DESTAQUE

SpaceX lançou mais um foguete levando satélites, com booster retornando com segurança

Por
31 de Agosto de 2020
Lançamento Saocom SpaceX
Créditos: SpaceX

Mais um lançamento bem sucedido da SpaceX prova que Elon Musk realmente está mudando a maneira como vemos o "trânsito" espacial. E tem mais ainda esta semana.

A SpaceX lançou ontem, 30 de agosto, com sucesso um satélite ambiental para a Argentina, que ajudará a indústria agrícola do país.

O Saocom 1B viajou para o espaço a bordo de um foguete Falcon 9 de dois estágios, que decolou do Complexo de Lançamento Espacial na Estação da Força Aérea do Cabo Canaveral, nos Estados Unidos.

O satélite Saocom deve se juntar a outro, 1A, que foi lançado pela SpaceX no outono de 2018.

Duas cargas úteis menores, o nano-satélite Tyvak-0172 e o satélite meteorológico GNOMES-1 da PlanetiQ, pegaram carona e também foram implantados com sucesso.

A equipe da SpaceX teve muito a comemorar quando o booster Falcon 9 voltou à Terra com segurança, fazendo um toque perfeito na Zona de Aterrissagem 1 do Cabo Canaveral. 

Deveria ter sido lançado, também, mais um lote dos satélites Starlink, mas o mal tempo cancelou a decolagem. Se tudo correr bem, os satélites serão lançados ainda esta semana.

 

Polêmico e genial

 
Elon Musk; Crédito: Indian Express

Elon Musk está mudando a maneira como vemos a exploração e o trânsito espacial, com seus foguetes retornáveis que baratearam muito os lançamentos e projetos e permitiram que a NASA voltasse a lançar astronautas de solo americano.

Seu projeto de internet de alta velocidade baseada em uma rede mundial de satélites, os famosos e polêmicos Starlink, cresce a cada dia, assim como têm avançado os projetos em direção à Lua e a Marte.

E isso para ficarmos apenas no âmbito espacial, por todos sabemos que Musk se aventura em muitas outras áreas também. A impressão que se tem é que se depender dos avanços e projetos de Musk, estamos diante de um salto tecnológico além de nossas expectativas.

Ainda assim, nem tudo são flores e ele vem enfrentando muitos protestos em relação, principalmente, às implicações éticas de suas ideias. O futuro dirá como tudo isso vai se acertar, mas ninguém pode negar que estamos vivendo tempos inédito, e não apenas por causa da pandemia.

 

Starlink


Foto dos satélites em linha Crédito: SpaceX

Como nós já publicamos várias vezes, os satélites Starlink da SpaceX estão sendo enviados com o objetivo de formar uma rede ou malha ao redor do planeta para transmissão de conexão de alta velocidade para todo o planeta.

Tanto ufólogos quanto astrônomos têm se queixado muito dos satélites de Musk. Os primeiros porque os objetos têm criado uma série de confusões e interpretações erradas, quando pessoas em todo o mundo fotografam os satélites acreditando que são UFOs.

O pior acontece quando os ufólogos tentam explicar que aquilo são apenas satélites: as pessoas se enfurecem e acusam quem tenta ajuda-las de estar “acobertando a verdade e recebendo dinheiro da CIA, do FBI, da NSA, NASA e outras agências” para fazê-lo.

Já os astrônomos reclamam devido ao alto brilho dos objetos, que acabam interferindo com a observação do céu. O problema é realmente sério e Musk já se comprometeu a resolvê-lo em lançamentos futuros.

Sempre lembrando a todos que os satélites ficam visíveis por duas ou três semanas após o lançamento até alcançarem uma altitude em que saem de nosso campo de visão. Eles se deslocam em linha e às vezes em rede, e tem alta capacidade refletiva, portanto brilham bastante.

Porém, há maneiras de saber quais satélites estão passando sobre o céu acima de sua casa ou acima de onde você se encontra. Uma delas, e a mais rápida, é por meio do site james.darpian.com. Basta clicar aqui, e você redirecionado para lá.

Ao entrar, o programa irá pontuar a sua localização, e você poderá ativar lembretes para que ele o avise quando é hora de ir lá fora olhar para o céu.  Você também terá uma simulação do que irá ver quando os satélites passarem.

Fontes: Mystery Wire, arquivos do site

Veja, abaixo, o video do lançamento:

UFO Recomenda

Já está no ar a Edição 278 da Revista UFO. Aproveite!

Março de 2020

Miscigenação com aliens