DESTAQUE

Telescópio europeu caçador de exoplanetas envia sua primeira imagem

Por
12 de Fevereiro de 2020
Em busca de exoplanetas
Créditos: Revista UFO

O Characterising Exoplanets Satellite (CHEOPS), o telescópio caçador de planetas da Agência Espacial Europeia (ESA) foi lançado no final de 2019, por um foguete russo Soyuz, em uma base na Guiana Francesa.

Após o lançamento bem-sucedido, a tampa do telescópio foi aberta em 29 de janeiro de 2020 e a equipe por trás do satélite esperou ansiosamente o dispositivo capturar suas primeiras imagens, confirmando que tudo estava funcionando corretamente e nada fora danificado durante o lançamento.

"As primeiras imagens eram cruciais para podermos determinar se a ótica do telescópio havia sobrevivido em ao lançamento do foguete em boa forma", diz Willy Benz, professor de astrofísica da Universidade de Berna, na Suíça, e o investigador principal da missão CHEOPS. "Quando as primeiras imagens de um campo de estrelas apareceram na tela, ficou claro para todos que realmente tínhamos um telescópio em funcionamento".

 

Melhor do que o esperado

 

Imagem enviada pelo telescópio CHEOPS

Crédito: ESA

As primeiras fotos, segundo Benz, "são mais suaves e mais simétricas do que o que esperávamos das medições realizadas em laboratório", o que é um grande alívio e também incentivo para a equipe de pesquisa. CHEOPS está se saindo melhor do que o esperado.

As imagens em si são tremidas, mas isso era esperado, já que o telescópio havia sido intencionalmente desfocado para permitir melhor precisão fotométrica: desfocar o telescópio permite maior precisão porque suaviza a luz em muitos pixels, de acordo com a declaração da equipe.

Portanto, embora a imagem não seja super clara, ela é precisa, o que é fundamental para que a sonda possa detectar pequenas mudanças no brilho das estrelas fora do nosso Sistema Solar. Isso ajudará o equipamento a encontrar exoplanetas em trânsito ou passando em frente de sua estrela.

 

Telescópio CHEOPS

Crédito ESa

"Analisaremos muito mais imagens em detalhes para determinar o nível exato de precisão que pode ser alcançado pelo CHEOPS nos diferentes aspectos do programa de ciências", acrescentou David Ehrenreich, cientista de projeto.

A sonda fará observações de alta precisão do tamanho do planeta, quando ele passar na frente de sua estrela hospedeira, segundo os funcionários da ESA. "CHEOPS se concentrará nos planetas na faixa de tamanho das superterras a Netuno, e seus dados permitirão que possamos estimar a densidade aparente dos planetas, um primeiro passo para a compreensão desses mundos alienígenas", promete a agência.

Estamos torcendo para que CHEOPS nos traga boas e rápidas notícias.

Fonte: Space.com

Assista, abaixo, video explicativo sobre o CHEOPS e o video do lançamento:

ATENÇÃO: Já vendemos todas as 400 vagas iniciais do XXV Congresso Brasileiro de Ufologia e as vagas extras estão praticamente esgotadas. Corra!

Já está no ar a Edição 257 da Revista UFO. Aproveite!

Abril de 2018

Nos limites da existência