DESTAQUE

Ufólogo doa todas as suas pesquisas temendo que sua esposa as jogue fora quando ele morrer

Por
03 de Novembro de 2021
O ufólogo Philip Mantle e sua esposa, Christine.
Créditos: Triangle News

O ufólogo Philip Mantle está enviando o trabalho de sua vida sobre ufologia para ser arquivado após temer que seja jogado no lixo por sua esposa quando ele falecer. Mantle investigou alguns dos maiores casos de discos voadores do mundo, de Roswell ao incidente na floresta de Rendlesham.

Um ufólogo teme que sua esposa jogue fora o trabalho de sua vida depois que ele morrer - então ele está enviando suas pesquisas para serem arquivadas. O especialista em alienígenas Philip Mantle, 63, passou anos investigando alguns dos maiores avistamentos de discos voadores. Ele disse: “Meus arquivos ocupam uma de nossas duas salas de estar, enquanto outros estão armazenados em nossa garagem.”

“Minha esposa não tem interesse em UFOs e, por isso, ela não está interessada em preservar meus arquivos caso eu morra. Eu sofro de uma doença cardíaca crônica, então as chances estão a seu favor e ela provavelmente viverá mais do que eu.” Ele doará seu trabalho para a coleção de arquivos históricos de UFOs de David Marler em Rio Rancho, Novo México - o maior arquivo dos Estados Unidos - para uso das futuras gerações.

Ele acrescentou: “Minha doação para este arquivo notável será de várias centenas de arquivos de UFOs, relatórios de avistamentos etc., arquivos de contatos imediatos. Documentos oficiais, centenas de fotografias de ufólogos, centenas de slides de 35mm. Além do meu arquivo completo de autópsias alienígenas, coisas efêmeras e diversos itens relacionados a UFOs e uma série de revistas raras sobre o assunto. Pode muito bem ter outros itens, já que tenho coisas em caixas das quais esqueci completamente.”


David Marler, fanático por UFOs, com sua coleção.
Fonte: Triangle News

Mantle já tinha começado a separar o material, encaixotando-o e catalogando-o à medida que avançava. No entanto, ele insistiu que ainda não “pendurou suas chuteiras” de ufólogo. Ele dirige uma editora de livros de sucesso chamada Flying Disk Press, que tem oito novos livros em preparação para 2022. David Marler, que é curador do enorme arquivo definido para receber as pesquisas de Mantle, começou sua coleção em 1990. Agora, possui dezenas de milhares de itens de todo o mundo, desde relatórios militares, recortes de notícias, gravações de áudio, livros de UFOs e arquivos originais do Projeto Blue Book.

Ele planeja doar sua enorme coleção para a Universidade do Novo México quando morrer, na esperança de que seja o destino de ufólogos e céticos. Mantle, de Pontefract, West Yorks, que é casado com Christine há nove anos, de mesma idade, disse: “Eu vi arquivos desaparecerem em um salto e se perderem para sempre e quero ter certeza de que isso não acontecerá com minha coleção. É um alívio saber que este material estará seguro e protegido e estará disponível para mentes questionadoras muito depois de eu ter partido.”

Fonte

Já está no ar a Edição 285 da Revista UFO. Aproveite!

Junho de 2021

Quando eles são hostis aos humanos