialmente como um exemplo de abertura ufológica. O mesmo trabalho foi apresentado pelo editor de UFO no evento seguinte, a X-Conference 2010, no auditório principal do prestigiado Clube Nacional de Imprensa, em Washington, Estados Unidos, a duas quadras da Casa Branca. Organizado pelo Paradigm Research Group (PRG) e organizado pelo ativista Stephen Bassett, o congresso se realiza há seis anos, sempre com excelentes resultados e uma platéia participativa e influente na Ufologia Norte-Americana. Nesta edição, mais de 300 pessoas compareceram ao evento, que ocorreu de 07 a 09 de maio, sendo seguido, no dia 10, por uma conferência de imprensa televisionada e publicada imediatamente na internet. Nela, os conferencistas usaram a tribuna por cerca de 10 minutos cada para apresentarem aos meios de comunicação uma síntese rápida — mas eloqüente — do que suas organizações têm realizado para efetivar a tão desejada abertura. Seguindo a inauguração dos trabalhos, pelo coordenador Bassett, foi novamente de Gevaerd a missão de iniciar a exposição, apresentando os mecanismos que levaram o Governo Brasileiro a atender ao pedido da Comissão Brasileira de Ufólogos (CBU) e liberar significativa quantidade de documentos nos últimos anos.

crédito: ARQUIVO UFO
O radialista Noory [E], de Coast to Coast, o ativista Bassett, organizador do evento, e o proponente de Exopolítica Alfred Webre [D]
O radialista Noory [E], de Coast to Coast, o ativista Bassett, organizador do evento, e o proponente de Exopolítica Alfred Webre [D]

Exemplo ao mundo

“Nenhum país logrou tanto êxito em obter arquivos secretos sobre discos voadores quanto o Brasil, uma Nação que se estabelece como líder mundial na área e que ainda dá mais este exemplo”, declarou Bassett. Entre os conferencistas convocados por ele para a X-Conference 2010 estavam alguns dos mais reconhecidos integrantes da Comunidade Ufológica Mundial, como os jornalistas norte-americanos Peter Robbins, George Knapp e Richard Dolan — este último autor, entre outros, do livro UFOs and The National Security State [UFOs e o Estado de Segurança Nacional, Keyhole Press, 2009], um impressionante volume com mais de 600 páginas. Também estiveram presentes o detetive inglês Gary Heseltine e o autor russo nacionalizado norte-americano Paul Stonehill, consultores da Revista UFO, entre outros convidados. Dois destaques especiais marcaram as apresentações: a participação do astronauta Edgar Mitchell, por telão via internet, e do radialista George Noory, que comanda o programa Coast to Coast, o mais assistido sobre Ufologia do mundo.

Editor de UFO é homenageado em Washington

Durante a noite de gala da X-Conference 2010, que teve como destaque a apresentação pela internet do astronauta Edgar Mitchell, da Apollo 14, foi realizada uma cerimônia para homenagear, segundo os critérios da Paradigm Research Group, ufólogos e personalidade que se destacaram em áreas consideradas relevantes para o avanço do entendimento da presença alienígena na Terra e suas conseqüências para a humanidade.

Ao longo de todos os eventos da série, muitos foram os homenageados, que receberam placas e tiveram seus nomes inscritos nos anais da entidade e inseridos em seus esforços para promover a abertura ufológica nos Estados Unidos. Em 2010, foram sete os agraciados em diferentes categorias, entre eles o editor da Revista UFO

A. J. Gevaerd, que recebeu o prêmio Reconhecimento Vitalício por atividades ufológicas. Em anos anteriores a honraria havia sido entregue a renomados integrantes da Comunidade Ufológica Mundial, como Walt Andrus, ex-presidente da entidade Mutual UFO Network (MUFON), o ativista Alfred Webre, um dos fundadores da Exopolítica, o especialista em agroglifos inglês Colin Andrews e o próprio astronauta Mitchell.

Entre os demais homenageados da noite estavam o autor Richard Dolan, o jornalista George Knapp, a repórter Linda Moulton Howe, o detetive Gary Heseltine, e o radialista George Noory. “Foi uma grande emoção receber esta homenagem, que faço em nome de toda a Comunidade Ufológica Brasileira, em especial os integrantes da Equipe UFO, a quem ofereço esta honraria”, disse Gevaerd.


Agenda do segundo semestre

O ano parece estar apenas começando, tamanha é a quantidade de eventos já marcados no calendário da Ufologia Mundial. Entre as atividades mais esperadas estão a VI Irish UFO Conference 2010, a ocorrer em Boyle, na Irlanda, em 02 e 03 de outubro, o XI International UFO Symposium, 09 e 10 de outubro em Istambul, e o I Congreso Internacional de Investigación de Fenómenos Aeroespaciales y Terrestres, em 15 e 16 de outubro, em Montevidéu. A Revista UFO estará representada em todos eles por seu editor, A. J. Gevaerd, levando para as platéias internacionais detalhes da casuística nacional e, em especial, da abertura ufológica promovida pela Comissão Brasileira de Ufólogos (CBU).

No Brasil, o grande acontecimento será o IV Fórum Mundial de Ufologia, a ser realizado em Curitiba, de 04 a 07 de setembro. Evento já tradicional do calendário nacional, o fórum desta vez contará com presenças da Rússia, Estados Unidos, Itália, Portugal, Argentina e Turquia. Detalhes na próxima edição.

É possível estabelecer contato com alienígenas?

Já está no ar a Edição 167 da Revista UFO. Aproveite!

Jul de 2010

Fomos visitados