DESTAQUE

V Fórum Mundial de Ufologia: como foi o segundo dia

Por
23 de Novembro de 2013
Stephen Bassett fala diante do auditório lotado, encerrando o segundo dia do II UFOZ 2013
Créditos: Jovanir Medeiros - Revista UFO

O dia começou com a palestra de Ataíde Ferreira Neto, psicólogo, conferencista, escritor e presidente da Associação Mato-Grossense de Pesquisas Ufológicas e Psíquicas (AMPUP). Durante sua apresentação, intitulada O Impacto da Presença Extraterrestre, Ataíde levantou as mais diversas características da arqueologia brasileira, analisando-as sob a ótica ufológica, mostrando que a cultura indígena no Brasil contém registros contundentes do Fenômeno UFO.

Ele também trouxe para sua conferência comparações entre a cultura indígena nacional e outras ao redor do mundo, mencionando como exemplo as pinturas rupestres encontradas na cidade de Barra do Garças, que retratam objetos discoidais semelhantes aos identificados no deserto do Saara, na região de Tassili no norte da África. Estes e outros indicativos globais descrevem o mesmo fenômeno, que é relatado e observado atentamente desde os primórdios da nossa civilização.

A segunda conferência do dia foi do português Luis Vieira de Matos, renomado pesquisador que tem em seu histórico uma rica investigação da casuística na África, em especial as ocorrências entre as etnias mais isoladas. Sob a temática O que os UFOs Significam Para Nós?, Matos discorreu sobre a cronologia ufológica em nosso planeta datada desde antes do surgimento do homem. Apresentou indícios como um fóssil de pegadas encontrado em Utah, datando de no mínimo 250 milhões de anos, até fotos e vídeos mais atuais de avistamentos de UFOs.

Tempo de grandes mudanças se aproxima

Ao final de sua palestra Matos apresentou uma extensa lista de personalidades das áreas da política, religião e ciência que fizeram declarações sobre o Fenômeno UFO, mostrando como os líderes mundiais estão cientes dos acontecimentos e não revelam toda a verdade para a população mundial, alegando que o pânico tomaria conta da racionalidade das pessoas. Sobre isso ele declarou: “Se for instaurado o caos, o controle das massas não será possível”. Em suas considerações finais o palestrante afirmou que estamos muito próximos de um passo na evolução de nossa espécie: “O tempo da passagem do Homo sapiens sapiens para o Homo sapiens aliens está chegando”.

crédito: Jovanir Medeiros - Revista UFO
Ataíde, Luis, Thiago
Ataíde, Luis, Thiago

Em seguida subiu ao palco Thiago Ticchetti, ufólogo e conferencista, autor do livro Quedas de UFOs e de vários artigos e entrevistas para a Revista UFO. Sob o assunto da Tipologia dos Alienígenas, apresentou diferentes descrições obtidas em diversos casos ao redor do mundo, mostrando como a partir destes podemos classificar algumas das espécies mais comuns visitantes. Thiago as dividiu em quatro classes: humanoide, animalia, robótica e exótica. Na classe de humanoide há seres com características semelhantes aos humanos e entre os mais comuns estão os Greys, pequenos seres de pele cinza, de cabeça grande e calva, muito comuns em seriados e filmes. Na classe animalia existem subdivisões como mamíferos, insectoides, anfíbios e aviários, sendo os mais comumente descritos os reptilianos, por vezes chamados de homens-lagarto, com aproximadamente 1,80 metros, apresentando pele verde e membranas nos pés e mãos.

A classe robótica tem aspecto metálico e pelo fato de se comunicarem entre si, conforme descrição de testemunhas, são também considerados uma forma de vida. O último tipo abordado por Ticchetti foi o exótico, classe composta por seres físicos que não apresentam atributos comuns às outras. Por exemplo, um dos seres relatados foi descrito como tendo forma de geleia, cerca de 90 centímetros e exalando mau cheiro. O conferencista conclui dizendo: “Há uma diversidade enorme de raças que visitam a Terra e ainda não temos conhecimento de todas elas, nem mesmo suas intenções”. Thiago também apresentou seu novo livro intitulado Arquivo UFO: Casos Ufológicos, que será lançado em breve pela Biblioteca UFO.

Contatos diretos e a consciência humana

A quarta palestra do dia foi a do chileno Rodrigo Fuenzalida, sociólogo e presidente do Agrupamento de Investigações Ovniológicas Nacionais (AION) e representante da Mutual UFO Network (MUFON) no Chile, além de correspondente internacional da Revista UFO. Intitulada Os UFOs e os Fenômenos da Consciência, a conferência abordou casos de diversas naturezas ocorridos dentro do território chileno. Fuenzalida apresentou estudiosos que falam do tema Ufologia e consciência, assim como especialistas em casos parapsíquicos. Ele apontou as principais características que determinam se um contato é de caráter psíquico ou não. Além disso, relatou que muitas aparições ufológicas coincidem com movimentos de placas tectônicas que, de alguma maneira, podem liberar uma maior concentração de energia eletromagnética.

Fuenzalida especulou que esse fato pode estar diretamente relacionado a constantes avistamentos em locais próximos a vulcões. Posteriormente o palestrante falou sobre experiências extrassensoriais afirmando: “A consciência não é apenas uma atividade química no cérebro, mas vai além desses estímulos”, defendendo que para entender os contatos ufológicos além da consciência é necessário sair do pensamento linear. Rodrigo Fuenzalida finalizou afirmando ser possível observar que muitas dessas aparições desafiam as leis da gravidade, sugerindo que essas civilizações pertencem a um estágio evolutivo mais avançado.

A Avançada Ciência e Espiritualidade em ETs que Atuaram no Brasil Central foi o tema da conferência apresentada pelo general Paulo Yog Uchôa. Filho e seguidor do também general e maior pioneiro da Ufologia Brasileira, Alfredo Moacyr de Mendonça Uchôa, o conferencista abordou as experiências e relatos de seu pai, descrevendo casos em que a ciência alienígena surpreendeu os mais diversos estudiosos e especialistas. Um dos casos mencionados foi o encontro de seu pai com Yogarin, uma entidade posteriormente identificada como sendo também Mestre Morya, que orientou o general Alfredo a divulgar seus conhecimentos acerca dos fenômenos que vivenciava, assim como suas experiências dentro da Parapsicologia e do conceito de Hiperespaço.

crédito: Jovanir Medeiros - Revista UFO
Fuenzalida, Uchoa
Fuenzalida, Uchoa

Além de relatar os fenômenos de tecnologia alienígena de manipulação da luz, Paulo Uchôa discorreu sobre um caso de cura transcendental acontecido com Bernadete Gomes, diagnosticada no Hospital das Forças Armadas com complicações decorrentes do Mal de Chagas. Após receber o diagnóstico e ser informada de que teria apenas mais um mês de vida, Bernardete foi levada pelo general Alfredo para a cura através de uma luz que, segundo o relato da própria enferma, veio do espaço. Depois disso ela voltou ao hospital sem nenhum indício de sua doença. Esses fatos aconteceram há 39 anos e hoje Bernadete tem uma vida saudável, além de filhos e netos. Ao final de sua conferência Paulo Uchôa exibiu o áudio de um poema escrito por ele próprio sobre o universo e suas múltiplas características e mistérios, inspirando a todos os presentes.

Compreensão da realidade e casos marcantes

Logo em seguida subiu ao palco o peruano Anthony Choy, jornalista investigativo, investigador do órgão ufológico oficial da Força Aérea do Peru (FAP) e com participações em documentários para os canais History Channel e Discovery Channel, sendo também correspondente internacional da Revista UFO. Sob a temática Multidimencionalidade e Poder Político na Compreensão da Realidade Extraterrestre, Choy abriu sua palestra afirmando que três quartos da população mundial já tiveram experiências ufológicas ou paranormais, o que significa que esta realidade está mais presente do que se imagina, porém o poder político dos países, principalmente os de maior influência mundial, recorrem a estratégias diversas para abafar o interesse no Fenômeno UFO.

Aliados a setores da mídia, políticos influentes fazem uma verdadeira maratona de desinformação e de não propagação das notícias acerca dos acontecimentos envolvendo Ufologia e paranormalidade. Entre os casos destacados por Choy está o de um cidadão peruano que enviou uma carta ao governo e às Forças Armadas solicitando informações a respeito de registros ufológicos. Contraditoriamente, enquanto as Forças Armadas responderam que não existiam tais registros, o governo respondeu que estes são confidenciais e, portanto, não poderiam ser divulgados. Choy defende que o caso demonstra a realidade do fenômeno e que os registros existem mesmo que não sejam abertos à população. Choy também mencionou a teoria de que os seres não são exatamente extraterrestres, mas que habitam outras dimensões, declarando: “Não estamos sós, nunca estivemos, somos parte de um todo”.

crédito: Jovanir Medeiros - Revista UFO
Pires de Campos e Choy
Pires de Campos e Choy

Logo se apresentou o coeditor da Revista UFO Francisco Pires de Campos. Na palestra intitulada Analisando a Casuística Ufológica do Interior de São Paulo ele destacou casos ufológicos pesquisados pela FAB no interior desse estado. Entre estes estão o caso João de Freitas em Ilhabela (1956), caso explosão de UFO em Ubatuba (1957), caso Tonídio Pereira em Lins (1968), caso Thiago Machado em Pirassununga (1969), caso fazenda Bela Aliança em Pirassununga (1969), caso TAM 573 (1989), a noite dos UFOs em São José dos Campos (1986), entre outros. Posteriormente foram apresentados os casos de avistamentos em Cuesta de Botucatu, em que o palestrante lança uma teoria explicando que tais eventos ocorrem devido à quantidade de linhas de alta tensão, pois há uma grande concentração de energia mineral, energia telúrica e eletromagnética que podem ser medidas em toda aquela região.

Política e Ufologia

A penúltima palestra do dia foi do francês Christian Marchal, diretor do Escritório Nacional de Estudos e Pesquisas Aeroespaciais da França. A conferência, intitulada Dossiê Cometa: O Relatório Francês sobre os UFOs, trouxe informações sobre esse documento, publicado na França em 1999, traduzido para diversos idiomas e publicado com exclusividade no Brasil pela Biblioteca UFO. Marchal explicou que o Fenômeno UFO é muito difícil de ser estudado já que se trata de trabalho ao ar livre e que inicialmente o tinha como um problema científico a ser descoberto. Ele classificou os casos como Fenômeno Aéreo Não Compreendido (PAN), divididos em quatro estágios diferentes: A, B, C e D. O estágio A compreende fenômenos naturais como planetas e D fenômenos sem nenhum explicação científica nem astronômica. A partir disso Marchal afirma: “A conclusão científica óbvia e de que o Fenômeno UFO é real”. Finalmente o palestrante lançou a teoria de que os visitantes possam ser não somente de outros planetas, mas também seres terrestres pertencentes a antigas civilizações que se perderam há milhares de anos, e o objetivo das visitas seria evitar uma nova autodestruição da humanidade.

Para o fechamento do dia foi apresentada a palestra do ativista pela liberdade de informação ufológica Stephen Bassett, um dos criadores da Exopolítica, o movimento que pretende dar tratamento político à questão ufológica. Sob a temática Liberação de Informações e uma Conferência nas Nações Unidas, Bassett falou sobre a situação política norte-americana, apresentando as medidas a serem tomadas pela Ufologia na tentativa de obter o desacobertamento dos fenômenos ufológicos por parte do governo estadunidense.

crédito: Jovanir Medeiros - Revista UFO
Marchal e Bassett
Marchal e Bassett

Comparando a política a um jogo de xadrez Bassett, após afirmar que segredos e mentiras são uma combinação tóxica e comum na política dos Estados Unidos, disse que seu objetivo é colocar o governo daquele país em xeque. Para tanto, pretende convocar uma audiência oficial para discussão da temática do desacobertamento dos fenômenos ufológicos. Segundo ele, as audiências norte-americanas são muito importantes dentro dos movimentos políticos, permitindo que decisões sejam tomadas e que o governo reconheça a pressão popular acerca das questões debatidas em tais eventos.

Uma das ferramentas que Bassett pretende articular a seu favor é a internet, que de acordo com ele já tornou muito evidente as mentiras contadas pelo alto escalão do poder político norte-americano. Uma das observações que fez foi sobre os países sul-americanos, dizendo: “Aqui entre os países da América do Sul não existem guerras, enquanto os Estados Unidos estão sempre guerreando com algum outro lugar do mundo, deveríamos aprender um pouco mais com vocês sobre viver sem guerras”.

Finalizando a programação de sexta-feira, os participantes inscritos para a Vigília Ufológica Internacional saíram do Hotel Golden Tulip em direção ao Parque Tecnológico de Itaipu (PTI), localizado ao lado da barragem da monumental hidrelétrica. A Vigília teve três atrações: uma sessão no planetário, uma aula de astronomia básica no observatório e vigília ao ar livre. Os inscritos foram recepcionados por Janer Villacer que afirmou: “Nós astrônomos não achamos que existe vida fora da Terra. Nós temos certeza.” A vigília foi liderada por Marco Antonio Petit e Antonio Inajar Kurowsky.

V Fórum Mundial de Ufologia (II UFOZ 2013), de 21 a 24 de novembro de 2013

Assista ao vivo as palestras do V Fórum Mundial de Ufologia (II UFOZ 2013) no site Tercer Milénio, clicando aqui.

Visite o site oficial do II UFOZ 2013 clicando aqui.

Leia a Carta de Foz do Iguaçu 2013 clicando aqui.

Visite o site oficial da agência Frontur Eventos clicando aqui.

Hotel Golden Tulip Internacional Foz.

Conheça a comunidade II UFOZ 2013 no Facebook clicando aqui.

Começou o V Fórum Mundial de Ufologia

Saiba mais:

Livro: Dossiê Cometa

crédito: Revista UFO
Dossiê Cometa
Dossiê Cometa

O Dossiê Cometa é o relatório da entidade homônima francesa – o Comitê Cometa – que analisou as evidências mais marcantes da atuação de ETs em nosso planeta, através de avistamentos e aterrissagens de UFOs que se prolongam há milênios e dos contatos com seus tripulantes. O documento foi entregue ao primeiro ministro francês e a outras autoridades mundiais, com uma séria advertência: devemos estar preparados para grandes transformações em nossa cultura, ciência e religião, pois em pouco tempo os UFOs causarão grande impacto em nossas vidas. Nunca na história se falou com tanta franqueza e abertura sobre o problema dos UFOs.

DVD: Pacote DVDs UFOZ 2012

Já está no ar a Edição 198 da Revista UFO. Aproveite!

Março de 2013

E se eles finalmente chegarem?