DESTAQUE

SpaceX realiza pouso histórico do foguete Falcon 9

Por
24 de Dezembro de 2015
Instantes finais do voo do foguete Falcon 9 antes de seu histórico pouso em Cabo Canaveral
Créditos: SpaceX

A SpaceX, cujo nome significa Corporação de Tecnologias para Exploração Espacial, foi fundada em 2002 pelo bilionário Elon Musk, então ligado à empresa de carros elétricos Tesla Motors, com o propósito de criar tecnologias para reduzir os custos das viagens espaciais e permitir a colonização de Marte. A companhia foi a primeira a atingir a órbita terrestre com um foguete de sua própria fabricação, o Falcon 1, em 2008, e a primeira a lançar e recuperar uma nave orbital, a Dragon, em 2010. Desde 2012 a SpaceX vem lançando sua nave Dragon como cargueiro para abastecer a Estação Espacial Internacional (ISS).

A Dragon tem a grande vantagem de, ao contrário dos demais cargueiros espaciais de Japão, Europa, Rússia e da também norte-americana Orbital Sciences, não ser descartável. Assim, pode trazer de volta à Terra experimentos e outros materiais provenientes da ISS, com grande economia. A Dragon V2 é a versão tripulada, atualmente sendo submetida a testes, e que pode fazer o primeiro voo tripulado em 2017. Outro conceito é a Red Dragon, que poderia ser lançada para um voo robótico e posterior pouso em Marte.

Tornar as viagens espaciais mais baratas envolve reutilizar foguetes lançadores e a SpaceX já havia realizado em 2015 duas tentativas de pousar o primeiro estágio de seu veículo Falcon 9 em uma barcaça não tripulada no Atlântico, em janeiro e abril. As duas tentativas falharam e em 28 de junho outro foguete, carregando uma nave Dragon cargueira para a ISS, explodiu após o lançamento. A SpaceX interrompeu os voos e realizou várias modificações no Falcon 9, aumentando o empuxo, esfriando ainda mais o oxidante e aumentando a confiabilidade e segurança estrutural do veículo. Finalmetnte a empresa retornou aos voos com o lançamento acontecido em 21 de dezembro último, que colocou em órbita 11 satélites para a empresa cliente Orbcomm.

HISTÓRICO POUSO DE UM FOGUETE

O que tornou a missão especial foi o pouso bem-sucedido do primeiro estágio do Falcon 9, após dar o impulso inicial para o segundo estágio colocar a carga em órbita. Tudo funcionou perfeitamente e o foguete pousou em uma área preparada próxima à rampa de decolagem de onde partira para a missão, na Estação da Força Aérea de Cabo Canaveral, na Flórida. Após a separação do segundo estágio, o foguete realizou uma série de três acionamentos de seu motor, a fim de posicionar-se corretamente sobre o local de pouso. Próximo ao solo os motores tornaram a ser acionados, diminuindo a velocidade e finalmente assentando o Falcon 9 sobre seu trem de pouso. O pouso do foguete, nomeado em homenagem à nave do contrabandista Han Solo, da série de Filmes Star Wars, representa a primeira vez em que um veículo lançador capaz de atingir a órbita realiza tal feito. Esse exemplar será testado na Plataforma 39A, de onde partiu a Apollo 11, para verificar se poderia ser preparado para voar novamente. Depois esse Falcon 9 será preservado como peça histórica.

Site da SpaceX

Confira um vídeo do histórico pouso do Falcon 9

Confira outro vídeo da missão

Veja uma galeria de imagens da missão

Infográfico mostrando como funciona o pouso do Falcon 9

Visite o site da Orbcomm

NASA anuncia as novas naves espaciais dos Estados Unidos

Nave Dragon retorna à Terra após missão

SpaceX revela versão tripulada da nave Dragon

Fundador da SpaceX diz que humanos precisam colonizar Marte para sobreviver

Saiba mais:

Livro: Dossiê Cometa

DVD: Pacote NASA: 50 Anos de Exploração Espacial

crédito: Revista UFO
Pacote NASA: 50 Anos de Exploração Espacial
Pacote NASA: 50 Anos de Exploração Espacial

Veja em 50 Anos de Exploração Espacial os momentos mais emocionantes da trajetória da NASA, desde o primeiro homem em órbita até as missões do ônibus espacial. A série contém ainda detalhes do funcionamento de satélites espiões, do desenvolvimento da Estação Espacial Internacional e da implantação do telescópio Hubble. Conheça a verdadeira razão de não voltarmos mais à Lua e descubra que o destino agora é Marte, Vênus, Júpiter e mundos além do Sistema Solar, e quais são os planos da NASA para alcançá-los.

Já está no ar a Edição 219 da Revista UFO. Aproveite!

Janeiro de 2015

Claro, eles voltaram!