DESTAQUE

UFOZ teve discussões sobre quedas de UFOs e intervenção alienígena

Por
06 de Dezembro de 2015
Thiago Ticchetti fala ao auditório lotado do UFOZ
Créditos: Revista UFO

Um dos grandes destaques internacionais do VII Fórum Mundial de Ufologia (IV UFOZ 2015) foi o russo Valery Uvarov. Membro da Sociedade Geográfica da Rússia e diretor do Centro de Informações Internacionais de Investigação Ufológica, ele é autor consagrado nas áreas de Ufologia, egiptologia e esoterismo. Em sua conferência abordou o incidente acontecido em Chelyabinsk em 15 de fevereiro de 2013, quando um meteoro explodiu sobre aquela região com a força maior que as das explosões atômicas da Segunda Guerra Mundial. Milhares de prédios foram danificados e 2.000 pessoas ficaram feridas. Uvarov pesquisou a ocorrência e descobriu similaridades com o Evento de Tunguska, acontecido em 1908, além de vários outros. O especialista russo exibiu em sua conferências as evidências que suportam sua teoria, de que existem instalações alienígenas muito antigas, situadas em pontos remotos do globo, e que defendem a Terra contra ameaças cósmicas como asteroides e meteoros.

Thiago Ticchetti, coeditor da Revista UFO e um de seus mais prolíficos articulistas, e sua conferência teve o título Quedas de UFOs: Novas comprovações de que os governos acobertam fatos. No Fórum Mundial de Ufologia ele lançou seu mais novo livro, Quedas de UFOs II, no qual aprofunda o estudo sobre casos já conhecidos e apresenta vários outros dos quais poucos haviam ouvido falar. Na conferência ele iniciou descrevendo um dos mais enigmáticos eventos da história, a grande onda dos chamados airships, ou naves aéreas, acontecida em 1897 nos Estados Unidos. Fenômeno por vezes atribuído a histeria coletiva, ou a experimentos secretos com a então incipiente tecnologia aeronáutica, a verdade é que, conforme ele demonstrou em sua apresentação, já naquele tempo se noticiarama vários acontecimentos de queda desses misteriosos objetos.

Um dos casos pouco conhecidos que Tichetti destacou aconteceu em 1941, no estado norte-americano do Missouri. Um reverendo chamado para dar apoio espiritual testemunhou a presença de pequenos seres cinza, de olhos grandes, naquela que vem a ser a primeira descrição dos chamados grays. De acordo com o conferencista esses seres chegaram a ser fotografados, porém as imagens desapareceram. em 1946 houve uma onda de observações de foquetes fantasmas na Suécia, com alguns relatos de queda de tais objetos em lagos, e em 1947 objetos desconhecidos foram avistados sobre Washington. A seguir Thiago Ticchetti apresentou um histório de casos de quedas de UFOs, e das respectivas operações de acobertamento. Os casos mencionados foram: 1947, Roswell; 1949, Montana; 1959, Texas; 1952, Noruega; 1953, Arizona; 1962, Las Vegas, Nevada, um dos casos mais reais, além de Roswell; 1965, Pensilvania; 1967, Canadá, não é uma queda, mas um pouso, 1974, México, caso que dá medo; 1978, Bolívia; 1995, Salta, Argentina; 2004, Venezuela; 2006, Africa do Sul; 2006, Siberia; 2007, Africa do Sul; 2008, California; Australia, 2009; 2009, Ontario, Canadá. E não poderiam faltar casos brasileiros: 1956, Cubatão; 1957, Ubatuba; 1974, Santa Catarina; 1963, Feira de Santana, Bahia; 1996, Varginha; 1997, Mato Grosso. Thiago encerrou sua apresentação afirmando que alguns casos podem não ser extraterrestres, mas a maioria merece investigação aprofundada.

crédito: Revista UFO
Valery Uvarov
Valery Uvarov

Visite o site oficial do VII Fórum Mundial de Ufologia (IV UFOZ 2015)

Página da Revista UFO no Facebook

Página do UFOZ no Facebook

Grupo de debates da Revista UFO no Facebook

UFOZ abriu seus trabalhos na quinta-feira

No segundo dia do UFOZ, Gary Heseltine foi o destaque

Sexta-feira no UFOZ com variados temas

Saiba mais:

Livro: Guia da Tipologia Extraterrestre

crédito: Revista UFO
Guia da Tipologia Extraterrestre
Guia da Tipologia Extraterrestre

Há séculos a espécie humana assiste à chegada de estranhos seres geralmente bípedes e semelhantes a nós, que descem de curiosos veículos voadores sem rodas, asas ou qualquer indício de forma de navegação. Quase sempre estas criaturas têm formato humanoide e não raro se parecem com uma pessoa comum, mas com um problema: elas não são daqui, não são da Terra. O que pouca gente sabe é que existem dezenas de tipos deles vindo até nós, alguns com o curioso aspecto de robôs, outros se assemelhando a animais e há até os que se parecem muito com entidades do nosso folclore. O Guia da Tipologia Extraterrestre faz uma ampla catalogação de todos os tipos de entidades já relatadas, classificando-as conforme sua aparência e características físicas diante de suas testemunhas, resultando num esforço inédito para se entender quem são nossos visitantes.

DVD: Pacote DVDs Contatados 2014

Já está no ar a Edição 222 da Revista UFO. Aproveite!

Abril de 2015

Reabrindo o Caso Varginha