DESTAQUE

Sonda da NASA que explora asteroide fotografou acidentalmente um buraco negro desconhecido

Por
04 de Março de 2020
Buraco negro em concepção artística
Créditos: Universal-Sci

A sonda Osíris-REX da NASA fez uma descoberta inesperada no ano passado, detectando um buraco negro emitindo uma enorme nuvem de raios X, a cerca de 30.000 anos-luz de distância. E o melhor é que nós também podemos ver.

 

A foto bombástica de um buraco negro desconhecido foi captada pelo espectrômetro de imagem de raios-X Regolith (REXIS) da sonda Osiris, um instrumento construído por pesquisadores do MIT e da Universidade de Harvard para medir raios-X que o asteroide Bennu emite quando atingido por radiação solar.

Bennu despertou o interesse dos cientistas porque se acredita que ele contenha moléculas orgânicas e material inalterado do início do Sistema Solar. O asteroide tem cerca de 380 m de e a estimativa dos cientistas é que ele se aproxime da Terra entre os anos de 2175 e 2196, com uma pequena chance – uma em 2.700 – de colidir conosco.

 

Os olhos de Osiris

 
Sonda Osiris explorando asteroide Bebbu. Crédito: NASA

A sonda Osiris-REX foi lançada em 2016 e se reuniu com o asteroide em dezembro de 2018. Mas em novembro passado, o instrumento REXIS teve uma visão incomum.

"Nossas verificações iniciais não mostraram nenhum objeto catalogado anteriormente naquela posição no espaço", disse Branden Allen, cientista de Harvard que fez a descoberta. O objeto estava em uma constelação próxima a do Cão Maior, chamada Columba ou Pomba.

Com a ajuda dos dados coletados pelo telescópio MAXI, do Japão, a bordo da Estação Espacial Internacional uma semana antes, a equipe identificou o ponto brilhante como um uma explosão repentina de raios-X causada por um buraco negro devorando uma grande quantidade de matéria.

 

Imagens inéditas


Imagem do buraco negro feita pela Osiris. Credito: NASA

Segundo a NASA, esta é a primeira vez que uma explosão de raios X foi detectada no espaço interplanetário.

“Detectar essa explosão de raios-X é um momento de orgulho para a equipe REXIS. Isso significa que nosso instrumento está funcionando como esperado e no nível exigido dos instrumentos científicos da NASA ”, disse Madeline Lambert, uma estudante de graduação do MIT, em comunicado.

Fonte Futurism, Gizmodo, Mistery Wire

Veja, agora, o video da descoberta divulgado pela NASA:

Já está no ar a Edição 257 da Revista UFO. Aproveite!

Abril de 2018

Nos limites da existência