NOTÍCIA

UFOs e ogivas nucleares: ecos da Conferência de Imprensa em Washington

Por Equipe UFO | 04 de Outubro de 2010

Movimentações nucleares sempre estiveram sob vigilância externa
Créditos: masseffect wikia

UFOs e ogivas nucleares: ecos da Conferência de Imprensa em Washington

A conferência de Robert Salas e Robert Hastings [Hasting é consultor da Revista UFO], junto às testemunhas de gabarito militar e perante a mídia mundial, no dia 27 de setembro, agora começa a repercutir também pelos países latinos, de forma massiva. O jornalista investigativo e igualmente consultor da UFO, Yohanan D. Vargas, entrevistou com exclusividade, a partir do México, alguns pesquisadores, sobre as opiniões pessoais dos mesmos sobre o evento e sua significância à Ufologia Mundial sob curto e médio prazos.

Para o jornalista mexicano e correspondente internacional da UFO, Jaime Maussán, esta conferência foi muito importante, já que "expôs abertamente que estas inteligências (extraterrestres) trataram de advertir do perigo que implica o uso de armas nucleares, desde quando se desenvolveu a Guerra Fria, praticamente quando se deram a maioria de avistamentos. A presença destes objetos foi uma demonstração de força para os Estados Unidos."

Assista a entrevista de Maussán para Vargas: A respeitada ufóloga argentina, Andrea Pérez Simondini [Também consultora da Revista UFO], assegurou que "se abre uma porta de extremo impacto à sociedade por manter a expectativa da existência dos UFOs a partir das declarações destes militares. Os ufólogos devem afiançar o trabalho perante a iminente aceitação de uma realidade que sulca nossos céus e aterrissa em nossos campos."

O estudioso do tema na Itália, outro consultor da UFO, Piergiorgio Caria, mencionou que "desde os anos 50, no início do Caso Friendship (Amizade), sempre deu muito o que falar, já que eram os contatados com essa civilização quem asseguravam que devíamos ter cuidado com as armas nucleares e que eles, inclusive, tinham a capacidade de desativá-las em qualquer momento". Neste ponto, coincidiu com o ponto de vista do escritor peruano/estadounidense, Renato Longato. Longato disse que "aos contatados como Howard Menger e George Adamky, os aliens lhes fizeram a recomendação de que fôssemos responsáveis com essa tecnologia."

Assista a entrevista de Caria à Vargas: Para o jornalista espanhol Rafael Palácios (Rafapal), "o inovador foi que a CNN transmitiu ao vivo esta conferência, para todo o mundo. Tudo parece estar preparado, parece que há um plano para realizar um contato e que esse plano esta tendo em conta a psicologia de massas para lhes fazer ver esta informação e enfrentar uma realidade", quiçá de que não estamos sozinhos no universo.

Assista a entrevista de Palácios: O que deve ficar claro, é que os ex-militares enfatizaram que existe um ocultamento de informações há, no mínimo, 60 anos. Além disso, não houve nenhuma contra-argumentação crítica ou negação dos fatos por parte das Forças Armadas ou autoridade alguma até o momento. Veremos o que ocorrerá.

Compartilhe essa notícia:

Saiba mais sobre este assunto na edição 170 da revista

Comentários