DESTAQUE

Rover da China chega até o misterioso cubo na Lua

Por
10 de Janeiro de 2022
Bem... não foi dessa vez que o rover Yutu achou algo artificial na Lua.
Créditos: National Astronomical Observatories of China

Há apenas um mês, o mundo conheceu o que parecia ser um cubo bizarro na Lua. A China, surpreendentemente, deslocou seu rover em direção ao objeto, levantando grandes expectativas. Agora, descobrimos que o objeto era pouco mais do que uma ilusão de ótica.

Como o correspondente do SpaceNews, Andrew Jones, tuitou, as últimas imagens chinesas do “Cubo na Lua” vistas de perto agora mostram que o misterioso objeto parece ser … bem, uma rocha lunar perfeitamente normal.  Às vezes, o espaço é enfadonho. “Oh, isso é incrível”, escreveu Jones. “Estou quase chorando.”

As últimas fotos da “cabana misteriosa”, como era originalmente conhecida na mídia chinesa, mostram que esta rocha relativamente pequena situada na borda de uma cratera lunar não é extraordinária de forma alguma – e como escreveu o repórter do SpaceNews, o recém-apelidado de “coelho de jade” é “(...) tão desanimador quanto brilhante.”

“A superfície da Lua tem cerca de 38 milhões de quilômetros quadrados de rochas, então teria sido astronomicamente excepcional ser qualquer outra coisa”, escreveu Jones em um tuíte subsequente. “Mas, embora pequeno, o coelho/pedra de jade também será uma decepção monumental para alguns.”


Acima, os tuítes de Andrew Jones dando as “más” notícias.
Fonte: Twitter

Antes dessa descoberta desanimadora, as teorias sobre o Cubo na Lua abundavam, com internautas o comparando meio a brincar com o flagelo de monólitos que assolou a Terra no primeiro verão pandêmico, e outros ainda aconselhando o jipe-sonda chinês Yutu 2 a evitá-lo, como se estivesse contaminada. A esperança de que finalmente teríamos encontrado algo artificial na Lua era enorme.

Há ainda quem diga que a China fotografou uma pedra qualquer, ao invés da “cabana”, para não revelar uma real descoberta. Afinal, ela chegou ao objeto quase um mês antes do previsto, o que soa como “conveniente” e “suspeito” para muitos conspiracionistas. Mas sempre houve uma grande probabilidade de que o cubo fosse uma pedra simples. Isso, senão outra coisa, estabelece um tom hilário para o que está se preparando para ser um grande ano na exploração espacial. Aguardemos, com os dedos cruzados, por notícias realmente incríveis.

Fonte

Já está no ar a Edição 286 da Revista UFO. Aproveite!

Novembro de 2021

Os segredos ufológicos do Pentágono