DESTAQUE

Telescópio espacial James Webb é liberado para lançamento no final de dezembro

Por
08 de Dezembro de 2021
Será que finalmente teremos o lançamento do telescópio espacial James Webb?
Créditos: ESA

Após um susto no mês passado, funcionários da NASA e da Agência Espacial Europeia (ESA) disseram que continuarão os preparativos para o lançamento do telescópio espacial James Webb. O instrumento de US$10 bilhões deve ser lançado em um foguete Ariane 5 construído na Europa antes de 22 de dezembro.

A NASA disse que os engenheiros concluíram testes adicionais para garantir a prontidão do telescópio para o voo, e as operações de abastecimento começaram em 25 de novembro. O telescópio tem 20 pequenos propulsores para manobra e será abastecido com cerca de 240L de combustível hidrazina e oxidante tetróxido de dinitrogênio. O processo de abastecimento levará cerca de 10 dias.

A decisão de prosseguir com a contagem regressiva de lançamento do telescópio Webb conta como uma boa notícia após um anúncio um pouco preocupante no mês passado. Em 22 de novembro, a NASA disse que atrasaria o lançamento planejado do telescópio espacial por alguns dias para investigar uma “anomalia” durante as operações de processamento no local de lançamento em Kourou, Guiana Francesa.

A NASA disse em um blog: “Os técnicos estavam se preparando para anexar o Webb ao adaptador do veículo de lançamento, que é usado para integrar o observatório com o estágio superior do foguete Ariane 5. Uma liberação repentina e não planejada de uma braçadeira – que prende o Webb ao adaptador do veículo de lançamento – causou uma vibração em todo o observatório.”


O telescópio espacial James Webb promete imagens incríveis do espaço profundo.
Fonte: ESA

Após o problema ocorrer, a NASA convocou um conselho de revisão de anomalias para investigar e conduzir testes adicionais. Após esses testes, os engenheiros concluíram que o observatório não havia sido danificado pelas vibrações da liberação da braçadeira. O tão esperado lançamento do telescópio espacial é apenas o começo do caminho para o Webb iniciar as operações científicas.

Seu lançamento no final deste ano criará uma temporada de férias angustiante para os gerentes da NASA e os cientistas que esperam usar o poderoso telescópio para olhar para trás e ver algumas das primeiras galáxias a se formarem no universo. Após seu lançamento, o Webb precisará viajar cerca de 1.5 milhão de quilômetros da Terra até o Ponto Lagrange L2, além da Lua. Lá, ele será capaz de manter uma posição estável sem usar muita propulsão de bordo.

Ao longo do caminho, e uma vez lá, cerca de 50 implantações do grande telescópio dobrado serão necessárias para se preparar para as observações científicas. Esse processo envolverá cerca de 350 pontos de falha únicos e, se algo der errado, isso prejudicaria a implantação sem esperança de reparo.

Fonte

Já está no ar a Edição 285 da Revista UFO. Aproveite!

Junho de 2021

Quando eles são hostis aos humanos