Edição 164
DESTAQUE

Moradores de Peruíbe relatam novos UFOs

Por
01 de Apr de 2010
Fotos de objetos não identificados feitas por José Antunes Souza sobre a cidade, em plena luz do dia
Créditos: José Antunes Souza

Após ter inaugurado o primeiro roteiro ufológico do país [Veja edição UFO 162], Peruíbe continua chamando a atenção da Comunidade Ufológica Brasileira devido à freqüência de relatos de ocorrências que registra. Um caso recente é do especialista em informática José Antunes Souza [Nome fictício], que após mudar-se para a cidade, em 2009, tem sido uma das principais testemunhas de fatos que parecem ter se intensificado na última temporada de verão. Souza foi testemunha, junto de sua esposa e filhos, de luzes não identificadas à baixa altitude, inclusive sobre sua residência.

O primeiro avistamento ocorreu em 13 de dezembro, por volta das 21h30, quando seu filho chegou em casa relatando ter visto estranhas imagens no céu. Pai e filho contataram então Suséliton Saga, ufólogo local e consultor da Revista UFO, com quem já tinham trocado informações sobre avistamentos ufológicos. Souza foi informado de que tais eventos estavam se dando com regularidade em toda a área litorânea de Peruíbe, e resolveu ficar mais atento para ter novas experiências – que não tardaram a ocorrer. Ele e sua família, desde então, já tiveram quase três dúzias de avistamentos e fizeram inúmeras filmagens dos fenômenos, em processo de análise pela Equipe UFO.

Ainda em 13 de dezembro, Saga voltou a ligar para Souza e ambos foram a um local tentar nova observação. Foi quando ocorreu o avistamento de uma intensa luz que surgiu sobre o oceano para sumir em seguida. Minutos depois, uma nova luminosidade apareceu, desta vez bem acima de uma pequena ilha que fica entre Peruíbe e a vizinha Itanhaém. O artefato que emitia o brilho ficou cada vez mais forte, até espantar pelo tamanho. Em seguida, Souza e familiares puderam ver outros dois objetos emitindo idêntica luz, e um em cima do outro passaram piscando sobre o local. O que estava em cima chegou a parar por alguns instantes sobre a praia, e o debaixo simplesmente se apagou. Logo depois ambos reapareceram e se juntaram a uma terceira luz, formando um triângulo no céu.

Em 18 de dezembro a família voltou a testemunhar fenômenos inusitados. Desta vez, uma nave se aproximou lentamente, parou em cima de sua residência a menos de 500 m de altura, fez uma curva de 180 graus e foi embora. Ainda em 2009 novas luzes foram testemunhadas, nos dia 20, 25 e 29 de dezembro, sempre se locomovendo no sentido da Reserva Ecológica da Juréia para Itanhaém. Já em 2010, o primeiro avistamento de Souza ocorreu em 07 de janeiro. Nesta noite, no período entre 19h00 e 22h45, mais de uma dezena de luzes não identificadas foram observadas. No dia 17, um novo objeto foi visto realizando manobras sobre Peruíbe, até deslocar-se em linha reta também no sentido da Juréia para Itanhaém. O último relato recebido se refere a um caso ocorrido em 02 de fevereiro, quando uma forte luz surgiu no céu, ficando estática por uns 10 minutos para depois se deslocar lentamente no sentido sul-norte, apagando-se durante o percurso. Souza continua vigilante.

Discos voadores e aviões, uma questão recorrente ? e muito séria

Já está no ar a Edição 164 da Revista UFO. Aproveite!

Apr de 2010

Fomos visitados