DESTAQUE

Somos menos inteligentes do que aqueles que negamos a existência

Por
09 de Julho de 2019
Ilustração
Créditos: Getty imagens

Caso você não tenha notado, artigos sobre inteligência extraterrestre têm aparecido cada vez mais em toda a grande mídia e artigo científico. Não é mais estranho falar sobre civilizações inteligentes e extraterrestres, e os cientistas realmente avançados estão finalmente começando a fazer perguntas sobre o que pode nos aguardar após o desacobertamento acontecer.

Um artigo da revista Scientific American pergunta: “Somos realmente o garoto mais esperto no bloco cósmico?” O subtítulo adverte: “É improvável, e se continuarmos pensando de outra forma, podemos estar perdendo algumas pistas importantes sobre a existência da vida extraterrestre,

O artigo prossegue argumentando que a negação continuada sobre a existência de civilizações extraterrestres é um grande desserviço para a humanidade. Também parece óbvio que a humanidade é bastante atrasada e não seria preciso muito para que uma civilização não terrestre fosse mais inteligente do que a civilização humana moderna.

De fato, como o artigo aponta, o negação é uma característica definidora da condição humana. Como o artigo explica:

"Um fato é claro: se atribuirmos uma probabilidade zero a essas evidências, como alguns cientistas fizeram no caso de ‘Oumuamua, invocando o princípio “nunca são naves alienígenas”, nós nunca encontraremos [ETs]. Seremos como avestruzes enterrando nossas cabeças na areia. De fato, essa atitude pode ser um sinal de que nossa inteligência não é muito impressionante – que a raça humana como um todo sofre com o efeito Dunning-Kruger, no qual aqueles com habilidades medíocres insistem que são extraordinariamente talentosos ou inteligentes."

Com uma estimativa de 400 bilhões de estrelas em nossa própria galáxia, é insano pensar que pelo menos dezenas de milhões dessas estrelas não abrigam planetas com vida inteligente. E parte dessa vida deve ser – apenas por acaso – milhões de anos mais avançados que nossa própria civilização (que tem apenas alguns milhares de anos). Não é estranho acreditar que extraterrestres existem em nossa galáxia. O estranho é pensar que eles não existem.

Fonte: Nature News

Veja Mais:

Pilotos da Marinha americana relatam seus encontros com UFOs

De acordo com cientistas, água teria origem extraterrestre

Primeiro agroglifo da temporada no Reino Unido apresenta sinais de fraude

Plano da NASA revelado: 37 aeronaves e um pouso lunar

Pentágono admite a investigação de UFOs

O que Bob Lazar tem em comum com o comportamento atual do Pentágono?

Já está no ar a Edição 269 da Revista UFO. Aproveite!

Junho de 2019

Como são eles?

UPDATED CACHE