DESTAQUE

Sociedade de Cientistas Católicos se prepara para conferência sobre inteligência não-humana

Por
22 de Abril de 2021
Por mais estranho que possa parecer para alguns, ciência e fé podem andar juntas.
Créditos: John Williams RUS/Shutterstock

A Sociedade de Cientistas Católicos (SCS) realizará sua conferência de 2021 em Washington, D.C., sobre inteligência não-humana. A conferência é intitulada “Extraterrestres, IA e Mentes Além da Humana” e acontecerá no Hilton Hotel de 04 a 06 de junho. O evento também será transmitido ao vivo.

As discussões da conferência fornecerão percepções científicas e teológicas sobre os assuntos das inteligências reais e hipotéticas, especialmente as inteligências extraterrestres e artificiais. O doutor Stephen Barr, presidente da Sociedade de Cientistas Católicos, disse à CNA: “Serão 13 palestras. Metade das palestras será sobre vida extraterrestre, e haverá palestras de alguns grandes especialistas no assunto.”

Quatro dos palestrantes convidados discutirão a possibilidade de vida extraterrestre em seus respectivos campos de estudo – astrofísica, astroquímica, biologia evolutiva e teologia católica. Os palestrantes incluirão Jonathan Lunine, diretor do Cornell Center for Astrophysics and Planetary Science; Karin Öberg, professora de Astronomia e diretora de Estudos de Graduação da Universidade de Harvard; Simon Conway Morris, cadeira de Paleobiologia Evolutiva da Universidade de Cambridge; e Christopher Baglow, diretor da Iniciativa de Ciência e Religião do Instituto McGrath para a Vida da Igreja, da Universidade de Notre Dame.

Barr disse: “Öberg é uma estrela em ascensão em Harvard, uma professora titular lá, onde também se converteu à fé católica. Ela é uma especialista na bioquímica que ocorre em outros planetas. Há muita empolgação porque, nos últimos anos, os astrônomos descobriram muitos planetas orbitando outras estrelas próximas. Eles poderiam aprender muito sobre esses planetas – a que distância eles estão da estrela, o quão grande o planeta é, e até mesmo coisas sobre a química do planeta, em alguns casos.”


Karin Öberg é uma das palestrantes mais aguardadas para o evento, que promete ser grande.
Fonte: TED Talks

Durante a conferência, o Prêmio de Palestra St. Albert será emitido por Lawrence Principe, professor de Humanidades da Universidade Johns Hopkins. A conferência também incluirá duas sessões de pôsteres – uma para apresentações sobre o tema da conferência e outra para apresentações sobre tópicos como a correlação entre ciência e fé. Barr disse que a conferência SCS oferece um fórum aberto para reflexões sobre a interseção entre a ciência e os domínios da teologia e da filosofia.

Ele disse que o objetivo da conferência é o mesmo que o objetivo da Sociedade de Cientistas Católicos em geral – promover a comunidade entre os cientistas católicos e ser uma testemunha para o mundo. Ele enfatizou a importância de promover uma colaboração bem-sucedida entre a ciência e a fé. “É muito importante hoje em dia porque há muitas pessoas por aí que pensam que a ciência e a fé são incompatíveis”, completa.

Fundada em 2016, a sociedade começou com apenas seis membros e agora tem mais de 1.400 cientistas, estudantes e outros intelectuais em mais de 50 países. A organização fornece mentores e modelos para jovens católicos que estudam ciências ou matemática. Também fornece recursos para pastores, leigos, educadores, jornalistas e o público em geral. “Acho que se as pessoas virem que há uma grande organização de muitos cientistas que são católicos praticantes devotos, perceberão que há um valor de testemunho, e que é uma evidência mais forte para as pessoas do departamento de ciências”, finaliza Barr.

Fonte

Já está no ar a Edição 269 da Revista UFO. Aproveite!

Junho de 2019

Como são eles?