DESTAQUE

Prosseguem as Audiências Públicas sobre Abertura

Por
01 de Maio de 2013
A mesa de autoridades durante as Audiências Públicas sobre Abertura
Créditos: Revista UFO

O maior evento sobre abertura ufológica já realizado entra em seu terceiro dia e os depoimentos seguem no Clube Nacional da Imprensa, em Washington. O ex-congressista Roscoe Bartlett mostrou-se indignado com a cobertura da imprensa norte-americana, dizendo no último dia 30: "Estive lendo algumas notícias a respeito dos trabalhos do dia 29 e vejo que o governo tem sido bem-sucedido em relegar este assunto como coisa de lunáticos".

O político prossegue, lendo trechos da nota publicada no jornal The Atlantic Wire: "A falsa audiência do Congresso sobre aliens está repleta de Mulders da vida real, e não Scullys. Para quem se lembra do seriado Arquivo-X, o agente Mulder acreditava em alienígenas, Roswell, homens de preto, enquanto a agente Scully defendia a ciência. Scully obrigava Mulder a pesquisar evidências sólidas para suportar suas teorias, mas no painel alienígena desta semana os ex-membros do Congresso norte-americano estão tendo as despesas pagas". Bartlett qualificou a notícia como um insulto, afirmando nunca haver dito que acredita em alienígenas, mas defendeu que existem avistamentos que não podem ser facilmente explicados e que devem ser investigados.

As atividades, apesar das polêmicas, prosseguem normalmente. O pesquisador Grant Cameron discutiu os 1.000 documentos que conseguiu obter graças à Lei de Liberdade de Informação norte-americana, descrevendo como o bilionário Rockefeller tentou convencer a administração de Bill Clinton a investigar UFOs, especialmente o Incidente Roswell, em 1947. O bilionário inclusive se encontrou em seu rancho com Bill e Hillary Clinton para discutir o assunto, e Cameron concluiu: "Há documentos de 1995 que descrevem como Hillary e seu staff rascunharam uma carta para o presidente Bill Clinton pedindo uma abertura ufológica".

Um dos pontos altos do dia 30 foi o debate a respeito do Caso Bentwaters, ocorrido na Inglaterra em dezembro de 1980, quando militares estiveram frente a frente com um UFO que pousou na floresta, nas imediações de uma base conjunta entre a Força Aérea Americana (USAF) e a Real Força Aérea (RAF). Novamente Roscoe Bartlett teve atuação destacada, questionando o sargento James Penniston, uma das testemunhas: "O senhor estava lá quando a nave decolou?". Penniston respondeu que sim, ao que o político perguntou: "Foi produzido algum som?"

Penniston respondeu: "A nave produziu mais luz, o que me preocupou. Não sabia se iria explodir, então fiquei em uma posição defensiva. O objeto desprendeu-se do solo e flutuou momentaneamente, quando em um piscar de olhos disparou e desapareceu. A coisa não fez o que aeronaves normalmente fazem, esperei sentir um deslocamento de ar ou ouvir um som, o que qualquer aeronave faz, e nada disso aconteceu".

crédito: Huffingtonpost.com
Roscoe Bartlett questiona James Penniston
Roscoe Bartlett questiona James Penniston

Já a também ex-congressista Carolyn Kilpatrick afirmou estar pronta para lançar um esforço, ao qual quer engajar outros países além dos Estados Unidos, a fim de comprovar definitivamente a existência de extraterrestres: "É importante trabalharmos com outros governos. Há mais de 10 nações que já reconheceram a realidade da Ufologia e eu quero ser parte disso. Tudo o que estamos apreciando aqui está relacionado à inteligência, maior que a que vemos em nossa sociedade. Devemos elevar nossas consciências e trabalhar juntos".

Na quinta-feira, dia 02 de maio, acontecerá um dos painéis mais aguardados do evento, como a própria imprensa norte-americana tem anunciado, aquele dos representantes da América do Sul, liderado pelo editor da Revista UFO, A. J. Gevaerd. Ele deve falar a respeito da reunião da Comissão Brasileira de Ufólogos (CBU) com militares das três Forças Armadas no Ministério da Defesa, em Brasília, ocorrido na semana retrasada, no dia 18, que ganhou destaque na imprensa internacional.

Gevaerd irá também tratar do Caso Varginha, da Operação Prato e da Noite Oficial dos UFOs no Brasil, entre outros importantes casos brasileiros. Do painel ainda farão parte o comandante Oscar Santa Maria e o advogado Anthony Choy, do Peru, respectivamente piloto de caça da Força Aérea Peruana (FAP) que atirou em um UFO e membro do órgão oficial de pesquisa ufológica do país; o coronel da Força Aérea Uruguaia (FAU) Ariel Sánchez, também do grupo oficial de pesquisa ufológica de seu país; e o ativista ufológico argentino Alejandro Chionetti.

O Brasil estará representado no maior movimento de abertura ufológica do mundo

Tem início maior debate mundial sobre abertura ufológica

A. J. Gevaerd concede entrevista nas Audiências Públicas sobre Abertura

Site oficial do Citizen Hearing on Disclosure

Site oficial do Paradigm Research Group

Site oficial do National Press Club

Saiba mais:

Livro: Dossiê Cometa

DVD: Revelando os Segredos da Área 51


crédito: Revista UFO
Revelando os Segredos da Área 51
Revelando os Segredos da Área 51

Já está no ar a Edição 198 da Revista UFO. Aproveite!

Março de 2013

E se eles finalmente chegarem?