DESTAQUE

China e EUA estariam sob \'corrida ufológica\' sem precedentes

Por
28 de Janeiro de 2011
Tradução equivocada ou conteúdo legítimo?
Créditos: Xinhua/blusky72

Sabemos que tal assunto é constantemente explorado e deturpado, principalmente na Internet, não sendo levado mais sob crédito nos meios especializados. A cada final e/ou início de ano, surgem boatos de que o presidente dos Estados Unidos irá abrir o jogo sobre os UFOs e que a verdade será revelada, sempre foi assim.

No entanto, aparentemente, se confirmadas, estas informações que comentamos a seguir seriam relevantes, nos levando a decidir por sua postagem imediata.

O canal da TV chinesa Xinhua News possivelmente trouxe reportagem impactante sobre extraterrestres [Caso seja confirmada a tradução fiel de conteúdo] e, inclusive, teria abordado publicamente em rede nacional a possibilidade de divulgação iminente do assunto pela administração norte-americana de Barack Obama.

A matéria inédita do noticiário estatal teria sido transmitida em 04 de janeiro de 2011 e, conforme o enredo, o presidente Obama poderia estar se preparando para assumir as relações dos EUA com específicas raças alienígenas.

Disputa por ETs?

Segundo as supostas fontes, estaria em andamento um tipo de disputa sobre que nação será a primeira a usar a autoridade de seu chefe de Estado e de arquivos secretos ufológicos, somadas à coragem de declarar que há extraterrestres na Terra, suportando as conseqüencias posteriores.

A pioneira a anunciar a presença extraterrestre tenderia, atualmente, a ganhar prestígio mundial e a confiança de grandes lideranças - além, é claro, da massa popular. A decisão da TV chinesa em transmitir a notícia seria vista como decorrente do temor de que os EUA poderiam roubar de Pequim a chance histórica da China em admitir a presença alienígena na Terra antes da Casa Branca.

Conforme artigo a respeito, nenhum dos lados estaria oficialmente disposto a tal atitude, porém, ao mesmo tempo, não gostaria que uma das partes o fizesse primeiro. Em outras palavras, se houvesse tamanha admissão, ambas as nações querem que seja "o seu" momento de glória, quem sabe até numa declaração conjunta.

Assista o vídeo, com legenda em italiano. Clicando aqui, é possível traduzir a mesma para português: Em época de crises econômicas, ambientais e outras preocupações, uma corrida para a divulgação ufológica cairia muito bem para resgatar valores e poder supremo perante a opinião pública.

A reportagem ainda mencionaria críticas sobre superproduções cinematográficas norte-americanas excessivamente sensacionalistas, como 2012, mas elogiaria o filme Contato.

É bom recordarmos que em 2010 ocorreram diversos incidentes envolvendo UFOs na China, fechamento de aeroportos e tráfego aéreo, com presença de militares e muitas testemunhas.

Correndo por fora - mas não menos importante e influente -, a Rússia não foi citada, contudo é bem conhecida como uma das principais parceiras no acobertamento ufológico mundial, igualmente bem informada e guardiã de fortes evidências.

Já está no ar a Edição 169 da Revista UFO. Aproveite!

Setembro de 2010

Ufólogos, participantes de uma sociedade secreta?