Revista UFO - Portal da Ufologia Brasileira - A mais antiga revista sobre discos voadores do mundo

ENTREVISTAS

Por A. J. Gevaerd

Sócrates da Costa Monteiro: UFOs têm tecnologia além da nossa

Os militares registram a ação de objetos voadores não identificados sobre o Território Nacional há décadas, mas engavetam os relatórios na falta de uma explicação para eles

Categoria: UFOs: LIBERDADE DE INFORMAÇÃO JÁ

O mais recente militar a aderir ao clima de abertura ufológica em nosso país deixa claro, em sua entrevista, que os ufólogos brasileiros estão no caminho certo ao buscarem o reconhecimento oficial da existência e ação de discos voadores em nossos céus. Mais do que isso, o tenente-brigadeiro Sócrates da Costa Monteiro também admite o desejo de conhecer de perto a tecnologia de nossos visitantes, e afirma: “Se tivessem me pedido para abrir os arquivos secretos na minha época como ministro da Aeronáutica, eu abriria”. Com sua manifestação, cresce ainda mais a lista de oficiais que já não concordam mais com o sigilo imposto à presença alienígena na Terra.

Monteiro foi ministro da Aeronáutica entre 1990 e 1992, durante o Governo Fernando Collor de Mello, e ocupou diversas posições de destaque no meio militar brasileiro. Ainda hoje, mesmo na Reserva da Força Aérea Brasileira (FAB) há anos, mantém vínculos com militares na ativa de vários setores do oficialato nacional. Como comandante do I Centro Integrado de Defesa Aérea e Controle de Tráfego Aéreo (Cindacta I), em Brasília, o entrevistado esteve à frente do registro de ocorrências ufológicas em todo o país, em especial na área do Distrito Federal e Região Sudeste. E revela nestas páginas que observações e detecções de UFOs já eram constantes nas telas de radar do órgão bem antes dele assumir seu comando – e que todos os casos eram meticulosamente anotados pela Aeronáutica, e alguns investigados.


“Os objetos chegaram a 4.000 km/h”

Com memória lúcida de suas atividades militares, que incluem desde ser piloto do Correio Aéreo Nacional a comandante de importantes destacamentos, como o 7o Comando Aéreo Regional (COMAR VII), em Manaus, Monteiro relata aqui, pela primeira vez, seu interesse pela Ufologia e como o país lidou com a questão durante o tempo em que esteve na ativa. Como outros que ocuparam as mesmas pastas antes dele, o entrevistado também teve acesso a informações de gravidade sobre a manifestação de outras espécies cósmicas em nosso país, relatando alguns casos. Apesar de ter sido piloto de vários tipos de aeronaves, inclusive de caça, nas quais tem mais de 5 mil horas de vôo, não teve experiências ufológicas a bordo, mas em solo, junto de sua esposa, no Rio de Janeiro.

O brigadeiro Sócrates Monteiro também foi comandante do 4o Comando Aéreo Regional (COMAR 4), localizado em São Paulo, órgão que controla o espaço aéreo da Região Sudeste. Desta forma, estava sob sua jurisdição toda a área do Território Nacional sobre a qual se desenvolveu a chamada Noite Oficial dos UFOs no Brasil, em 19 de maio de 1986, um dos pilares da campanha UFOs: Liberdade de Informação Já.

Atenção
Para continuar lendo este artigo, você deve se cadastrar no Portal UFO.
O cadastramento é gratuito e dá acesso a todo o conteúdo do site. Basta clicar aqui.
Caso já tenha cadastro, conecte-se na home do site ou clique aqui.
ENQUETE
  GENIAIS.COM   
Edição 256
Sumário Edições anteriores

CENTRAL DE ATENDIMENTO

(67) 3341-8231
Horário: das 09h00 às 18h00, de segunda a sexta (exceto feriados)

FORMAS DE PAGAMENTO

Formas de pagamento

NOTÍCIAS MAIS VISUALIZADAS

+ NOTÍCIAS
2011 © Editora Evolução Ltda.
Todos os direitos reservados. Termos de Uso. Declaração de privacidade.