DESTAQUE

SpaceX reutiliza pela primeira vez um foguete Falcon 9

Por
01 de Abril de 2017
A missão demonstrou a possibilidade de reutilizar veículos lançadores, o que reduzirá o custo dos voos espaciais
Créditos: SpaceX

A SpaceX fez história novamente. Nesta quinta-feira, 30 de março, a empresa lançou mais um foguete Falcon 9 da plataforma 39A em Cabo Canaveral. O veículo colocou em órbita o satélite de comunicações SES-10, pesando 5.282 kg, e depois realizou um pouso perfeito na balsa robotizada chamada Of Course I Still Love You. O que tornou histórica essa missão foi o fato de esse mesmo exemplar do Falcon 9 já haver voado anteriormente, em abril de 2016, quando lançou uma nave Dragon cargueira para a Estação Espacial Internacional (ISS).

Essa foi a primeira vez em que um mesmo foguete, no caso seu primeiro estágio, realizou duas missões orbitais e tornou a pousar de forma bem-sucedida. Elon Musk, o bilionário que comanda a SpaceX, sempre defendeu a reutilização de veículos lançadores como forma de baratear o acesso ao espaço. Cada lançamento do Falcon 9 está orçado em 62 milhões de dólares, e Musk estima que, quando o processo de revisão e preparação para novos voos de um foguete já usado estiver mais confiável, os custos de uma missão podem cair em até três quartos. E a SpaceX ainda conseguiu recuperar a cápsula que protege a carga útil no topo do foguete, graças a retrofoguetes e paraquedas manobráveis. A cápsula mede 5 metros e custa 6 milhões de dólares, tendo aterrissado tranquilamente no Oceano Atlântico, permitindo assim mais um processo de redução de custos.

Elon Musk já fala em tornar o segundo estágio, cuja função é dar o impulso final para a carga atingir a órbita, também reutilizável. Os planos da empresa são ambiciosos e consideram a possibilidade de lançar um Falcon 9, pousá-lo, recuperá-lo e novamente lançá-lo no prazo de 24 horas. Essa proeza está agendada para o ano que vem. Em algum ponto do verão do hemisfério norte a empresa deve fazer o primeiro lançamento do Falcon Heavy, cujo primeiro estágio terá três Falcon 9 acoplados, os dois nas laterais sendo exemplares que já voaram anteriormente. Neste ano outros cinco relançamentos devem acontecer e a versão tripulada da nave Dragon deve fazer seu primeiro voo de teste até o final de 2017. Seu primeiro voo com astronautas deve acontecer em 2018. Além disso, Elon Musk deve em um mês revelar mais detalhes para seu ambicioso projeto do sistema de Transporte Interplanetário, que pretende levar humanos a Marte até a próxima década. Elon Musk tem muitos detratores que o criticam pelos planos ambiciosos, mas até o momento o líder da SpaceX tem cumprido com louvor seus planos.

crédito: SpaceX
O Falcon 9 após o pouso na balsa; foi a segunda missão desse exemplar do veículo
O Falcon 9 após o pouso na balsa; foi a segunda missão desse exemplar do veículo

Visite o site da SpaceX

Confira um vídeo da missão

Bilionário da SpaceX afirma que alienígenas já podem estar entre nós

Bilionário fundador da SpaceX pretende enviar humanos a Marte em 2024

SpaceX anuncia intenção de lançar nave Dragon não tripulada a Marte

Fundador da SpaceX diz que humanos precisam colonizar Marte para sobreviver

SpaceX realiza pouso inédito de foguete Falcon 9 em balsa

SpaceX realiza novo pouso do foguete Falcon 9

Saiba mais:

Livro: Dossiê Cometa

DVD: Pacote NASA: 50 Anos de Exploração Espacial

crédito: Revista UFO
Pacote NASA: 50 Anos de Exploração Espacial
Pacote NASA: 50 Anos de Exploração Espacial

Veja em 50 Anos de Exploração Espacial os momentos mais emocionantes da trajetória da NASA, desde o primeiro homem em órbita até as missões do ônibus espacial. Reveja o incrível voo de John Glenn na missão Friendship 7, o sucesso da Apollo 11 e os primeiros passos de Neil Armstrong na Lua, as viagens seguintes ao satélite e as operações conjuntas com a nave soviética Soyuz. Conheça a verdadeira razão de não voltarmos mais à Lua e descubra que o destino agora é Marte, Vênus, Júpiter e mundos além do Sistema Solar, e quais são os planos da NASA para alcançá-los.

Já está no ar a Edição 237 da Revista UFO. Aproveite!

Agosto de 2016

Visões diferentes para a mesma questão

UPDATED CACHE