DESTAQUE

Sonda Deep Impact passa pela Terra antes de nova missão

Por
01 de Julho de 2010
A Deep Impact próxima ao cometa Tempel, em 2005
Créditos: NASA

A sonda Deep Impact da NASA entrou para a história em 29 de junho de 2005, ao lançar um impactor que atingiu em cheio o cometa Tempel 1. A ejeção resultante do impacto surgiu nítida diante das câmeras da nave, e foram obtidas informações essenciais sobre esses corpos.

A missão provou que já possuímos tecnologia para chegar a cometas e também asteróides, o que pode se revelar fundamental quando algum desses corpos for detectado vindo na direção da Terra. Outro motivo do experimento foi analisar a composição dos cometas, que segundo a Teoria da Panspermia teriam trazido para a Terra compostos orgânicos essenciais para a formação da vida. Os cientistas também já sabem que incontáveis impactos de cometas há bilhões de anos, nas fases finais de formação de nosso planeta, trouxeram boa parte da água que hoje existe na Terra.

No domingo, 27 de junho, a Deep Impact passou novamente pela Terra, na quinta e última manobra do tipo. A NASA orientou a Deep Impact para um encontro, no próximo dia04 de novembro, com o cometa Hartley 2. A sonda passou a cerca de 30400 km da Terra em sua maior aproximação, feita acima do Oceano Atlântico. Na missão ao Hartley 2, batizada como Epoxi, a Deep Impact usará suas câmeras dotadas de telescópios e um espectrômetro para analisar o cometa.