DESTAQUE

Senador norte-americano observou UFOs na Rússia em 1955

Por
25 de Maio de 2015
Documentos liberados revelam o avistamento de um senador norte-americano em 1955
Créditos: Arquivo

Richard B. Russell foi um dos mais infuentes senadores dos Estados Unidos durante a Guerra Fria e até seu falecimento, em 1971, cumpriu 38 de serviços, chegando a ser líder do Comitê de Serviços Armados. Em 04 de outubro de 1955, acompanhado por auxiliares, viajava por uma estrada de ferro na região Transcaucasiana, na então União Soviética, quando observou dois UFOs que aparentemente haviam decolado de um local próximo àquele por onde o trem passava.

Russell rapidamente chamou seus acompanhantes, o tenente-coronel Hathaway e o intérprete Ruben Efron, e pela janela observaram dois objetos com formato discoide. Os UFOs decolaram um após o outro, desaparecendo nos céus. O senador e seus ajudantes apresentaram um relato de seu avistamento para a Força Aérea Norte-Americana (USAF) e agências de segurança quando chegaram à embaixada dos Estados Unidos, em Praga. O tenente-coronel Thomas Ryan, adido na embaixada, preencheu um informe ultrassecreto da Inteligência da Força Aérea após encontrar-se com o trio, em 14 de outubro de 1955.

Ryan então escreveu que seu informe era "baseado na descrição das testemunhas a respeito da ascenção e voo de aeronaves não convencionais, por três observadores dos Estados Unidos altamente confiáveis". A documentação foi obtida graças à Lei de Liberdade de Informações por parte do Fundo para Pesquisa de UFO (Fufor). O documento descreve como Hathaway mostrou para Ryan que Russell foi o primeiro a observar os UFOs e que embora se dissesse na época que essas coisas não existiam todos puderam observá-los. Também descreve como um dos discos voadores subiu devagar e verticalmente, e a uma altitude de cerca de 1.800 m disparou em alta velocidade no rumo norte. O outro UFO fez o mesmo dentro de um minuto e a área de onde decolaram aparentava estar de 1,6 a 3,2 km da linha do trem.


CIA E FBI ENVOLVIDOS

Uma quarta testemunha não identificada foi entrevistada sobre o avistamento por agentes da Agência Central de Inteligência (CIA), descrevendo que os UFOs pareciam flutuar sem fazer ruído ou deixar rastros de propulsão ou outros. Em 18 de outubro de 1955, o secretário de estado John Foster Dulles foi informado a respeito do incidente e em 04 de novembro o Bureau Federal de Investigação (FBI) elaborou um memorando afirmando que o testemunho do tenente-coronel Hathaway evidenciava a existência de discos voadores. Detalhes sobre o caso vazaram e o jornalista Tom Towers, do Los Angeles Examiner, procurou o senador Russel.

crédito: Arquivo
O senador Richard B. Russell
O senador Richard B. Russell

Richard B. Russel respondeu: "Eu discuti essa questão com as agências do governo envolvidas e eles foram da opinião de que não é sábio tratar publicamente desse assunto neste momento. Lamento muito não poder ajudá-lo". O veterano pesquisador Bruce Maccabee, consultado a respeito do caso, afirmou: "Esses documentos mantidos por tanto tempo em segredo são de tremenda importância, porque mostram pela primeira vez que um dos mais poderosos senadores dos Estados Unidos observou um UFO e relatou seu avistamento. Os documentos também provam que os UFOs existem e como a CIA tratou do assunto seriamente".

Novo livro fala da ligação da CIA com os UFOs

Arquivos secretos neozelandeses tratam de UFOs

A verdade sobre a liberação de documentos da USAF

Governo Brasileiro libera um dos mais importantes documentos secretos sobre UFOs até agora

Universidade do Colorado publica documentos ufológicos

Saiba mais:

Livro: Terra Vigiada

crédito: Revista UFO
Terra Vigiada
Terra Vigiada

Terra Vigiada não é um livro comum, mas um verdadeiro dossiê fartamente documentado que comprova que inteligências extraterrestres observam e monitoram nossos arsenais atômicos. O livro contém dezenas de depoimentos prestados por militares norte-americanos que testemunharam a manifestação de discos voadores sobre áreas de testes nucleares, nas décadas de 40 a 70, comprovando que outras espécies cósmicas mantêm nossas atividades bélicas sob severa e contínua vigilância. Hastings vai mais além e mostra em Terra Vigiada que não é incomum discos voadores interferirem nos experimentos de lançamento, muitas vezes inutilizando as ogivas nucleares a serem detonadas, ou sobrevoarem silos de mísseis armados.

DVD: UFOs: Evidências Definitivas

Já está no ar a Edição 222 da Revista UFO. Aproveite!

Abril de 2015

Reabrindo o Caso Varginha