DESTAQUE

San Marino a um passo de fazer pedido histórico sobre UFOs na ONU

Por
17 de Janeiro de 2022
Se for aprovada, simpósios com patrocínio da ONU poderiam alavancar o debate sobre os UFOs.
Créditos: GettyImages

Esta semana, o Centro Ufologico Nazionale da Itália (CUN) e a Coalizão Internacional para Investigação Extraterrestre (ICER) mantiveram conversas positivas com os dois chefes de Estado da República de San Marino, conhecidos como “capitães regentes.” A proposta se chama Projeto Titan, que veria aquela república fazer um pedido histórico às Nações Unidas para a criação de conferências periódicas a respeito de UFOs sob sua égide.

Conforme relatado por Paolo Guizzardi (que é o criador e gerente de projeto do Projeto Titan, bem como o representante nacional do ICER para a Itália), o presidente do ICER e CUN, Roberto Pinotti, e o ex-ministro do Turismo de San Marino, Augusto Casali, se reuniram com os “capitães regentes”, Francesco Mussoni e Giacomo Simoncini. Na reunião, Pinotti e Casali fizeram uma apresentação do Projeto Titan, que veria San Marino se tornar a Genebra para o diálogo global sobre Fenômenos Aéreos Não Identificados (UAPs/UFOs). Pinotti explicou como, após a aprovação da Lei de Autorização de Defesa Nacional dos Estados Unidos de 2022 e sua exigência de um escritório UFO, o estigma em torno do tema foi “superado.”

Em outras palavras, se optar por seguir em frente, provavelmente não haverá grandes obstáculos para San Marino. Pinotti declarou que o Projeto Titan assumiria o bastão da iniciativa UFO de Granada em 1978 (liderada por seu então primeiro-ministro Sir Eric Gairy) na ONU, que acabou fracassando e foi ferozmente combatida pelo Reino Unido. O Projeto Titan foi recebido com grande interesse por Mussoni e Simoncini, que agora se reportarão ao governo, expressando parecer favorável à proposta.

Caso o Projeto Titan se concretize, San Marino pode se beneficiar significativamente em termos de turismo e prestígio global. Isso pode pesar muito no pensamento do governo. A decisão final agora recai sobre os ombros do Congresso de Estado de San Marino, composto por seus 10 secretários. Falando ao Liberation Times, Guizzardi declarou: “Após esta reunião, sinto-me razoavelmente confiante em um resultado positivo. Sinceramente, acho que, através do empenho de Roberto Pinotti, estamos agora mais perto da coroação final e digna do esforço de Sir Eric Gairy, pelo avanço da ciência e pelo bem de toda a humanidade.” O Projeto Titan foi entregue ao Ministro da Cultura de San Marino pela ICER e pelo CUN em 13 de setembro de 2021.


A delegação CUN-ICER no Palácio Público de San Marino. A partir da esquerda: Paolo Guizzardi, sargento da Guarda Rocca Ronald Cardinali, Gary Heseltine e Roberto Pinotti.
Fonte: Paolo Guizzardi

O governo de San Marino vem patrocinando simpósios sobre UFOs há 30 anos. Estes foram organizados pelo CUN, a principal organização ufológica da Itália. Uma conferência internacional patrocinada pela ONU a respeito do estado da pesquisa sobre o tema UFO representaria, portanto, uma atualização ideal da iniciativa de longo prazo existente do CUN. Especula-se que o novo escritório UFO dos Estados Unidos possa ter um papel em encorajar San Marino a fazer o pedido da ONU, pois tem o mandato de coordenar com aliados e parceiros internacionais.

Caso se dê seguimento, a proposta passará por uma análise preliminar e discussão na ONU, antes de ser submetida à votação da Assembleia Geral. Com os Estados Unidos agora levando os UFOs a sério, há uma possibilidade razoável de que essa proposta seja bem-sucedida. Além disso, houve sinais de que a Rússia e a China também poderiam dar seu apoio, especialmente porque as origens do Projeto Titan podem ser atribuídas a um aparente esforço chinês anterior. Conforme relatado por Tim McMillan, do site The Debrief, o único país que supostamente mostra resistência é o Reino Unido, embora possa ceder à vontade dos Estados Unidos, seu aliado global mais importante.

Fonte

Já está no ar a Edição 286 da Revista UFO. Aproveite!

Novembro de 2021

Os segredos ufológicos do Pentágono