DESTAQUE

Novas informações sobre acidente fatal de piloto nas proximidades da Área 51

Por
28 de Setembro de 2017
A divisão Skunk Works liberou estas imagens de um caça de sexta geração logo após o acidente ocorrido nas proximidades da Área 51
Créditos: Lockheed Martin

Em 13 de setembro último publicamos uma história, disponível nos links abaixo, relatando o acidente fatal do tenente-coronel Eric Schultz, piloto da Força Aérea norte-americana (USAF). Schultz tinha formação acadêmica e era reputado como um dos melhores pilotos de teste da atualidade, tendo inclusive participado do desenvolvimento do Lockheed Martin F-35. Muitos detalhes do acidente foram divulgados como o horário, 18h00, e o local, cerca de 160 km da Base da Força Aérea de Nellis, no Campo de Testes e Treinamento de Nevada, do qual faz parte a Área 51. Contudo o tipo de aeronave que estava sendo pilotada pelo tenente-coronel Schultz não foi divulgado.

Diante da negativa da USAF de que a aeronave fosse um F-35, especulações davam conta de que o militar poderia estar voando um caça russo capturado ou comprado no mercado negro, um F-117 que ainda é utilizado na Área 51, apesar de aposentado na USAF, para testes de radar, ou mesmo algum projeto secreto como o B-21 da Northrop, que seria o substituto do bombardeiro B-2. Como era de se esperar, nenhum detalhe a respeito surgiu, e alguns comentários dentro da Ufologia Mundial até chegaram a sugerir que Schultz poderia estar voando uma aeronave experimental com tecnologia derivada de engenharia reversa de naves alienígenas. Contudo, o correspondente da revista Aviation Week Guy Norris informou há pouco tempo que teve contato com fontes, indicando que Schultz estava pilotando um caça russo.

Conforme Norris: "As fontes apontam que Schultz era o comandante do Esquadrão Red Hats, uma unidade não numerada dentro do Destacamento 3, AFTC, um grupo de aviação que substituiu o esquadrão de voo de testes 413, desativado em 2004. Essa unidade tem, ao longo dos anos, operado uma variedade de aeronaves de combate russas, como o Mikoyan Mig-29 e o Sukhoi Su-27 em combates simulados contra aviões norte-americanos". O site The Aviationist publicou fotos obtidas por Phil Drake a partir do Tikaboo Peak, elevação da qual se pode avistar a Área 51 muito utilizada também por ufólogos. As fotos mostram a variante Sukhoi Su-27P em combate simulado contra um General Dynamics F-16 (confira abaixo). As manobras duraram cerca de 25 minutos antes que os dois caças se afastassem rumando para o espaço aéreo restrito de Groom Lake. O acidente ocorreu entre Groom Lake e o Campo de Provas Tonopah, ambos operados pelo Destacamento 3 do Centro de Testes da Força Aérea (AFTC).

crédito: Phil Drake
Caça russo Sukhoi Su-27P fotografado sobre a Área 51
Caça russo Sukhoi Su-27P fotografado sobre a Área 51

NOVA PROPOSTA DE UM SUCESSOR PARA O F-22

Em uma notícia que pode eventualmente ser relacionada ao desafortunado acidente ocorrido com o tenente-coronel Eric Schultz, a Lockheed Martin, através de sua divisão de alta tecnologia e projetos secretos chamada Skunk Works, liberou um vídeo mostrando o conceito de um novo caça de sexta geração, destinado a suceder o atual Lockheed Martin F-22. O conceito de Dominação Aérea da Próxima Geração aponta para uma aeronave menor e mais ágil, com capacidade supersônica, tripulada e de longo alcance. Deve ser capaz de se defender de ataques cibernéticos e ter parte de sua estrutura feita de metais maleáveis, capaz de se consertar sozinha e de carregar armas laser. A divulgação desse material poucos dias após o acidente do tenente-coronel Eric Schultz pode não passar de mera coincidência, mas no mundo da pesquisa aeronáutica de ponta, com estrito segredo protegendo os mais recentes avanços tecnológicos, não se pode ter certeza absoluta.

Confira fotos do combate simulado entre um Su-27P e um F-16 sobre a Área 51

Assista a um filme com o combate simulado entre um Northrop F-5 norte-americano capturado pelos russos e um Mig-21

Confira o vídeo recentemente divulgado pela Skunk Works

Piloto sofre acidente fatal nas proximidades da Área 51 pilotando aeronave secreta

Área 51 tem experimentado mudanças nos últimos anos

Obtidos vídeos da Área 51 com a utilização de drones

A linha aérea da Área 51

Área 52, a base secreta em paralelo à Área 51

Funcionários da CIA falam sobre a Área 51 em evento

Saiba mais:

Livro: Quedas de UFOs II

crédito: Revista UFO
Quedas de UFOs II
Quedas de UFOs II

Já sabemos que os polêmicos discos voadores são espaçonaves procedentes de planetas mais desenvolvidos do universo, construídos por civilizações extraterrestres com o emprego de uma tecnologia ainda desconhecida e muito mais avançada do que a nossa. Mas, apesar de tamanho avanço tecnológico, estas máquinas parecem não ser infalíveis e em diversas situações já foram vistas apresentando defeitos durante seu voo e até mesmo acidentando-se em solo terrestre, levando à morte seus ocupantes alienígenas. Este livro é a segunda edição do trabalho do coeditor da Revista UFO Thiago Luiz Ticchetti sobre tais impressionantes ocorrências.

DVD: Aliens e a Casa Branca

Já está no ar a Edição 161 da Revista UFO. Aproveite!

Janeiro de 2010

Eles estão de volta, e ainda mais desafiadores