DESTAQUE

Como foi o terceiro dia do II UFOZ 2013

Por
24 de Novembro de 2013
Travis Walton em uma das mais concorridas conferências do II UFOZ 2013
Créditos: Jovanir Medeiros - Revista UFO

No início do terceiro dia do V Fórum Mundial de Ufologia subiu ao palco o conferencista Wallacy Albino, presidente do Grupo de Estudos Ufológicos da Baixada Santista (GEUBS) e conselheiro especial da Revista UFO. Na apresentação intitulada Deuses Extraterrestres Colonizaram Nosso Planeta?, Wallacy procurou responder essa questão abordando diversas evidências de contatos registrados ao longo do tempo em diferentes civilizações, estudando-os por meio da Ufoarqueologia.

Entre as evidências várias imagens foram apresentadas, como uma pegada supostamente de 70 milhões de anos, que até agora não possui explicação convencional. Outras evidências seriam as pinturas rupestres, o Astronauta de Palenque, registros de contatos ufológicos desde a era bíblica, Crânios de Cristal, Pedras de Ica, Moais da Ilha de Pascoa, Mapa de Piri Reis, Pirâmides do Egito, os sumérios, Stonehenge, Deserto de Nazca e os Crop Circles na Inglaterra. Wallacy afirmou: “As provas são tantas que é evidente a presença alienígena no nosso planeta e ela existe desde muito antes do que podemos imaginar”.

O segundo convidado foi o norte americano Donald Schmitt, um dos maiores especialistas no caso Roswell que, em sua palestra apresentou um enfoque detalhado e minucioso sobre as mudanças na visão do mundo, e também do governo dos Estados Unidos, após o incidente ocorrido no Novo México. Com o título Como a Queda de um UFO em Roswell Mudou Nossa Visão do Mundo, Schmitt apresentou uma nova abordagem do clássico caso discorrendo sobre declarações dadas pelos militares e pelo próprio governo desmentindo tais acontecimentos.

Quedas de UFOs e aproximação extraterrestre

Schmitt apresentou as quatro versões oficiais do que houve naquele mês de julho de 1947, que acabaram tendo efeito contrário ao pretendido, deixando as pessoas mais curiosas sobre a verdade. Schmitt afirmou que o governo dos EUA entrou em real desespero por vários motivos, entre eles o fato de não entenderem tal tecnologia, destacando ainda que a existência de uma prova real da existência de UFOs fez com que a confiança na soberania mundial ficasse abalada. Destacou ainda o medo de que os soviéticos conseguissem capturar e aprender sobre as tecnologias alienígenas, ganhando assim vantagens estratégicas durante a Guerra Fria. Ao final ressaltou que a queda do objeto em Roswell acabou não tendo muita serventia, pois aquela tecnologia tão avançada ainda é desconhecida e intrigante para os militares e cientistas que continuam, mesmo diante da negação do governo, estudando-a e tentando replicá-la.

crédito: Jovanir Medeiros - Revista UFO
Donald Schmitt em sua apresentação
Donald Schmitt em sua apresentação

Após uma breve pausa a conferência seguinte foi de Alcione Giacomitti. Sob a temática Ufologia, Ciência e Religião: O Que Nós Não Estamos Vendo?, ele trouxe à tona um assunto polêmico relacionando o Fenômeno UFO com Ciência e Religião. Mencionou várias falas de Jacques Vallée, utilizadas como referência para afirmações sobre as vertentes ufológicas e também alertou para que todos tomem muito cuidado com o caráter das abduções, dizendo que as reais intenções destes sequestros são obscuras ao nosso entendimento, afirmando: “A face que o fenômeno quer mostrar que talvez não seja a real face destes acontecimentos”.

A conferência realizada por Marco Aurélio de Seixas teve como eixo central Agenda Extraterrestre: Realidade ou Ilusão?. Ao explorar o tema o palestrante enfatizou a questão da realidade ufológica, destacando cinco diferentes frentes de indagações, sendo estas: “Os discos voadores existem?”, “Representam uma ameaça?”, “O que ou quem são?”, “De onde vêm?” e “O que pretendem?”. Utilizando estes tópicos como diretrizes a conferência levantou perguntas que todos os interessados em Ufologia deveriam fazer, pois segundo Marco ajudam a validar a temática e a demonstrar seriedade ao tratar do assunto.

Os motivos que levam seres extraterrestre a fazerem contatos e abduções também foram abordados. Seixas comentou que tais finalidades podem ser de invasão ou conquista, ou ainda os visitantes podem vir em missão de paz, por curiosidade e interesse científico, somente para contato ou para um possível reencontro se for levada em consideração a hipótese de contatos anteriores com as civilizações mais antigas. Ao final Seixas deixou um recado para todos os presentes, destacando a necessidade de fazer perguntas e questionar, além de procurarem pensar por si próprios.

Estudo estatístico de casos e cobrança a governos

Em seguida subiu ao palco o conferencista argentino Carlos Ferguson. Sob o tema Mensagens de Seres Extraterrestres Através da Estatística mostrou como colocar investigações ufológicas dentro de estatísticas para controle e conclusão, destacando a importância do trabalho de compilação de dados, que podem ser ordenados com critérios de qualificação, projetados cartograficamente e ser submetidos a um tratamento estatístico. Sua metodologia permitiu a observação de um histórico rico em informações sobre avistamentos na Argentina, mostrando desde os meses de picos de observações, sendo estes junho e julho, até tipologias destacadas de seres observados. Os dados compilados de forma estatística possibilitam uma análise de três fatores muito importantes: a estranheza do fenômeno percebido, a credibilidade da testemunha e a fonte de informação sobre o fato.

crédito: Jovanir Medeiros - Revista UFO
Carlos Ferguson e o estudo estatístico de casos
Carlos Ferguson e o estudo estatístico de casos

Para fechar sua palestra Ferguson lançou mão de quatro conclusões sobre os avistamentos ufológicos documentados por ele, sendo a primeira que os contatos limitados são para informarem que sim, eles estão aqui. A segunda é que os pequenos impactos dos avistamentos permitem a interpretação de que o contato será gradualmente aumentado. A terceira é que ao evitarem danos materiais eles deixam claro que não têm uma postura ofensiva para com a humanidade. E a quarta conclusão é a de que ao mostrarem sua superioridade tecnológica, efetuando manobras que desafiam as leis do que entendemos por Física atualmente, eles demonstram sua supremacia e liderança com relação a nosso conhecimento atual.

Fernando Ramalho foi chamado ao palco para palestrar sobre os resultados da Carta de Foz do Iguaçu do ano passado. Nesta carta a comissão de ufólogos e a Revista UFO pediam a abertura de documentos oficiais das Forças Armadas Brasileiras em relação a dois casos específicos: a Operação Prato e a Noite Oficial dos UFOs, e no I UFOZ 2012 foram recolhidas cerca de 400 assinaturas. Em abril deste ano o Ministério da Defesa convocou representantes das Forças Armadas e da Comissão Brasileira de Ufólogos para uma reunião para discutir essa abertura. Boa parte dos documentos solicitados hoje são públicos e disponíveis para consulta no Arquivo Nacional em Brasília. Este ano o objetivo é mais ambicioso, pedindo a abertura de todos os arquivos secretos de Marinha, Aeronáutica e o Exército, descrevendo todos os casos registrados no território brasileiro.

crédito: Jovanir Medeiros - Revista UFO
Fernando Ramalho em sua apresentação
Fernando Ramalho em sua apresentação

Quem representa a Terra?

Subiu ao palco em seguida Nick Pope, que em sua palestra intitulada Implicações Práticas de Recebermos Mensagens de Civilizações Extraterrestres mostrou a relação entre as teorias científicas e a mídia, além dos esforços para acobertar casos ufológicos. A partir destes fatores o conferencista afirmou que a real importância está em compreender as mensagens que recebemos: “Se aparece uma mensagem que o governo não entende, qual interesse haveria de expor essa mensagem ao público? O que diriam os governantes? ‘Recebemos uma mensagem mas não entendemos o que significa’, jamais fariam isso, precisariam decodificá-la primeiro”. Pope afirmou que não é justificável, mas que há razão para os governos esconderem tais informações. Ele lançou ainda três perguntas que julga fundamentais: Se recebêssemos uma mensagem, deveríamos responder? Se sim, quem deveria respondê-la representando a humanidade? O que deveríamos dizer nessa resposta?

Para Pope tais perguntas são básicas para que no momento de um contato saibamos o que fazer. Segundo ele o contato poderá acontecer a partir de 2024, quando entrarão em funcionamento o Conjunto de Radiotelescópios Kilometre, na Austrália, Nova Zelândia e Africa do Sul, com alcance de 50 anos-luz e que poderão encontrar vida nas redondezas do nosso sistema solar. O conferencista finalizou dizendo que devíamos perguntar para as entidades mais evoluídas que nos visitam o que fazer para evitar nossa autodestruição: “Com certeza eles devem olhar para o mundo com muito pesar em ver tudo de mal que fazemos a nosso planeta, devíamos aprender algo com eles”.

Agroglifos, mensagens alienígenas?

A. J. Gevaerd e Tony Inajar se apresentaram a seguir trazendo aspectos importantes sobre o caso dos dois agroglifos de Ipuaçu, cidade do oeste de Santa Catarina, surgidos em 02 de novembro último. Gevaerd contou que o fenômeno vem acontecendo desde 2008 na mesma região com características impressionantes. Foi exibido um vídeo produzido pela Revista UFO com imagens aéreas dos círculos feitos este ano. Logo após Tony Inajar, perito da Criminalística do Paraná, exibiu o laudo da perícia efetuada no local. Alguns aspectos importantes, como a diferença entre agroglifos verdadeiros e falsos, foram evidenciados para justificar os motivos pelos quais os dois pesquisadores determinaram a autenticidade dos agroglifos. Tornou-se evidente que os agroglifos de Ipuaçu não são produzidos por humanos, sendo sua origem possivelmente extraterrestre. Uma das características mais importantes foi a presença de alto nível de magnetismo no interior dos círculos e a maneira como o trigo foi dobrado, mantendo a planta ainda viva. Tony afirmou: “Não há como deitar o trigo de maneira tão uniforme, sem agredi-lo ou até matá-lo, e mesmo que pudesse ser feito o magnetismo dos agroglifos é a prova irrefutável que estamos diante de um verdadeiro fenômeno alienígena”.

Fechando a programação Jaime Maussán brindou o numeroso público em sua palestra com diversos vídeos que compõem seu acervo de registros amadores. Também falou de sua investigação do caso Roswell, que contou com a participação do especialista no assunto e também conferencista do II UFOZ 2013 Donald Schmitt. Esse trabalho encontrou algumas evidências do ocorrido no Novo México, mesmo depois de transcorridos tantos anos. Outro registro mostrado por Maussán foi de agroglifos, em um vasto grupo de imagens documentadas e seus supostos significados, dando sequência ao assunto debatido anteriormente. O sábado foi encerrado com o jantar de confraternização, que contou com a presença da maior parte dos inscritos no fórum. Os participantes apreciaram um menu especialmente elaborado pelo chefe do Hotel Golden Tulip e o jantar contou ainda com a pesquisadora e cantora Margarete Áquila, que interpretou sucessos nacionais e internacionais.

V Fórum Mundial de Ufologia (II UFOZ 2013), de 21 a 24 de novembro de 2013

Assista ao vivo as palestras do V Fórum Mundial de Ufologia (II UFOZ 2013) no site Tercer Milénio, clicando aqui.

Visite o site oficial do II UFOZ 2013 clicando aqui.

Leia a Carta de Foz do Iguaçu 2013 clicando aqui.

Visite o site oficial da agência Frontur Eventos clicando aqui.

Hotel Golden Tulip Internacional Foz.

Conheça a comunidade II UFOZ 2013 no Facebook clicando aqui.

V Fórum Mundial de Ufologia, como foi o segundo dia

Saiba mais:

Livro: O Mistério dos Círculos Ingleses

DVD: Pacote DVDs UFOZ 2012

crédito: Revista UFO
Pacote DVDs UFOZ 2012
Pacote DVDs UFOZ 2012

Este pacote com 17 DVDs e um total de 16 horas contém algumas das principais conferências apresentadas por ufólogos de variados países no IV Fórum Mundial de Ufologia, promovido pela Revista UFO em Foz do Iguaçu, em dezembro de 2012. O evento foi a maior discussão sobre discos voadores já ocorrida no Brasil em todos os tempos, e resultou na emissão da Carta de Foz do Iguaçu, que levou o Ministério da Defesa a se declarar positivo quanto à abertura de novos documentos ufológicos das Forças Armadas brasileiras.

Já está no ar a Edição 205 da Revista UFO. Aproveite!

Novembro de 2013

Frente a frente com nossos visitantes


( ! ) Warning: Error while sending QUERY packet. PID=7314 in /home2/ufo-np/public_html/nerdpress/functions/class_database.php on line 81
Call Stack
#TimeMemoryFunctionLocation
10.0001242640{main}( ).../loader-site.php:0
20.120034757688require_once( '/home2/ufo-np/public_html/noticias-interna.php' ).../loader-site.php:253
335.723235229704require_once( '/home2/ufo-np/public_html/include/footer_v2.php' ).../noticias-interna.php:313
435.723235230616Modulo_Base->getList( ).../footer_v2.php:114
535.723235231944Database->selectPrepared( ).../modulo_base.php:140
635.723235233520Database->preparedQuery( ).../class_database.php:222
735.723235233616beginTransaction ( ).../class_database.php:81

( ! ) Fatal error: Uncaught exception 'PDOException' with message 'SQLSTATE[HY000]: General error: 2006 MySQL server has gone away' in /home2/ufo-np/public_html/nerdpress/functions/class_database.php on line 81
( ! ) PDOException: SQLSTATE[HY000]: General error: 2006 MySQL server has gone away in /home2/ufo-np/public_html/nerdpress/functions/class_database.php on line 81
Call Stack
#TimeMemoryFunctionLocation
10.0001242640{main}( ).../loader-site.php:0
20.120034757688require_once( '/home2/ufo-np/public_html/noticias-interna.php' ).../loader-site.php:253
335.723235229704require_once( '/home2/ufo-np/public_html/include/footer_v2.php' ).../noticias-interna.php:313
435.723235230616Modulo_Base->getList( ).../footer_v2.php:114
535.723235231944Database->selectPrepared( ).../modulo_base.php:140
635.723235233520Database->preparedQuery( ).../class_database.php:222
735.723235233616beginTransaction ( ).../class_database.php:81