DESTAQUE

Aprovada: Lei de Defesa dos Estados Unidos inclui agência investigativa de UFOs

Por
17 de Dezembro de 2021
Medida aprovada representa uma grande vitória rumo à transparência nas investigações ufológicas.
Créditos: MSNBC

Após a aprovação na Câmara dos Deputados há uma semana, agora o Senado fez o mesmo, deixando apenas a assinatura do presidente Biden para que a esperada agência de investigação ufológica ocorra dentro da Lei de Autorização de Defesa Nacional (NDAA).

De acordo com a Seção 1683 da Lei de Autorização de Defesa Nacional para o ano fiscal de 2022, o Secretário de Defesa, Lloyd Austin, e a Diretora de Inteligência Nacional, Avril Haines, devem estabelecer um “escritório, estrutura organizacional e autoridades para tratar de fenômenos aéreos não identificados” dentro de 180 dias a partir de quando o presidente Biden assinar a lei.

Entre suas atribuições, a nova agência irá “(...) avaliar as ligações entre fenômenos aéreos não identificados e governos estrangeiros adversários, outros governos estrangeiros ou atores não estatais” e “a ameaça que tais incidentes representam para os Estados Unidos.” A agência também terá de apresentar relatórios anuais aos “comitês parlamentares apropriados” e dar aos comitês informações confidenciais duas vezes por ano.

O capitão aposentado da Força Aérea norte-americana, Robert Salas, comemorou em uma publicação no Twitter dizendo: “O Senado dos Estados Unidos acaba de aprovar o NDAA 2022, que inclui requisitos para estudos do Departamento de Defesa (DoD) e relatórios sobre UFOs (UAPs)!!! HISTÓRIA SENDO FEITA HOJE.” Christopher Mellon também expressou sua satisfação, publicando: “O NDAA, com emendas sobre UFOs, está agora oficialmente sendo encaminhado para a mesa de Biden! Parabéns, de coração, e muito obrigado a todos que tornaram possível esta legislação sem precedentes. É raro ver uma medida que custe tão pouco, mas ofereça tanto para a segurança nacional e para a ciência.”

Diversas figuras importantes na luta pela verdade se manifestaram a respeito da recente aprovação, como Robert Salas, Jeremy Corbell e Christopher Mellon.
Fonte: Twitter

Para completar, Jeremy Corbell, grande responsável pela divulgação de vários vídeos e documentos que mostram contato de militares com UFOs, disse: “Grandes notícias sobre UFOs - grande dia! VOCÊS todos fizeram isso acontecer. Suas vozes foram ouvidas e o governo está representando a vontade do povo pela transparência dos UFOs! Obrigado…”

Em junho, um relatório do governo sobre avistamentos de UFOs disse que não havia uma “explicação única” para 143 incidentes relatados por militares desde 2004, mas os considerou uma ameaça à segurança de voo e uma ameaça potencial à segurança nacional. No mês passado, o Pentágono anunciou discretamente que havia formado o Grupo de Identificação e Sincronização de Gerenciamento de Objetos Aerotransportados para supervisionar as investigações de UFOs, que os críticos atacaram, acusando como uma tentativa de limitar a transparência sobre o assunto.

Fonte

Já está no ar a Edição 285 da Revista UFO. Aproveite!

Junho de 2021

Quando eles são hostis aos humanos