DESTAQUE

Testemunhas de UFOs nos Estados Unidos desaprovam o relatório do Pentágono

Por
08 de Julho de 2021
Algumas testemunhas estão reclamando que o relatório UFO do Pentágono não só não é honesto, com é um deboche.
Créditos: iStock

Algumas pessoas dos estados do Mississippi e do Alabama não estão acreditando no relatório federal sobre UFOs que foi publicado em 25 de junho pelo Gabinete do Diretor de Inteligência Nacional, dizendo ser impossível o governo norte-americano saber tão pouco sobre o Fenômeno UFO.

O relatório não nega a possibilidade de alguns dos fenômenos serem formas de vida extraterrestre visitando nosso planeta, mas também não sugere a teoria como uma possibilidade. Calvin Parker esteve envolvido em uma das ocorrências ufológicas mais conhecidas nos Estados Unidos. Ele afirmou que ele e Charles Hickson, agora falecido, foram abduzidos em 11 de outubro de 1973 por alienígenas enquanto pescavam no rio Pascagoula, no estado do Mississippi.

Parker disse ao jornal Clarion-Ledger: “Não acredito que eles estejam sendo francos. O Departamento de Defesa poderia ser um pouco mais honesto. Eu realmente acredito que há mais por aí do que o que eles estão dizendo. Parece que estão se fazendo de bobos.” Parker e Hickson disseram que foram levitados em uma nave em forma de bola de futebol americano, examinados pelos alienígenas e liberados em seguida.

Posteriormente, eles entraram em contato com o escritório do xerife do condado de Jackson e contaram às autoridades sobre sua experiência. Eles foram testados quanto à sobriedade e passaram por um exame de polígrafo, no qual foram aprovados. Parker comentou sobre o relatório, que é preliminar, dizendo que o governo deveria ter falado sobre isso muito antes.

Parker afirmou: “Eles estão tentando satisfazer a todos, contando-lhes apenas um pouco. Eles deveriam ter feito isso há muito tempo. Gostaria que eles nos contassem para que eu pudesse ir para o meu túmulo sabendo o que eles sabem. Eu só gostaria de ter algum tipo de resposta antes de morrer e isso não está muito longe, mas não acho que vamos conseguir isso do Congresso ou do Departamento de Defesa.”


Charles Hickson e Calvin Parker, em uma entrevista em 18 de outubro de 1973, contando sobre seu contato imediato.
Fonte: Gary Holland/AP

Outra pessoa do mesmo estado, Rosey Nail, também expressou descontentamento com o relatório. Na mesma noite em que Parker e Hickson foram supostamente abduzidos, ela estava a centenas de quilômetros de distância deles, mas afirma ter observado algo sobrenatural. Rosey estava na cidade de Bruce, quando viu uma luz cruzando o céu que se dividiu em duas outras. Ela então relatou que uma das luzes se aproximou dela, parecendo cada vez maior a ponto de se parecer com o Sol, e então começou a mudar de cor.

Ela disse que o objeto então se juntou à outra luz e partiu para além de seu campo de visão. Ela disse ao Clarion-Ledger que a ocorrência não foi explicada pelo relatório. Rosey disse: “Era de outro mundo, seja lá o que isso englobe. Foi proposital. Ele manobrou. Ele subiu e desceu e foi para o lado e disparou para o céu. Eu não acho que seja militar de nenhum país. Acho que com os avanços da tecnologia, eles saberiam se fosse de outros países. Seja qual for a verdade, acho que devemos saber à respeito.”

Outro caso foi relatado por Maria Blair, ocorrido junto ao seu agora falecido marido, Jerry Blair, do estado do Alabama. Eles também disseram que em 11 de outubro de 1973, eles estavam do outro lado do rio Pascagoula, onde Hickson e Parker sofreram a abdução. Ela disse que viram uma luz azul voar através do céu, que então pairou e pousou entre 150 e 200m de onde eles estavam. Maria então viu o que parecia ser uma figura humana em uma roupa que lembrava Neoprene dentro da água, combinando com a descrição de Parker dos supostos alienígenas.

Blair disse ao Clarion-Ledger: “Desde aquela noite em 1973, o mundo sabe que não estamos sozinhos. O governo sabe que não estamos sozinhos. Esses humanoides não são de outros países. Eles são muito mais avançados do que nós. Eu nunca superei o que vi naquela noite. Aqueles humanoides não eram deste planeta.”

Fonte

Já está no ar a Edição 285 da Revista UFO. Aproveite!

Junho de 2021

Quando eles são hostis aos humanos