Edição 129
DESTAQUE

Comunicado à Comunidade Ufológica Brasileira

Por
01 de Jan de 2007
UFO 126 apresentou a famosa entrevistas com Jan Val Ellam
Créditos: Luca Oleastri

Apesar da proporção e da continuidade do debate sobre as profecias de Rogério de Almeida Freitas, o Jan Val Ellam, tanto nas edições da Revista UFO quanto no Portal UFO e nas listas que mantemos na internet, a Revista UFO Online e a Equipe UFO, ainda há quem não tenha entendido a posição da publicação quanto ao assunto. Assim, e levando em consideração que Ellam anunciou durante a semana que uma de suas profecias ocorreria no sábado, 18 de outubro de 2005, às 17h30 no horário de Brasília –, justamente aquela que se refere a um contato oficial e definitivo com seres extraterrestres, é oportuno explicar de forma definitiva algumas situações que continuam a gerar dúvidas, apesar de nossos esforços em contrário, e emitir uma posição oficial da Revista UFO.

01 A Revista UFO agiu no cumprimento de suas atribuições jornalísticas e ufológicas ao veicular a entrevista com Jan Val Ellam, cumprindo seu papel de única publicação especializada em Ufologia do país há quase 23 anos. A revista não tem o papel de apoiar ou rejeitar um entrevistado, mas de conduzir a entrevista e deixar que quem a concede exponha suas idéias. O entrevistado tem inteira responsabilidade sobre suas idéias e são os leitores que devem avaliar o que foi publicado, aprovando ou não seu conteúdo, aproveitando ou não o que foi dito.

02 O título da entrevista, publicada em UFO 126, é: “Jan Val Ellam: O contato oficial está marcado e ocorrerá nos próximos meses”. Jornalisticamente, o entendimento do título é fácil e não merece discussão. Mas nos meios ufológicos, continua difícil a compreensão de que um nome antes dos dois pontos indica a autoria do que está sendo afirmado depois deles. Infelizmente, tal dificuldade de entendimento decorre mais em função das diferentes nuances da Ufologia Brasileira, muitas das quais críticas ao conteúdo da entrevista, do que de um problema da Língua Portuguesa.


03 No formato de entrevista, quem a concede faz suas alegações e o veículo que as publica dá ciência das mesmas aos leitores. UFO fez exatamente isso, e de acordo com critérios jornalísticos e ufológicos legítimos, baseados em três pontos: (a) o entrevistado é alguém que goza de respeito e reputação entre seus pares, quer nos círculos profissionais em que atua, quer nos ufológicos e espiritualistas; (b) o conteúdo de suas alegações era algo demasiadamente contundente e pesado para que fosse ignorado pela única revista brasileira de Ufologia; e (c) a entrevista tem o papel de levar o entrevistado e seu conteúdo ao conhecimento dos leitores, que, de outra forma, dificilmente teriam direito a ambos.

04 UFO agiu com imparcialidade durante todo o processo, tanto que publicou no Portal UFO e em duas de suas edições artigos com manifestações favoráveis e contrárias ao conteúdo exposto pelo entrevistado. Mesmo quando tais manifestações partiram de dentro de seus próprios quadros, assim como fora deles, e mesmo quando contiveram expressões notadamente exageradas quanto ao que expôs o entrevistado e à posição da publicação. Também nesse caso parece que tais críticas foram menos motivadas pelo conteúdo da entrevista e mais pelo desejo puro e simples de atingir a publicação, partindo de alguns segmentos da Ufologia Brasileira historicamente contrários a ela.

05 UFO não toma partido, não apóia e nem rejeita as previsões de Jan Val Ellam. Desde que publicou a entrevista, a publicação tem deixado claro, tanto no Brasil quanto no exterior, o seu papel de veículo de comunicação ufológica. E ao longo do debate sobre tal tema, a revista vem colhendo índices e informações quanto às reações dos integrantes e segmentos da Ufologia Brasileira, para estudos e análises que levarão à elaboração de artigos de conteúdo sociológico e comportamental, independentemente de virem a se confirmar ou não as referidas previsões. Neste aspecto, o debate em torno da entrevista de Ellam proporcionou um momento único para a Ufologia Brasileira se avaliar.

06 Quanto à recente informação dada pelo entrevistado, referente ao acontecimento que ele previu para o sábado, 18 de novembro de 2006, às 17h30 no horário de Brasília –, que a Revista UFO também veiculou através de seus meios com o mesmo propósito e a mesma postura já manifestadas anteriormente, igualmente neste caso a publicação não toma partido, não apóia, não rejeita, não endossa e não desaprova. Ela continua a cumprir seu papel de informar os fatos, fazendo-o no contexto já apresentado a todos.

07 Apesar das comunicações de Jan Val Ellam à Revista UFO, em 15 de novembro, de que os fatos anunciados devem ocorrer na tarde de hoje – segundo ele, com absoluta certeza –, o mesmo comunicou que isso não modifica nem se sobrepõe à sua previsão original, de que o aludido contato oficial e definitivo com ETs se dará em qualquer data compreendida entre a segunda quinzena de novembro e abril de 2007. Ou seja, todo o período de seis meses que ele estipulou como prazo para sua consecução está mantido.

Através da Revista UFO, Jan Val Ellam produziu um dos maiores movimentos que a Ufologia Brasileira já registrou. Ao mesmo tempo, a maior expectativa em torno de um fato e, em seguido, a maior frustração por sua não realização

08 Ocorrendo os fatos aludidos na tarde de hoje, a sociedade planetária deverá sentir imediatamente seus efeitos e uma radical mudança de posições em muitos aspectos do cotidiano da vida na Terra podem ocorrer. Isso será acompanhado pela Revista UFO com atenção, embora não exista um plano já estabelecido de atuação neste caso. E não ocorrendo os fatos aludidos na tarde de hoje, a publicação também estará acompanhando todas as reações e as manifestações, dentro e fora do Brasil, para, com a mesma neutralidade de sempre, analisá-los e expô-los através de seus meios, seja da revista impressa, seja de seus canais habituais na rede mundial.

09 O eventual fracasso na previsão do referido contato oficial e definitivo, proposto por Jan Val Ellam, não será absolvido pela Revista UFO com indiferença ou conformismo de qualquer espécie. Nesta hipótese, a publicação passará a fazer uma análise e conseqüente julgamento dos fatos, para levá-los aos seus leitores. E por ter sido o veículo de comunicação das referidas profecias, tanto maior é sua responsabilidade em fazê-lo de maneira exemplar e inexorável, também em bases sólidas do bom e ético jornalismo e com vistas a um procedimento ufológico de alto nível. Ellam está ciente desta postura e de que a publicação não lhe será complacente se suas previsões não se confirmarem, e demonstra profundo respeito quanto a esta decisão, já antecipadamente informada.

10 A Revista UFO não se ressente das críticas injustas ou exageradas que recebeu, partindo de integrantes e segmentos da Ufologia Brasileira e fora dela com interesses discutíveis ou obscuros quanto à verdadeira análise e revelação da presença alienígena na Terra. O que se lamenta é que o cenário tenha sido nublado para uma compreensão maior do quadro em questão. UFO entende que as críticas injustas ou exageradas sempre existirão e que não existe unanimidade na Ufologia Brasileira, por atuar no meio há quase 23 anos. A revista acata e respeita imensamente, no entanto, aquelas críticas honestas e justas, que partem de quem tem compromissos sérios com a verdade ufológica e que respeitam o fato de que a publicação está por trás de tantas e profundas realizações e conquistas que trouxeram inúmeros benefícios à Comunidade Ufológica Brasileira, inclusive aos seus críticos.

E os ETs não vieram...

Já está no ar a Edição 129 da Revista UFO. Aproveite!

Jan de 2007

Fomos visitados